Orgânicos

Descrição 1
Com bouquet intenso, frutado e floral, é um vinho intenso, caracterizado pelo inconfundível perfume de amêndoa amarga, típico do vinhedo.
Descrição 2
DADOS BÁSICOS
DOC: Colli Orientali del Friuli
Safra:
2018
Casta:
Tocai Friulano
Cultura:
orgânica
Teor alcoólico:
13%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo limão com reflexos esverdeados.
Nariz:
buquê intenso, frutado e floral.
Boca: seco, estruturado, final incrivelmente longo, persistência de sabor de amêndoa amarga típico do terroir local.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
8°-10°.
Harmonização:
saladas, carnes brancas, massas ao molho branco, bruschettas de presunto cru e alcaparras.
Tempo de guarda:
6 anos.

R$ 185,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 185,00

Descrição 1
Aveludado, com boa acidez e incrível persistência.
Descrição 2
DADOS BÁSICOS
DOC: Colli Orientali del Friuli
Safra:
2018
Casta:
Pinot Grigio
Cultura:
orgânica
Teor alcoólico:
14,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo limão com reflexos esverdeados.
Nariz:
buquê intenso, frutado e floral.
Boca: sápido, acidez média, boa estrutura, longa persistência, amêndoa amarga no final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
8°-10°.
Harmonização:
saladas, carnes brancas, massa ao molho bechamel, presunto cru italiano.
Tempo de guarda:
6 anos.

R$ 185,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 185,00

Descrição 1
Girando o copo, os aromas variam de cerejas maduras a bagas, com notas apimentadas e balsâmicas. Um vinho vigoroso e harmonioso.
Descrição 2
DADOS BÁSICOS
DOC: Colli Orientali del Friuli
Safra:
2016
Casta:
Schioppettino
Cultura:
orgânica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
cereja madura, aromas apimentados e balsâmicos, alcaçuz.
Boca: aveludado, potente, taninos harmoniosos. O sabor remete aos aromas encontrados no nariz.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
carne assadas e de longa cocção, risotos e massas com molhos cremosos.
Tempo de guarda:
15 anos.

R$ 277,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 277,00

Descrigco 1

Descrigco 2


DADOS BÁSICOS

Áustria, Wachau
Tipo: Qualitätswein, Federspiel
Trocken
Safra: 2010
Casta: Grüner Veltliner
Teor alcoólico: 12%
Açúcar residual: 2,8 g/l
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo limão.
Nariz: profundo, fresco e maduro, com notas de damasco, pera, melão, raspa de laranja e especiarias como gengibre confitado, e flores capitosas
Boca: bela acidez, volume excepcional, muitas especiarias (pimenta-do-reino, wasabi, anis), chá preto, e final com frutas amarelas maduras.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8º-10º.
Harmonização: sushi, especialmente com toro e wagyu, long bao dumplings, pratos com tucupi, como o tacacá, moqueca capixaba, bobó de camarão.
Tempo de guarda: 20 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 91
Wine Spectator 90
Wine Enthusiast 96
James Suckling 89
Vinous 92

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
Bottled in April 2017 after seven years of aging in a large oak cask, the 2010 Im Weingebirge Grüner Veltliner Federspiel is intense and yeasty on the lemon-fresh and deep nose. Intense and well-structured, this is a lighter and finessed but persistently salty and grippy Veltliner with nice bitterness and salinity in the finish. A very subtle Wachauer. Tasted September 2018.

Wine Enthusiast 96
Earthy, juicy ripeness of Russet pear is evoked vividly on the nose, while white pepper and ground stone shimmer in the background. The palate is juicy at first, but soon the salty, yeasty, almost cheesy core spreads its savory magic, not without adding vivid apple notes. A very complex and deeply satisfying wine. The finish belongs to zesty, clean lemon.

Vinous 92
An April 2017 bottling of the same cuvée whose first half was bottled in the summer of 2011 and released immediately thereafter, this represents in effect a semi-Vinothek offering, yet at a scarcely higher price than was asked for the initial bottling. There were initially 2,000 liters, so this wine was racked once, into a 1,000-liter cask. It features the same 11.5% alcohol and concomitant sense of buoyancy as did the corresponding 2016, and as have so many other Nikolaihof Federspiele. A delightfully intriguing nose offers moss, snuffed candle wick, wet stone, lemon zest and fresh green bean. There is a subtly creamy feel on the palate, which also offers a reprise of the mature elements found on the nose. Piquant artichoke and hazelnut, richly nutty raw spinach and iodine-tinged shrimp shell add to the complex savor of a juicily sustained finish.

  • RP 91
  • WS 90
  • WE 96
  • VN 92
  • JS 89

R$ 279,90 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 279,90

Descrigco 1
Um belíssimo rosé do sul da França, de prensagem direta, que possui muita elegância e frescor, notas florais e um toque frutado.

Descrigco 2
Situado no coração do Parque Natural da Região de Luberon, no Sul da França o Château La Canorgue é uma propriedade familiar, que, graças ao trabalho obstinado de geração após geração, permanece assim já há mais de 200 anos.

A partir dos anos 1970 Jean-Pierre Margan, pioneiro da agricultura orgânica, passa a cuidar de suas vinhas, e a elaborar vinhos de caráter e alta qualidade.
Transmitiu, posteriormente, esta mesma paixão a sua filha, Nathalie, 5ª geração, e participante ativa da associação Femmes Vignes Rhône, que incentiva e apoia o trabalho de vitivinicultoras locais.

Esta linda propriedade vitícola, entre Gordes e Bonnieux, foi escolhida pelo diretor Ridley Scott (que possui uma casa na mesma região) para o filme "Um bom ano" com Russell Crowe e Marion Cotillard.

DADOS BÁSICOS
AOP: Luberon
Safra: 2018
Castas: 60% Grenache, 30% Syrah, 10% Mourvèdre
Cultura orgânica / biodinâmica
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: cereja intenso com reflexos cobre.
Nariz: floral com notas de frutas vermelhas maduras (morango, framboesa...) e frutas brancas. Elegância e frescor.
Boca: muito frescor, vivo, belo equilíbrio e acidez, frutas suculentas, e persistência de frutas cítricas. As notas de pimenta voltam, dando sustentação e complexidade ao fim de boca.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8º - 10º
Harmonização: perfeito como aperitivo ou como acompanhamento de pratos leves de carnes, como carpaccio e carne cruda, peixes e legumes grelhados.
Tempo de guarda: 3 anos.

PREMIAÇÕES
Millésime Bio 2019: Medalha de Ouro

R$ 168,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 168,00

Descrição 1

Descrição 2


DADOS BÁSICOS
AOP: Côteaux d'Aix-en-Provence
Safra: 2018
Castas: 60% Grenache, 20 % Syrah, 10% Cabernet Sauvignon, 5% Carignan, 5% Cinsault
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rosa pálido.
Nariz: elegante, com toque de laranja e frutas cítricas.
Boca: viva e fresca, presença de aromas de frutas brancas como pera e pêssego.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10 º.
Tempo de guarda: 2 anos.
Harmonização: aperitivos, saladas, cozinha mediterrânea, carne branca grelhada e saladas.

R$ 142,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 142,00

Descrição 1
Um tinto da Côte Chalonnaise raçudo e estruturado, com excelente potencial de guarda: é um belo exemplo de Pinot Noir da Borgonha!
Descrição 2
Em 2002, Hélène Jaeger-Defaix herda de uma primeira parcela de vinhas em Rully 1er Cru e começa a ampliar a produção para perpetuar as tradições vitícolas ancestrais, na família desde o século XVI. Hoje, ela gerencia 4,5 hectares na AOP Rully, com um modo de cultura orgânico.

A safra 2017 entregou uvas de Pinot Noir com qualidade sanitária perfeita. Os tintos da safra possuem bela tipicidade da denominação e estrutura elegante.

DADOS BÁSICOS
AOP: Rully 1er Cru
Safra: 2017
Casta: 100% Pinot Noir
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi intenso.
Nariz: fresco, cheio de frutas vermelhas, com nuances de madeira bem integradas.
Boca: aveludado, fresco, equilibrado, suculento, refinado no sabor e estrutura, final longo e elegante.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-17°.
Harmonização: cordeiro grelhado, coelho a caçador, massas e risotos com carne vermelha.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2017 Rully 1er Cru Clos du Chapitre is showing well, displaying aromas of smoky cherries and berry fruit, followed by a medium to full-bodied, ample and fleshy palate with a succulent core of fruit that largely conceals its melting tannins.

Jancis Robinson 16,5
Bottled. Light crimson. Rich, scented red fruit entwined with what I think is some oak sweet spice. Generous, rounded and just slightly chewy on the finish but keeping its freshness.


  • RP 90
  • JR 16,5

R$ 399,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 399,00

Descrição 1
"Orris". Essa palavra catalã designa as cabanas de pastores que cercam os vinhedos do Domaine Boucabeille e que foram construidas com os xistos do terroir. É o branco de guarda da vinícola.
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Porque os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrarem a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de tratamentos.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere e nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOP: Côtes-Du-Roussillon
Safra: 2018
Castas: 60% Grenache Blanc, 40% Roussanne
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo limão.
Nariz: rico e ensolarado, acácia, frutas brancas maduras, cítricos, notas minerais.
Boca: vinho gastronômico, redondo, rico, acidez média.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°.
Tempo de guarda: 10 anos.
Harmonização: folhado de salmão, aves assadas, batatas sautée, risoto de legumes.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 370,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 370,00

Descrição 1
O nome "Les Terrasses" se refere ao cultivo tradicional das videiras em sistema de terraços, nas encostas das montanhas. Este tinto é uma expressão direta e pura do terroir, com caráter primário, frutado e suculento.
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Porque os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrarem a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de tratamentos.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere e nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOP: Côtes-Du-Roussillon Villages
Safra: 2017
Castas: 50% Grenache Noir, 50% Syrah
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi com reflexos púrpura.
Nariz: cereja preta, frutas vermelhas.
Boca: tanino redondo e finos, equilibrado, frutas vermelhas suculentas.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°.
Tempo de guarda: 6 anos.
Harmonização: pratos com molho, atum grelhado, pratos orientais como yakissoba, empanadas de carne.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 160,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 160,00

Descrição 1
Um tinto frutado e fresco que promete deliciosos momentos.
Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2017
Corte: Aragonez, Trincadeira, Touriga Nacional, Syrah
Teor alcoólico: 13,3%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: frutas vermelhas suculentas.
Boca: complexidade de frutos silvestres, boa estrutura, mostrando taninos jovens e final médio.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°.
Harmonização: carnes vermelhas com pouca gordura, massas com ragu ou queijos curados.
Tempo de guarda: 8 anos.

PONTUAÇÃO
International Wine Award 2018: Medalha de Bronze

R$ 99,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 99,00

Descrição 1
A cepa Baga entregou um tinto profundo, estruturado, com uma expressão intensa da fruta. 
Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2017
Corte: 100% Baga
Teor alcoólico: 13,3%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: frutas vermelhas silvestres, ligeira madeira.
Boca: complexidade de frutos silvestres. Boa estrutura, mostrando taninos jovens.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-18°.
Harmonização: pratos de carne caça, carnes vermelhas ou queijos curados.
Tempo de guarda: 8 anos.

PONTUAÇÃO
International Organic Wine Award 2018: Medalha de Ouro
International Wine Award 2018: Medalha de Prata
AWC Vienna 2019 : Seal of Approval

R$ 159,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 159,00

Descrição 1
Belo exemplo de vinho varietal de Aragonez, com boa estrutura, notas vegetais e de frutos pretos.
Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2017
Corte: Aragonez
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: notas de frutos pretos, com ligeira madeira.
Boca: complexidade de frutos silvestres, toque de chocolate amargo. Boa estrutura, com ligeira adstringência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-18°.
Harmonização: pratos de carne caça, carnes vermelhas ou queijos curados.
Tempo de guarda: 2 anos.

PONTUAÇÃO
International Organic Wine Award 2018: Medalha de Ouro

R$ 159,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 159,00

Descrição 1
O lado mais atraente da Fernão Pires: um branco harmonioso, redondo e perfumado. 

Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2018
Corte: Fernão Pires
Teor alcoólico: 12,4%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: palha com reflexos esverdeados.
Nariz: fruta amarela madura e especiarias, com ligeiros aromas de madeira.
Boca: untuoso e ainda assim fresco, com excelente estrutura.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12°.
Harmonização: peixes gordos, aves grelhadas e assadas.
Tempo de guarda: 2 anos.

R$ 155,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 155,00

  Descrição 1
Grande corpo, grande estrutura e acidez no ponto, num equilíbrio perfeito tão característico da região.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2017
Castas: cerca de 15 variedades tradicionais da região (Encruzado, Malvasia-Fina, Bical, Rabo-de-Ovelha, Siria, Fernão Pires...)
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo com reflexos esverdeados.
Nariz:
aromas balsâmicos com notas cítricas, melão, pera e rosas.
Boca:
um branco estruturado, encorpado, com acidez no ponto e equilíbrio perfeito.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°.
Harmonização:
queijo, massas e alguns pratos italianos, assim como peixes gordos (bacalhau, salmão, atum). Também acompanha bem pratos de carnes brancas.
Tempo de guarda:
10 anos.

Avaliações dos Especialistas

R$ 159,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 159,00

Descrição 1
A excelência da casta Encruzado, a casta branca mais nobre do Dão. Floral e mineral, fresco e estruturado, o equilíbrio sob a forma de vinho.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2016
Castas: Encruzado
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,2%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo limão.
Nariz:
floral e mineral.
Boca:
a nobre casta Encruzado entrega um vinho fresco e estruturado: o equilíbrio sob a forma de vinho.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°-12°.
Harmonização:
queijo meio curados, lagosta com molho de manteiga, risoto de abóbora.
Tempo de guarda:
10 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 210,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 210,00

Descrição 1
Uma cor rosa maravilhosamente equilibrada, cheio de aromas frescos de frutas vermelhas, texturas e sabores cerejantes, delineados com acidez fresca, é um belo Rosé gastronômico.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2018
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Jaen, Alfrocheiro, Água-Santa e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
11,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
alaranjado.
Nariz:
intenso, de framboesa, maçã vermelha e morango.
Boca:
fresco e complexo, com final longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
10°.
Harmonização:
sushi, comida japonesa mais condimentada, saladas variadas, churrasco.
Tempo de guarda:
5 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 159,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 159,00

Descrição 1
Lote de muitas castas provenientes de várias parcelas de vinha com diferentes idades, altitudes e exposições. Aromas de floresta e caruma…um verdadeiro blend do Dão.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2015
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água-Santa, Tinta-Pinheira, Baga.e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso buquê de frutos vermelhos maduros, amora, cassis e cereja.
Boca:
vibrante, com taninos firmes, maduros e um longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°.
Harmonização:
perfeito com carnes grelhadas ou assadas. Também acompanha bem queijos fortes.
Tempo de guarda:
8 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 159,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 159,00

Descrição 1
A “memória” das memórias. Vinha velha, castas misturadas, espécie de catálogo ampelográfico, a diversidade no seu esplendor. Cerca de 30 variedades co-plantadas e vinificadas em simultâneo. Vinho autêntico, extremamente personalizado e elegante.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2015
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água-Santa, Tinta-Pinheira, Baga e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
14%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso buquê de flores e bosque, com notas de vegetais e tangerina.
Boca:
caráter vivo e fresco, com taninos muito elegantes e de grande complexidade aromática, resultante da presença de várias castas.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
risoto de cogumelos frescos, caça de pena, como faisão.
Tempo de guarda:
15 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 379,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 379,00

Descrição 1
Elegância, frescura e terroir, características da região, num blend com predominância da mais nobre casta do Dão: a Touriga-Nacional. Complexidade, riqueza aromática e longevidade estão garantidas!

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2014
Castas: 70% de Touriga Nacional e 30% de outras castas misturadas (Jaen, Baga, Água Santa, Alfrocheiro, Trincadeira e outras)
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso bouquet de frutos vermelhos maduros, geleia e ameixas com notas de especiarias.
Boca:
vivo, com taninos firmes e maduros. Grande complexidade e um longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
perfeito para acompanhar carnes como o cabrito, assim como vitela estufada ou no forno. Também acompanha queijos com sabor forte.
Tempo de guarda:
15 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 315,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 315,00

Descrição 1
Sabe aquele vinho que dispensa data e ocasião para ser apreciado? Teodosio 2013 é assim. Um vinho que encanta do início ao fim com um aroma rico de geleia de frutas, pimenta rosa, amêndoas e chocolate. Seu sabor é encorpado, tem textura aveludada e muito frescor.
Descrição 2
A vinícola Basilisco foi fundada na década de 90, visando a mais alta qualidade, nos vinhedos e na adega. Tornou-se em alguns anos uma joia no panorama dos vinhos do Sul.
Está localizada em Basilicata, sul da Itália - no “solado da bota”- entre Puglia, Campanha e Calábria. O grande destaque da região é a DOC Aglianico del Vulture, estabelecida na encosta do Monte Vulture – um vulcão extinto, responsável por desenhar a região e pela composição do solo.

A propriedade se beneficia da herança deixada pelo vulcão. Além do distinto terroir, possui 8 cavernas seculares escavadas em meio a lava petrificada que, naturalmente, mantém a temperatura e umidade ideais para o amadurecimento do vinho.
E como vinho é história, vale contar que as cavernas de Basilisco - abertas por refugiados albaneses no XV que fugiam à pressão turca – serviram de locação para o filme "El evangelio según Mateo” de Pier Paolo Pasolini, que retratou essas memórias.

As uvas da cuvée Teodosio vêm de um vinhedo de 6 hectares localizado em Barile. Sua maturação é de 10 a 12 meses em barricas de carvalho francês de segundo e terceiro uso. O vinho ainda passará mais um mínimo de 12 meses em garrafa antes de sua venda.

DADOS BÁSICOS
DOC: Aglianico del Vulture
Safra: 2013
Casta: Aglianico
Teor alcoólico: 13%
Cultura: orgânica
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho rubi com reflexos violeta.
Nariz: intenso, remete a geleia de frutas, pimenta rosa, chocolate e amêndoas.
Boca: encorpado, com taninos macios e boa acidez.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°.
Harmonização: ideal para pratos estruturados, cozidos e com molhos. Costela suína assada ao molho da própria carne, polpetone ao molho de tomates, cozidos de carne com molhos.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 91

Avaliações dos Especialistas

  • RP 91

R$ 170,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 170,00

Descrição 1
As uvas do vinho La Jalousie são as primeiras a ser colhidas no Domaine du Closel, enquanto ainda estão crocantes e amarelo pálido, com uma boa acidez. Com intervenções mínimas da produtora durante a vinificação e um envelhecimento de 9 meses em tanque de aço sobre borras, se procura o lado mais fresco, frutado e jovial da casta Chenin blanc.

Descrição 2
O vinhedo familiar do Domaine Du Closel fica no Château des Vaults em Savennières, um grand Cru da região do Val-de-Loire. Inicialmente família de jardineiros, é com toda lógica que eles escolheram preservar e respeitar a biodiversidade do terroir. Decidiram mostrar, através dos vinhos autênticos e vivos deles, este amor pela terra que transmitem de geração em geração.

Evelyne de Pontbriand, na cabeça da produção desde 2001, decidiu trabalhar com cultura biodinâmica, dando a maior prioridade ao equilíbrio biológico e ao respeito pelo ritmo da natureza. As intervenções humanas são pouquíssimas durante as vinificações: as uvas, de qualidade perfeita, fermentam lentamente com as proprias leveduras da fruta. Cada vinho e cada safra tem a sua própria identidade e complexidade, tornando cada rótulo uma obra única.

DADOS BÁSICOS
AOC: Savennières
Safra: 2015
Castas: 100% Chenin blanc
Cultura orgânica/biodinâmica
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro claro com reflexos verdes.
Nariz: Aromático e sutil, frutas frescas e cítricas, flor de lima, boa mineralidade.
Boca: Expressivo, vivo, floral (toque de jasmim), pêssego, fim-de-boca mineral. Um vinho de extrema elegância.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10 º - 12 º
Harmonização: Aperitivo, frutos do mar, carne branca, peixes grelhados, queijo de cabra fresco.
Tempo de guarda: 6 anos.

PONTUAÇÃO
Wine Spectator 93
Wine & Spirits Magazine 91

Avaliações dos Especialistas
Wine Spectator 93
Green almond and plum notes give this a racy, slightly tangy edge before settling into a creamier back end, with verbena and mirabelle plum accents checking in. The pure, mineral-edged finish completes the picture. Drink now through 2030. 215 cases imported. –JM

  • WS 93
  • W&S 91

R$ 400,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 400,00

Descrição 1


Descrição 2
Domaine Rominger é, certamente, uma das vinícolas mais promissoras da Alsace, França. Fundada em 1970 por Armand Rominger e atualmente comandada por Claudine Rominger, tem arrancado ao longo dos anos suspiros e colecionado elogios dos críticos mais respeitados do planeta.
São 12 hectares de vinhedos Grand Crus cultivados de forma biodinâmica - cuja prática preserva a originalidade do terroir – localizados na comuna de Westhalten, Alto-Reno.
A Alsace é dividida em dois departamentos - Baixo-Reno e Alto-Reno – que somam cerca de 15.000 hectares de vinhedos. Os melhores vinhos provém da região central do Alto-Reno (onde os vinhedos da Domaine Rominger são cultivados), onde a altitude das montanhas Vosges protegem as vinhas das tempestades do Atlântico. O Alto-Reno é uma região de clima muito seco e quanto mais próxima das montanhas Vosges mais íngremes se tornam as encostas e consequentemente os vinhedos. Desta forma, se origina Rieslings complexos, ricos e potentes.

DADOS BÁSICOS
AOP: Alsace
Safra: 2017
Casta: Riesling
Teor alcoólico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml
Cultura biodinâmica

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo claro, reflexos verdes.
Nariz: Buquê delicado, com toque floral e mineral.
Boca: Seco, excelente acidez, muito elegante e delicado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8° - 10°
Tempo de guarda: 6 anos.
Harmonização: Peixe no papelote, frutos do mar, carpaccio de peixe branco.

Avaliações dos Especialistas

R$ 183,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 183,00

Descrigco 1
Exuberante expressão da qualidade do vinho branco desta denominação.
Descrigco 2
Coralie Goumarre se recusa a seguir regras rígidas e cria um Châteauneuf branco elegante e com muita personalidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Châteauneuf-du-Pape
Safra: 2016
Castas: Grenache Blanc, Clairette, Bourboulenc e Roussane
Cultura orgânica
Teor alcóolico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro claro.
Nariz: Elegante, forte mineralidade com frutas e flores brancas.
Boca: Fresco, fino e complexo. Boa persistência e grande final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12° a 14°
Harmonização: Peixes e carnes brancas. Queijos de cabra. Excelente também como aperitivo.
Tempo de guarda: até 2025.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 470,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 470,00

Descrigco 1

Descrigco 2


DADOS BÁSICOS

Áustria, Wachau
Tipo: Qualitätswein, Federspiel
Trocken
Safra: 2011
Casta: Riesling
Teor alcoólico: 12%
Açúcar residual: 2,3 g/l
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo limão.
Nariz: complexidade e intensidade impressionantes, oscilando entre toque defumado, notas de centeio fresco, de nozes e amêndoas torradas, e algo lembrando mármore e pedra molhada. Ainda vêm deliciosos aromas de compota de maçã, de pêssego branco, e algo exótico como maracujá e kinkan.
Boca: sedutor, fresca, sedosa, com leve sabor de alcaçuz, um amargor lembrando chá preto, pão grelhado, raspa de limão, deliciosa mineralidade, e especiarias como gengibre e pimenta verde. Incrível persistência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10º-12º.
Harmonização: culinária exótica, rica em especiarias, carne suína, leitão à Bairrada, pratos quentes de culinária japonesa, como kakuni don (arroz e barriga de porco) ou tonkatsu kare (filé suíno empanado e curry).
Tempo de guarda: 20 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Wine Spectator 89
Jancis Robinson 16
Wine Enthusiast 96
James Suckling 93

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 94
The 2011 Riesling Smaragd Vom Stein opens with the ripe charm and winning self-confidence of a warm vintage. Super clear, with ultra-ripe (not overripe though!) and concentrated fruit aromas on the nose along with floral and herbal flavors, there is no cool soul so far, since the baby-fruit takes it all. Full-bodied, rich and powerful on the palate, this is a very juicy but also pure and complex wine still full of finesse, fresh and very, very long. It is a mighty, firmly structured, but nevertheless, refreshing and very mineral as well as elegant Riesling full of energy and vibrancy. The finish is impressively long and filled with tension and the aging potential should be terrific. It's a great drinking experience today, and I suppose it will always be in the next 20 or 25 years.

Wine Enthusiast 96
A lovely, slightly funky, smokiness on the nose comes hand in hand with baked and bruised apple notes. Crushed notes of yarrow add an herbal frisson. The palate adds a creamy but focused ripeness, well tempered by integrated freshness. It is the texture here that captivates, alongside the complex flavors. This shows that a few years of bottle age are nothing on a good, light-footed Riesling. Enjoy this library release now through 2030.

James Suckling 93
This almost literally smells of history; the dried-apple, pear and candied-lemon aromas are very much of the kind I imagine a young riesling from the 19th century would have had. Six years maturation in wooden barrel have certainly made this medium-bodied wine more imposing, but also more subtle. From biodynamically grown grapes. Demeter certified. Drink or hold. Screw cap.

  • RP 94
  • WS 89
  • JR 16
  • WE 96
  • JS 93

R$ 379,90 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 379,90