País

Descrição 1
Le Ptit Coup é um Rosé de uma cor rosa claro sedutora, e aromas elegantes, delicados, frutados e frescos. Um vinho perfeito para o calor do verão!

Descrição 2
O Château du Donjon fica em Bagnoles, no Languedoc, perto da cidade medieval Carcassonne.
As gerações de viticultores se sucedem desde o século XV neste vinhedo familiar. Os Panis-Mialhe produzem com paixão, aliando o respeito pelos valores tradicionais à modernidade.
O Jean, na cabeça da vinícola desde 1996, faz prevalecer o caráter frutado e elegante dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
IGP: Cité De Carcassone
Safra: 2018
Castas: 50% Merlot, 25% Grenache, 25% Cinsault
Cultura: raisonnée
Teor alcoólico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rosa claro.
Nariz: delicado, fresco com bom volume aromático, frutado e muito equilibrado.
Boca. bom volume aromático, frutado e muito equilibrado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8 º - 10 º
Harmonização: aperitivo, saladas, camarões e peixes grelhados.
Tempo de guarda: 2 anos

Avaliações dos Especialistas

R$ 99,90 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 99,90

Descrição 1
Chablis é sinônimo de grandes Chardonnays. O Petit Chablis 2018 do Domaine du Chardonnay não faz exceção. Um nariz expressivo com notas cítricas e de frutas brancas, uma boca leve, viva e sedosa: é um branco intenso que acompanha pratos com sabores delicados a perfeição.

Descrição 2
Propriedade de 38 hectares de vinhas, o Domaine du Chardonnay foi criado em 1987 por Etienne Boileau, Christian Simon et William Nahan. Os três produtores decidiram juntar-se para unir e compartilhar seus conhecimentos. Com uma mistura de tradição e de modernismo, eles produzem vinhos brancos de grande qualidade.
O Domaine pratica uma agricultura "raisonnée" (minimização de uso de pesticidas), e os seus vinhos exprimem de forma pura a tipicidade do Chardonnay de Chablis.

A vinificação e o envelhecimento desta cuvée, feitos integralmente em tanques de inox com temperaturas rigorosamente controladas, permitem obter um Petit Chablis com muito frescor aromático e excelente mineralidade.

DADOS BÁSICOS
AOP: Petit Chablis
Safra: 2018
Casta: Chardonnay
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: ouro claro e pálido.
Nariz: aromas intensos com frutas brancas e cítricas, e um toque floral.
Boca: excelente acidez e mineralidade refrescante. Boa redondeza, textura aveludada e fim de boca com sutil presença de pedra de isqueiro.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10° - 12°.
Harmonização: salada, peixes de carne branca grelhados, espeto de camarão, queijo tipo Brie, ostras, vieiras grelhadas.
Tempo de guarda: 3 anos.

Avaliações dos Especialistas

R$ 179,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 179,00

Descrição 1
Esse Château Carlmagnus é uma perfeita representação da uva Merlot, que permite produzir vinhos perfumados e frutados.
Descrição 2
O vinhedo do Château de Carlmagnus é exclusivamente composto de Merlot. Arnaud Roux-Oulié, o proprietário, cuida pessoalmente de toda a produção, das vinhas até o engarrafamento.

DADOS BÁSICOS
AOC: Fronsac
Safra: 2015
Teor alcoólico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho profundo.
Nariz: aromas típicos de frutas pretas maduras e um toque de pão de especiarias.
Boca: intenso, redondo e frutado. Presença da madeira bem equilibrada e excelente persistência na boca.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16° - 18°
Harmonização: carne vermelha assada, pernil de cordeiro, escondidinho de pato.
Tempo de guarda: até 2026.

PONTUAÇÃO
James Suckling 91-92

Avaliações dos Especialistas
James Suckling 91-92
A fresh and fruity red with blackberry, blueberry and cherry flavors plus a salty, minerally undertone. Medium to full body. Crisp finish.


  • JS 91-92

R$ 285,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 285,00

Descrição 1
Um tinto da Côte Chalonnaise raçudo e estruturado, com excelente potencial de guarda: é um belo exemplo de Pinot Noir da Borgonha!
Descrição 2
Em 2002, Hélène Jaeger-Defaix herda de uma primeira parcela de vinhas em Rully 1er Cru e começa a ampliar a produção para perpetuar as tradições vitícolas ancestrais, na família desde o século XVI. Hoje, ela gerencia 4,5 hectares na AOP Rully, com um modo de cultura orgânico.

A safra 2017 entregou uvas de Pinot Noir com qualidade sanitária perfeita. Os tintos da safra possuem bela tipicidade da denominação e estrutura elegante.

DADOS BÁSICOS
AOP: Rully 1er Cru
Safra: 2017
Casta: 100% Pinot Noir
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi intenso.
Nariz: fresco, cheio de frutas vermelhas, com nuances de madeira bem integradas.
Boca: aveludado, fresco, equilibrado, suculento, refinado no sabor e estrutura, final longo e elegante.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-17°.
Harmonização: cordeiro grelhado, coelho a caçador, massas e risotos com carne vermelha.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2017 Rully 1er Cru Clos du Chapitre is showing well, displaying aromas of smoky cherries and berry fruit, followed by a medium to full-bodied, ample and fleshy palate with a succulent core of fruit that largely conceals its melting tannins.

Jancis Robinson 16,5
Bottled. Light crimson. Rich, scented red fruit entwined with what I think is some oak sweet spice. Generous, rounded and just slightly chewy on the finish but keeping its freshness.


  • RP 90
  • JR 16,5

R$ 390,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 390,00

Descrição 1
Um Chablis típico, com acidez refrescante e agradáveis notas de limão, amêndoa e flores brancas.

Descrição 2
Propriedade de 38 hectares de vinhas, o Domaine du Chardonnay foi criado em 1987 por Etienne Boileau, Christian Simon et William Nahan. Os três produtores decidiram juntar-se para unir e compartilhar seus conhecimentos. Com uma mistura de tradição e de modernismo, eles produzem vinhos brancos de grande qualidade.
O Domaine pratica uma agricultura "raisonnée" (minimização de uso de pesticidas), e os seus vinhos exprimem de forma pura a tipicidade do Chardonnay de Chablis.

A vinificação e o envelhecimento desta cuvée, feitos integralmente em tanques de inox com temperaturas rigorosamente controladas, permitem obter um Chablis com muito frescor e bela tipicidade.

DADOS BÁSICOS
AOP: Chablis
Safra: 2017
Casta: Chardonnay
Teor alcoólico: 12,8%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: ouro claro e pálido.
Nariz: flores brancas, sutil mineralidade, notas de cítricos.
Boca: rico e amplo, redondo, com boa mineralidade e frescor.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°.
Harmonização: peixe branco grelhado, lagostinha, queijos de cabra frescos.
Tempo de guarda: 5 anos.

Avaliações dos Especialistas

R$ 203,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 203,00

Descrigco 1

Descrigco 2
DADOS BÁSICOS
AOP: Châteauneuf-du-pape
Safra: 2017
Castas: 70% Grenache, 15% Syrah, 10% Cinsault, 5% Mourvèdre
Teor alcoólico: 15 %
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: perfumado, marcado pelas frutas vermelhas (cereja, morango) e alcaçuz.
Boca: redondo e frutado, taninos polidos, bela expressão de Grenache.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°.
Harmonização: cabrito ao forno, assados lentos, brasato, presunto ibérico.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Jancis Robinson 16,5

Avaliagues dos Especialistas
Rober Parker 94
Raised entirely in concrete, the 2017 Chateauneuf du Pape Clos du Calvaire is a blend of 70% Grenache, 15% Syrah, 10% Cinsault and 5% Mourvèdre. Full-bodied and silky-textured, it's a red-fruited triumph, boasting oodles of raspberries and gentle spice notes. It's expansive yet structured, delicate yet intense, just a terrific effort.

Jancis Robinson 16,5
Tasted blind. Some compost and earth beneath the red fruit on the nose, with light spiciness on the finish. Full and furry in structure, with moderate length but fairly forthright complexity for a young Châteauneuf. (RH)

  • RP 94
  • JR 16,5

R$ 340,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 340,00

Descrição 1
"Orris". Essa palavra catalã designa as cabanas de pastores que cercam os vinhedos do Domaine Boucabeille e que foram construidas com os xistos do terroir. É o branco de guarda da vinícola.
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Porque os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrarem a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de tratamentos.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere e nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOP: Côtes-Du-Roussillon
Safra: 2018
Castas: 60% Grenache Blanc, 40% Roussanne
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo limão.
Nariz: rico e ensolarado, acácia, frutas brancas maduras, cítricos, notas minerais.
Boca: vinho gastronômico, redondo, rico, acidez média.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°.
Tempo de guarda: 10 anos.
Harmonização: folhado de salmão, aves assadas, batatas sautée, risoto de legumes.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 370,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 370,00

Descrição 1
O nome "Les Terrasses" se refere ao cultivo tradicional das videiras em sistema de terraços, nas encostas das montanhas. Este tinto é uma expressão direta e pura do terroir, com caráter primário, frutado e suculento.
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Porque os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrarem a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de tratamentos.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere e nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOP: Côtes-Du-Roussillon Villages
Safra: 2017
Castas: 50% Grenache Noir, 50% Syrah
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi com reflexos púrpura.
Nariz: cereja preta, frutas vermelhas.
Boca: tanino redondo e finos, equilibrado, frutas vermelhas suculentas.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°.
Tempo de guarda: 6 anos.
Harmonização: pratos com molho, atum grelhado, pratos orientais como yakissoba, empanadas de carne.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 153,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 153,00

Pauillac, Grand Cru Classé
Descrição 1
Produzido em Pauillac - um dos solos mais privilegiados de Bordeaux - Château Haut-Bages Liberal Pauillac 2014 foi elaborado à base de Cabernet Sauvignon e Merlot, um corte que promete riqueza e potência.
Descrição 2
A origem do nome Château Haut-Bages Liberal está ligado à família Liberal – fundadores da vinícola - que governou a área no início do século 18. Ao longo do tempo pertenceu também à família Cruse, responsável pelo melhoramento das vinhas e, hoje, pertence à Claire Villars-Lurton que conduz a propriedade com o auxílio do competente enólogo Eric Boissenot.

Château Haut-Bages Liberal modernizou-se e aprimorou-se em viticultura sustentável garantindo, não só, a qualidade dos vinhos, como também o equilíbrio do ecossistema e a entrega do verdadeiro terroir de Pauillac, onde está enraizada. Pauillac fica na margem esquerda de Bordeaux, dentro de Médoc, e é berço de vinhos potentes, concentrados e longevos, com perfil mineral e aromas profundos. Três dos cinco primeiros vinhedos (classificados em 1855) estão nesta AOP. Pauillac tem solo profundo e cascalhoso por conta de sua proximidade com o Gironde e o riacho que o separa de St-Estèphe. Este tipo de solo é ideal para uvas de maturação tardia como a Cabernet Sauvignon.

DADOS BÁSICOS
AOP: Pauillac
Safra: 2014
Casta: 71% Cabernet Sauvignon, 29% Merlot
Teor alcoólico: 13,5%

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho intenso.
Nariz: vivo e complexo, com frutas vermelhas e negras, trufa branca, cacau torrado.
Boca: concentrado, taninos de qualidade, textura sedosa e untuosa, frescor e mineralidade.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°.
Harmonização: cordeiro, coelho em molho, filé mignon com molho de cogumelos, carne grelhada com molho agridoce.
Tempo de guarda: 15 anos.
Decantar: sim; durante 1 hora antes de servir.

PONTUAÇÕES
James Suckling 95
Jancis Robinson 17
Wine Enthusiast 93
Avaliações dos Especialistas
Jancis Robinson 17
Tasted blind. Mid crimson. Stonily aromatic – almost smells like a St-Estèphe. Then some lively dancing fruit on the palate. Rather distinctive – as though following a different, more refreshing recipe than the rest. New wave?

James Suckling 95
Aromas of cassis bush and wet earth with oyster shell. Medium to full body, firm and juicy tannins and a delicious finish. A well-rounded wine. Fantastic depth. From biodynamically grown grapes. Try drinking in 2020.

Wine Enthusiast 93
The estate, under the direction of Claire Lurton, continues its slow regular progress. In this vintage, the emphasis is on the fruit, which is forward and full of black-currant flavors. There is a good medium-term potential to this ripely attractive wine. Drink starting from 2022.

  • JS 95
  • JR 17
  • WE 93

R$ 672,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 672,00

Descrição 1
O Château Tayet goza de um terroir excepcional, no sul da AOC Margaux, conhecida pelos seus vinhos elegantes. Este tinto, que já tem belas notas de evolução, representa a combinação perfeita entre Merlot e o Cabernet Sauvignon: o buquê sedutor do primeiro, e a estrutura sólida trazida pelo segundo.

Descrição 2
O Château Tayet pertence à família belga De Mour (proprietária de vários Châteaux em diferentes AOC de Bordeaux). O vinhedo de 10 hectares fica em Macau, na fronteira com o vinhedo de Margaux.

As vinhas crescem em solo argilo-limoso na beira do rio Garonne. Resultam vinhos finos, e elegantes, mas com boa complexidade e sempre muito frescor aromático.

DADOS BÁSICOS
AOP: Bordeaux Supérieur
Safra: 2016
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho brilhante.
Nariz: notas de baunilha e tabaco, concentração de frutas pretas e vermelhas maduras.
Boca: muito elegante com boa vivacidade, taninos redondos. Belo equilíbrio entre a fruta do Merlot e a estrutura do Cabernet Sauvignon.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16° - 18°
Harmonização: carne bovina grelhada, cordeiro assado, ensopado de lentilhas com linguiça, queijos de massa mole (brie, camembert...).
Tempo de guarda: até 2025.

PONTUAÇÃO
Jancis Robinson 16+
James Suckling 87

Avaliações dos Especialistas
Jancis Robinson 16+
Deep purplish crimson. Light nose of ripe black fruits with a light dusting of black pepper. Marked structure and ambition with fine tannins well in evidence as well as enough acidity to counterbalance the fruit. A certain chalkiness of texture. Good for classicists.
James Suckling 87
Impressive, bright red cherries on the nose that lead to a punchy, fresh raspberry-flavored palate with light, confected style. Drink now.

  • JR 16+
  • JS 87

R$ 179,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 179,00

Descrição 1
Um tinto frutado e fresco que promete deliciosos momentos.
Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2017
Corte: Aragonez, Trincadeira, Touriga Nacional, Syrah
Teor alcoólico: 13,3%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: frutas vermelhas suculentas.
Boca: complexidade de frutos silvestres, boa estrutura, mostrando taninos jovens e final médio.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°.
Harmonização: carnes vermelhas com pouca gordura, massas com ragu ou queijos curados.
Tempo de guarda: 8 anos.

PONTUAÇÃO
International Wine Award 2018: Medalha de Bronze

R$ 94,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 94,00

Descrição 1
A cepa Baga entregou um tinto profundo, estruturado, com uma expressão intensa da fruta. 
Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2017
Corte: 100% Baga
Teor alcoólico: 13,3%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: frutas vermelhas silvestres, ligeira madeira.
Boca: complexidade de frutos silvestres. Boa estrutura, mostrando taninos jovens.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-18°.
Harmonização: pratos de carne caça, carnes vermelhas ou queijos curados.
Tempo de guarda: 8 anos.

PONTUAÇÃO
International Organic Wine Award 2018: Medalha de Ouro
International Wine Award 2018: Medalha de Prata
AWC Vienna 2019 : Seal of Approval

R$ 155,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 155,00

Descrição 1
Belo exemplo de vinho varietal de Aragonez, com boa estrutura, notas vegetais e de frutos pretos.
Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2017
Corte: Aragonez
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: notas de frutos pretos, com ligeira madeira.
Boca: complexidade de frutos silvestres, toque de chocolate amargo. Boa estrutura, com ligeira adstringência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-18°.
Harmonização: pratos de carne caça, carnes vermelhas ou queijos curados.
Tempo de guarda: 2 anos.

PONTUAÇÃO
International Organic Wine Award 2018: Medalha de Ouro

R$ 155,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 155,00

Descrição 1
O lado mais atraente da Fernão Pires: um branco harmonioso, redondo e perfumado. 

Descrição 2
A Quinta do Montalto inicia suas atividades em 1880 e é pertencente à mesma família há 5 gerações. Possui na sua totalidade cerca de 50 hectares, entre vinhas, olivais, pomares e florestas, formando um magnífico mosaico na paisagem. Inserida na grande região vitivinícola de Lisboa, os cerca de 15,5 hectares de vinhas implantadas em encostas de solos argilo-calcários com excelente exposição solar, produzem vinhos com direito à Denominação de Origem Encostas D’Aire.

Localizada no centro do país na região de Ourém, perto de Fátima, e com uma longa tradição vitivinícola, a Quinta do Montalto possui uma grande variedade de castas, sendo a Aragonez e a Fernão Pires as mais representativas das uvas tintas e brancas, respectivamente.
Existem também encepamentos de Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Baga, Alicante Bouchet, Castelão, Moreto, Cabernet Sauvignon, Arinto, Rabo de Ovelha e Olho de Lebre.

A obtenção de produtos regionais, verdadeiramente genuínos, e de paladar único, tem pautado o trabalho e dedicação de toda a família e de todos os trabalhadores. Sem deixar de lado as preocupações ambientais, todas as culturas na Quinta do Montalto são, desde 1997, conduzidas e tratadas obedecendo às normas de Agricultura Biológica com o controlo da ECOCERT-PORTUGAL, ou seja, não são utilizados adubos químicos, herbicidas, inseticidas, fungicidas e outros produtos químicos de síntese.
Além disso, por não utilizarem qualquer produto de origem animal, todos os nossos vinhos são aptos para uma dieta vegana, estando registados na “The Vegan Society”, uma associação sediada no Reino Unido.

DADOS BÁSICOS
VR Lisboa
Safra: 2018
Corte: Fernão Pires
Teor alcoólico: 12,4%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: palha com reflexos esverdeados.
Nariz: fruta amarela madura e especiarias, com ligeiros aromas de madeira.
Boca: untuoso e ainda assim fresco, com excelente estrutura.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12°.
Harmonização: peixes gordos, aves grelhadas e assadas.
Tempo de guarda: 2 anos.

R$ 149,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 149,00

  Descrição 1
Grande corpo, grande estrutura e acidez no ponto, num equilíbrio perfeito tão característico da região.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2017
Castas: cerca de 15 variedades tradicionais da região (Encruzado, Malvasia-Fina, Bical, Rabo-de-Ovelha, Siria, Fernão Pires...)
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo com reflexos esverdeados.
Nariz:
aromas balsâmicos com notas cítricas, melão, pera e rosas.
Boca:
um branco estruturado, encorpado, com acidez no ponto e equilíbrio perfeito.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°.
Harmonização:
queijo, massas e alguns pratos italianos, assim como peixes gordos (bacalhau, salmão, atum). Também acompanha bem pratos de carnes brancas.
Tempo de guarda:
10 anos.

Avaliações dos Especialistas

R$ 154,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 154,00

Descrição 1
A excelência da casta Encruzado, a casta branca mais nobre do Dão. Floral e mineral, fresco e estruturado, o equilíbrio sob a forma de vinho.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2016
Castas: Encruzado
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,2%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo limão.
Nariz:
floral e mineral.
Boca:
a nobre casta Encruzado entrega um vinho fresco e estruturado: o equilíbrio sob a forma de vinho.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°-12°.
Harmonização:
queijo meio curados, lagosta com molho de manteiga, risoto de abóbora.
Tempo de guarda:
10 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 203,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 203,00

Descrição 1
Uma cor rosa maravilhosamente equilibrada, cheio de aromas frescos de frutas vermelhas, texturas e sabores cerejantes, delineados com acidez fresca, é um belo Rosé gastronômico.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2018
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Jaen, Alfrocheiro, Água-Santa e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
11,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
alaranjado.
Nariz:
intenso, de framboesa, maçã vermelha e morango.
Boca:
fresco e complexo, com final longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
10°.
Harmonização:
sushi, comida japonesa mais condimentada, saladas variadas, churrasco.
Tempo de guarda:
5 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 154,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 154,00

Descrição 1
Lote de muitas castas provenientes de várias parcelas de vinha com diferentes idades, altitudes e exposições. Aromas de floresta e caruma…um verdadeiro blend do Dão.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2015
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água-Santa, Tinta-Pinheira, Baga.e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso buquê de frutos vermelhos maduros, amora, cassis e cereja.
Boca:
vibrante, com taninos firmes, maduros e um longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°.
Harmonização:
perfeito com carnes grelhadas ou assadas. Também acompanha bem queijos fortes.
Tempo de guarda:
8 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 159,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 159,00

Descrição 1
A “memória” das memórias. Vinha velha, castas misturadas, espécie de catálogo ampelográfico, a diversidade no seu esplendor. Cerca de 30 variedades co-plantadas e vinificadas em simultâneo. Vinho autêntico, extremamente personalizado e elegante.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2015
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água-Santa, Tinta-Pinheira, Baga e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
14%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso buquê de flores e bosque, com notas de vegetais e tangerina.
Boca:
caráter vivo e fresco, com taninos muito elegantes e de grande complexidade aromática, resultante da presença de várias castas.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
risoto de cogumelos frescos, caça de pena, como faisão.
Tempo de guarda:
15 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 379,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 379,00

Descrição 1
Elegância, frescura e terroir, características da região, num blend com predominância da mais nobre casta do Dão: a Touriga-Nacional. Complexidade, riqueza aromática e longevidade estão garantidas!

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2014
Castas: 70% de Touriga Nacional e 30% de outras castas misturadas (Jaen, Baga, Água Santa, Alfrocheiro, Trincadeira e outras)
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso bouquet de frutos vermelhos maduros, geleia e ameixas com notas de especiarias.
Boca:
vivo, com taninos firmes e maduros. Grande complexidade e um longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
perfeito para acompanhar carnes como o cabrito, assim como vitela estufada ou no forno. Também acompanha queijos com sabor forte.
Tempo de guarda:
15 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 315,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 315,00

Descrição 1
O segundo vinho do Château Potensac é um Bordeaux tradicional que se destaca pela sua elegância, frescor e equilíbrio. 
Descrição 2
DADOS BÁSICOS
AOP: Médoc
Safra: 2011
Casta: 56% Merlot, 30% Cabernet Sauvignon, 8% Cabernet Franc, Carménère 5%, Petit Verdot 1%
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: frutas pretas, ameixa fresca, especiaria doce, toque floral.
Boca: perfeitamente equilibrado, com frescor e estrutura, expressão de fruta vermelha fresca suculenta.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:17°.
Harmonização: pato assado, cernes como bife de chorizo e ancho grelhadas, queijos curados, galinhada.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Wine Enthusiast 88
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 88
Soft, round and juicy, this is a wine meant to be drunk young. It has light tannins, fresh with berry fruits and black currants. Drink now.

Jancis Robinson 16,5
56% Merlot, 30% Cabernet Sauvignon, 8% Cabernet Franc, 5% Carmenère, 1% Petit Verdot. 10% new oak. First year that Carmenère has been included. Red fruit and light, fresh spice. A touch floral. Lovely fresh acidity and very scented on the palate. Really juicy and accessible with soft structure – acidity is more the structure than the tannins, which are soft and fresh. (JH)


  • WE 88
  • JR 16,5

R$ 189,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 189,00

Descrição 1
O grande vinho do Château Haut-Breton Larigaudière, Margaux Cru Bourgeois, provem de um terroir de exceção. Com mais de 70% de Cabernet Sauvignon, ele oferece uma fineza aromática excepcional. Estruturado mas elegante, equilibrado com taninos firmes mas sedosos, este tinto rivaliza com os melhores vinhos da denominação.

Descrição 2
O Château Haut-Breton Larigaudière pertence à família belga De Mour (proprietária de vários Châteaux em diferentes AOPs de Bordeaux).

DADOS BÁSICOS
AOP: Margaux
Safra: 2015
Castas: 73% Cabernet Sauvignon, 18% Merlot, 9% Petit Verdot
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi intenso.
Nariz: vinho classudo, buquê elegante marcado pelas frutas vermelhas e aromas trazidos pela maturação em barrica.
Boca: poderoso e amplo, com impressionante frescor.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º-18º.
Harmonização: queijos meio-cura, risoto de cogumelos, caça de pena.
Tempo de guarda: 15 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 88
James Suckling 91
Jancis Robinson 16,5
Wine Enthusiast 90
Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 88
Tasted at the Cru Bourgeois annual tasting, the 2015 Chateau Haut Breton Larigaudiere has a clean and pure bouquet with redcurrant and cranberry fruit, the oak nicely integrated and gaining volume with aeration. The palate is medium-bodied with supple tannin, not the most complex Margaux Cru Bourgeois but balanced and easy-drinking in style. Though I would have liked more structure and clarity on the finish, this will drink well over the next six to eight years. Tasted September 2017.

James Suckling 91
Plenty of chocolate and black fruit with lively acidity make this wine very appealing, but there’s nothing superficial about it. The finish is long, crisp and long. Drink or hold.

Jancis Robinson 16,5
Chocolate, black fruit, lovely wood spice notes, fine tannin, fresh acid. Everything in good proportion. Perhaps lacks the thrill factor, but delivers very reliable savoury bordeaux goodness. (RH)

Wine Enthusiast 90
With vines in Soussans, in the northern part of the Margaux appellation, this family estate has produced a ripe, fruity wine. Its structure is still firmly in place, giving a dense wine that will need to age and broaden out. Drink from 2022.

  • RP 88
  • JS 91
  • JR 16,5
  • WE 90

R$ 435,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 435,00

Descrigco 1
O Château Sociando-Mallet é tradicionalmente um vinho de longa guarda, e pode ser degustado com muito prazer depois de 30 anos em garrafa, beneficiando do tempo para ganhar em harmonia e complexidade.

Descrigco 2
Localizado a algumas fileiras de vinhas de Saint-Estèphe, à beira do rio Gironde, em um belo solo de cascalho digno de um "Cru Classé"; Nas palavras do seu proprietário Jean Gautreau: "O castelo estava em muito mau estado, mas essa bela vista sob o Gironde me seduziu", assim o comprou por acaso em 1969. Intrigado com os resultados surpreendentes obtidos pelo castelo nas degustações às cegas, percebeu que as vinhas tinham uma excelente exposição ao sol, resultando em um vinho rico, cheio de sabores e incrível equilíbrio.

DADOS BÁSICOS
AOP: Haut-Médoc
Safra: 2012
Castas: 55% Cabernet Sauvignon, 40% Merlot, 5% Cabernet Franc
Teor alcoólico: 13,3%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho profundo com reflexos púrpura.
Nariz: complexo com boa presença de frutas maduras.
Boca: profundo, estruturado com taninos elegantes e boa acidez.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º.
Harmonização: perfeito com carnes vermelhas, queijos, champignons, presunto cru e legumes.
Tempo de guarda: até 2030.

PREMIAÇÕES
  • RP 88-90
  • DEC 17
  • WS 88-91


  • Avaliagues dos Especialistas
    Robert Parker 88-90
    A noteworthy success for this conscientiously run property that has overperformed for much of my 35-year career, the black/purple-hued 2012 Sociando Mallet reveals notes of camphor, black truffles, asphalt and abundant blue and black fruits. Layered, rich and concentrated with sweet tannin and a more forward, precocious personality than is normal for this estate, it should drink well for 10-12 years.

    Decanter 17
    Dense colour, strikingly pure Cabernet cassis nose, richness of fruit and firmness of ripe tannins, a wine of real class and as usual one of the very best Haut-Medocs.

    Wine Spectator 88-91
    Delivers a solid core of blueberry and blackberry fruit, with an ample coating of toast. A graphite edge courses through the finish.

    • RP 88-90
    • DEC 17
    • WS 88-91

    R$ 620,00 /gf

    X

    Adicionar ao carrinho

    • Garrafa(s)

    R$ 620,00

    Descrigco 1
    Château Peyrabon é um Cru Bourgeois com muita personalidade: seduz pela sua generosidade, com notas de frutas negras maduras. A sua estrutura e riqueza são a marca dos grandes vinhos da denominação.

    Descrigco 2
    “Unir o melhor da tradição, aliando justa dose de inovação para criar grandes vinhos, revelando a expressão do terroir, essa é a ambição do Château".

    DADOS BÁSICOS
    AOP: Haut-Médoc
    Safra: 2016
    Castas: : 67 % Cabernet Sauvignon, 27% Merlot, 4% Petit Verdot, 2% Cabernet Franc
    Teor alcoólico: 13%
    Tamanho da garrafa: 750ml

    DEGUSTAÇÃO
    Cor: púrpura.
    Nariz: generoso, frutas pretas, mirtilo, amora.
    Boca: taninos finos, frescor, excelente acidez, estruturado e elegante, toque especiado do Cabernet Sauvignon bem maduro, fruta vibrante.

    CONSELHOS PARA SERVIR
    Temperatura: 18º.
    Harmonização: bochecha de porco confitada, peru assado, coq au vin, lombo suíno assado.
    Tempo de guarda: 10 anos.

    PREMIAÇÕES
  • RP 87-89
  • WE 91
  • VN 91


  • Avaliagues dos Especialistas
    Robert Parker 87-89
    The 2016 Peyrabon has a feminine and pure bouquet with red cherries and wild strawberry fruit. The oak here is present but neatly interwoven with pressed flower notes developing with time in the glass. The palate is medium-bodied with a fleshy entry. The acidity is nicely judged, although the light structure suggests that this Haut-Médoc will probably drink earlier than many.

    Wine Enthusiast 91
    With its high proportion of Cabernet Sauvignon, this wine has a good structure and ripe, generous black-currant flavors. Its fresh character gives juiciness that contrasts with the rich fruits. It's a wine with tannins and aging potential. Drink from 2023.

    Vinous 91
    The 2016 Peyrabon has a finely detailed bouquet with blackberry, raspberry, pressed flower and mineral aromas. This exudes class. The palate is well balanced with fine grain tannin, one of the more saline Cru Bourgeois with touches of oyster shell and spice towards the poised, edgy finish. Very fine. Tasted at the Cru Bourgeois tasting in London.

    • RP 87-89
    • WE 91
    • VN 91

    R$ 248,00 /gf

    X

    Adicionar ao carrinho

    • Garrafa(s)

    R$ 248,00