País

Descrição 1
Um admirável Palo Cortado: parcialmente maturado com véu de Flor, parcialmente sem, ele tem o estilo rico de Oloroso, combinado com o frescor de Fino.

Descrição 2
O boom da indústria vitivinícola em Jerez de la Frontera atraiu comerciantes do mundo inteiro no fim do século XVIII mas foi um espanhol, Juan Sánchez de la Torre, que estabeleceu as bases da empresa Sánchez Romate Hermanos em 1781. É uma das poucas vinícolas da região que segue, até hoje, propriedade de jerezanos. Com o tempo, a bodega cresceu e se adaptou aos sucessivos avances técnicos, sempre mantendo o respeito a tradição elaborada.
Eles cresceram independentes, e acumulando grandes reconhecimentos que atestam da integridade e seriedade da companhia: em 1909, por exemplo, foi nomeada provador da Câmara dos Lordes do Reino Unido; um pouco depois, alcançou o título de provador do Sagrado Palácio Apostólico do Vaticano.

Hoje, os vinhos e brandies de Sánchez Romate mantém a sua vocação internacional, com uma firme vontade de expansão para os cinco continentes.
A produção de Sánchez Romate é meticulosas ao extremo, aproveitando todo o que a naturaleza tem de oferecer, desde a terra branca de albariza, a luz e o ar da Andaluzia  ocidental, as variedades palomino, airén e pedro ximénez, e um microclima de caráter único.
Todas as etapas de elaboração respeitam as tradições: o envelhecimento em nobres barricas de carvalho americano, a destilação dos brandies em alambiques de cobre e o característico sistema de soleras e criadeiras.
Esta elaboração original convive com um constante esforço de modernização. Desde o vinhedo, e até o engarrafamento, a vinícola assume um compromisso com a excelência do produto e do serviço, assegurando propriedades organolépticas perfeitas, e mantendo a proximidade com os clientes. Com estes valores, Sánchez Romate adquiriu a fidelidade de várias gerações de consumidores.

O Palo Cortado é um estilo de Sherry bem particular. Começa a maturação com o tradicional véu de Flor, sendo destinado a ser engarrafado como Fino ou Amontillado. Mas durante o processo de maturação, a Flor pode desaparecer e o Sherry começar a oxidar: o vinho continua com o estilo seco e salino dos Finos mas a complexidade riqueza do Oloroso. Assim nasce o Palo Cortado.

DADOS BÁSICOS
DO: Jerez
Tipo: Palo Cortado - Generoso
Castas: Palomino Fino
Tempo de maturação: +15 anos de solera
Teor alcoólico: 20%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: âmbar profundo com reflexos dourados.
Nariz: atrativo com aromas típicos de madeira, amêndoas e nozes, algo de marzipã.
Boca: seco, uma picante suavidade. Encontramos as mesmas características que no nariz, de amêndoas tostadas e frutos secos, uma leve adstringência vindo da madeira. Um Palo cortado clássico e classudo!

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12º.
Harmonização: queijos intensos, frutas secas, guisados e carnes de caça em geral.
Tempo de guarda: 3 anos.

PREMIAÇÕES

Wine Spectator 89
Jancis Robinson 16

Avaliações dos Especialistas
Wine Spectator 89
There's a richness here offsetting the firm structure, but the iodine and roasted walnut notes shine on the finish. Caramel, burnt molasses and tobacco round out the flavor spectrum. Drink now. 1,750 cases made.

Jancis Robinson 16
8-20 years old. RS < 2.5 g/l. Colour of walnut skin. Very distinct aroma, almost a little burnt as if caramelised oranges have caught on the bottom of the pan. Savoury, a little bitter but with a savoury smoky intensity on the palate. A bit hard on the finish. (JH)

  • WS 89
  • JR 16
  • 1  |  R$ 314,00 /gf
  • 6  |  R$ 314,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 314,00 Garrafa(s)

  • R$ 314,00 Garrafa(s)

R$ 314,00

Descrição 1
Quinta de Lemos é uma das casas de vinho mais promissoras do Dão. Pierre de Lemos (proprietário) e Hugo Chaves (enólogo) investem e dedicam-se incansavelmente a produzir o melhor vinho do país e, acredite, esses frutos já estão sendo colhidos. Neste exemplar produzido com a uva Alfrocheiro, nativa do Dão, você reconhecerá aromas de morangos, cerejas e amoras frescas, um toque de terra úmida e flor. O sabor, também frutado, nos oferece vivacidade, elegância e concentração. Raramente você encontrará um Alfrocheiro tão surpreendente quanto este.
Descrição 2
Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo, apesar da grande área, Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema.

O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o terroir do Dão.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2010
Casta: Alfrocheiro
Teor alcoólico: 14,5%
Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: aroma intenso que remete a morangos, cerejas e amoras frescas, terra úmida e flor.
Boca: o sabor também frutado nos oferece, além das frutas, frescor, elegância e concentração. Tudo no mais perfeito equilíbrio.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: risoto de cogumelos, costela suína na brasa com legumes assados, lombo de bacalhau assado, lasanha de berinjela e ravioli de cordeiro com o molho do próprio assado. Queijos e embutidos também acompanham bem este tinto.
Tempo de guarda: até 2025.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Wine Enthusiast 89
Revista dos Vinhos 17
Decanter World Wine Award 2017 86

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2010 Alfrocheiro was aged in French oak for 18 months (only three months new). Not showing quite as much concentration as the Jaen, also reviewed, this adds a silky texture and the same backbone. This didn't show so well at first, as it seemed mute and a touch thin. It fleshed out gradually and came together very well. It developed beautifully, showing refinement and elegance. This is a well-priced group of wines that will be appealing to Burgundy lovers. I used the same descriptors often because there is a similarity in style: they are always elegant and balanced, finishing with flavor and starting with finesse. At these prices, all I can say is....snap them up.

Wine Enthusiast 89
This is an aromatic wine, one of a series of four wines featuring the major red grapes of the Dão. It is ripe, fruity with soft tannins and juicy acidity. Red berry fruit and a balanced structure give a fragrant wine that is ready to drink.

Revista dos Vinhos 17
Aroma mais aberto que o habitual nos vinhos deste produtor, muito floral, violetas, ligeiro químico e nota de amêndoa amarga. Prova de boca intensa, bagas negras, cheio de sabor, muito polida mas com garra. Sedoso até ao final, sempre persistente, um Alfrocheiro moderno e muito apelativo.

  • RP 90
  • WE 89
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 260,00

Descrição 1
O nome Fino Perdido se refere ao fato que este fino seja mais escuro e rico que o normal devido a uma maturação mais longa em barris de Sherry.

Descrição 2
O boom da indústria vitivinícola em Jerez de la Frontera atraiu comerciantes do mundo inteiro no fim do século XVIII mas foi um espanhol, Juan Sánchez de la Torre, que estabeleceu as bases da empresa Sánchez Romate Hermanos em 1781. É uma das poucas vinícolas da região que segue, até hoje, propriedade de jerezanos. Com o tempo, a bodega cresceu e se adaptou aos sucessivos avances técnicos, sempre mantendo o respeito a tradição elaborada.
Eles cresceram independentes, e acumulando grandes reconhecimentos que atestam da integridade e seriedade da companhia: em 1909, por exemplo, foi nomeada provador da Câmara dos Lordes do Reino Unido; um pouco depois, alcançou o título de provador do Sagrado Palácio Apostólico do Vaticano.

Hoje, os vinhos e brandies de Sánchez Romate mantém a sua vocação internacional, com uma firme vontade de expansão para os cinco continentes.
A produção de Sánchez Romate é meticulosas ao extremo, aproveitando todo o que a naturaleza tem de oferecer, desde a terra branca de albariza, a luz e o ar da Andaluzia  ocidental, as variedades palomino, airén e pedro ximénez, e um microclima de caráter único.
Todas as etapas de elaboração respeitam as tradições: o envelhecimento em nobres barricas de carvalho americano, a destilação dos brandies em alambiques de cobre e o característico sistema de soleras e criadeiras.
Esta elaboração original convive com um constante esforço de modernização. Desde o vinhedo, e até o engarrafamento, a vinícola assume um compromisso com a excelência do produto e do serviço, assegurando propriedades organolépticas perfeitas, e mantendo a proximidade com os clientes. Com estes valores, Sánchez Romate adquiriu a fidelidade de várias gerações de consumidores.

Cada barril de Fino é único: fermenta e matura com uma flor diferente dependendo da umidade, temperatura e ar circulando na vinícola. Os melhores 15 barris de Fino do produtor foram escolhidos para a engarrafar este Fino Perdido, que maturou 8 anos com véu de flor. Vinho de grande complexidade, é uma edição limitada.

DADOS BÁSICOS
DO: Jerez
Tipo: Fino Perdido - Generoso
Castas: Palomino Fino
Tempo de maturação: 8 anos de solera
Teor alcoólico: 15%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: dourado.
Nariz: intenso e complexo, com as tradicionais notas salinas. Amêndoas defumadas, aromas elegantes e frescos de cítricas, frutos secos, de mel e de tostado.
Boca: muito elegante, expansão lenta da acidez, profundo, generoso. Um vinho raro, que convida para momentos de calma e reflexão.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 7º.
Harmonização: extremamente versátil e companheiro de todos os momentos. Maravilhoso com peixes e frutos do mar.
Tempo de guarda: 2 anos.

PREMIAÇÕES

Robert Parker 92
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
This is a new bottling of the NV Fino Perdido 1/15 from Sánchez Romate, but unfortunately the bottling, or saca, date is not obvious on the label and it's just a coded lot number (L17094, I guess day number 94 of 2017). This is in line with my last tasting, during which the oak had virtually disappeared and the wine was gaining old Fino character. 6,000 bottles produced.

Jancis Robinson 16,5
Bottled on the 94th day of 2017 and labelled 1/15, ie one of 15 barrels. The wines are around eight years old and it borders on an Amontillado Fino. Effectively an en rama though not labelled as such. Pale gold and with an aroma that invades the room even just after it has been poured. Intense aroma that is both bready/yeasty and suffused with hay and dried grasses but also a saline quality that tells you we are in Jerez. Bone dry but with so much flavour it has almost a touch of caramel on the palate, and still all that yeasty, salty intensity. It is more full-flavoured than elegant but VVGV. An underpriced wonder with impressive persistence and chock full of character. Mouth-watering even though the acidity is typically modest. (JH)

  • RP 92
  • JR 16,5
  • 1  |  R$ 157,00 /gf
  • 6  |  R$ 157,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 157,00 Garrafa(s)

  • R$ 157,00 Garrafa(s)

R$ 157,00

Descrição 1
Ébano escuro, denso, olfato suave, delicadeza... as uvas Pedro Ximénez conferem doçura e untuosidade a este vinho de elegância ímpar.

Descrição 2
O boom da indústria vitivinícola em Jerez de la Frontera atraiu comerciantes do mundo inteiro no fim do século XVIII mas foi um espanhol, Juan Sánchez de la Torre, que estabeleceu as bases da empresa Sánchez Romate Hermanos em 1781. É uma das poucas vinícolas da região que segue, até hoje, propriedade de jerezanos. Com o tempo, a bodega cresceu e se adaptou aos sucessivos avances técnicos, sempre mantendo o respeito a tradição elaborada.
Eles cresceram independentes, e acumulando grandes reconhecimentos que atestam da integridade e seriedade da companhia: em 1909, por exemplo, foi nomeada provador da Câmara dos Lordes do Reino Unido; um pouco depois, alcançou o título de provador do Sagrado Palácio Apostólico do Vaticano.

Hoje, os vinhos e brandies de Sánchez Romate mantém a sua vocação internacional, com uma firme vontade de expansão para os cinco continentes.
A produção de Sánchez Romate é meticulosas ao extremo, aproveitando todo o que a naturaleza tem de oferecer, desde a terra branca de albariza, a luz e o ar da Andaluzia  ocidental, as variedades palomino, airén e pedro ximénez, e um microclima de caráter único.
Todas as etapas de elaboração respeitam as tradições: o envelhecimento em nobres barricas de carvalho americano, a destilação dos brandies em alambiques de cobre e o característico sistema de soleras e criaderas.
Esta elaboração original convive com um constante esforço de modernização. Desde o vinhedo, e até o engarrafamento, a vinícola assume um compromisso com a excelência do produto e do serviço, assegurando propriedades organolépticas perfeitas, e mantendo a proximidade com os clientes. Com estes valores, Sánchez Romate adquiriu a fidelidade de várias gerações de consumidores.

O Pedro Ximénez Duquesa passou mais de 8 anos em barricas de carvalho americano. Apesar de jovem ainda, é um vinho classudo e denso, com a complexidade necessária para fazer parte dos vinhos Reservas Especiales de Sánchez Romate.

DADOS BÁSICOS
DO: Jerez
Tipo: Doce Natural
Castas: Pedro Ximénez Tempo de maturação: +8 anos de solera
Teor alcoólico: 18%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ébano escuro, densa.
Nariz: frutado e muito complexo, com frutas passas, ameixa seca, figo em calda, caramelo e notas tostadas, com algo de café e canela.
Boca: cheio e denso, com doçura untuosa. Deliciosa predominância de frutas passas, toques de mel, realçado por notas de madeira e de café. Uma leve acidez, que remete a frutas cítricas, traz um perfeito equilíbrio. Fantástica persistência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12º.
Harmonização: queijo azul, sobremesa com chocolate, sorvete.
Tempo de guardo: 4 anos.
Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 231,00 /gf
  • 6  |  R$ 231,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 231,00 Garrafa(s)

  • R$ 231,00 Garrafa(s)

R$ 231,00

Descrição 1
Sua cor escura guarda aromas embriagadores. Um grande vinho de sedução.
Descrição 2
O boom da indústria vitivinícola em Jerez de la Frontera atraiu comerciantes do mundo inteiro no fim do século XVIII mas foi um espanhol, Juan Sánchez de la Torre, que estabeleceu as bases da empresa Sánchez Romate Hermanos em 1781. É uma das poucas vinícolas da região que segue, até hoje, propriedade de jerezanos. Com o tempo, a bodega cresceu e se adaptou aos sucessivos avances técnicos, sempre mantendo o respeito a tradição elaborada.
Eles cresceram independentes, e acumulando grandes reconhecimentos que atestam da integridade e seriedade da companhia: em 1909, por exemplo, foi nomeada provador da Câmara dos Lordes do Reino Unido; um pouco depois, alcançou o título de provador do Sagrado Palácio Apostólico do Vaticano.

Hoje, os vinhos e brandies de Sánchez Romate mantém a sua vocação internacional, com uma firme vontade de expansão para os cinco continentes.
A produção de Sánchez Romate é meticulosas ao extremo, aproveitando todo o que a naturaleza tem de oferecer, desde a terra branca de albariza, a luz e o ar da Andaluzia  ocidental, as variedades palomino, airén e pedro ximénez, e um microclima de caráter único.
Todas as etapas de elaboração respeitam as tradições: o envelhecimento em nobres barricas de carvalho americano, a destilação dos brandies em alambiques de cobre e o característico sistema de soleras e criadeiras.
Esta elaboração original convive com um constante esforço de modernização. Desde o vinhedo, e até o engarrafamento, a vinícola assume um compromisso com a excelência do produto e do serviço, assegurando propriedades organolépticas perfeitas, e mantendo a proximidade com os clientes. Com estes valores, Sánchez Romate adquiriu a fidelidade de várias gerações de consumidores.

Esse Oloroso é uma Reserva Especial de Sánchez Romate, com 18 anos de solera. Uma joia linda no mundo de Jerez.

DADOS BÁSICOS
DO: Jerez
Tipo: Oloroso - Generoso
Castas: Palomino Fino
Tempo de maturação: 18 anos de solera
Teor alcoólico: 18%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: caoba escuro.
Nariz: complexidade incrível, com amendoa tostada, noz, café en grão, azeitona, couro.
Boca: seco, muito corpo mas redondo, ameixa seca e frutas compotadas, nozes, excelente mineralidade e acidez.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12º.
Harmonização: extremamente versátil e companheiro de todos os momentos. Maravilhoso com peixes e frutos do mar.
Tempo de guarda: 3 anos.

PREMIAÇÕES

Wine Spectator 88
Jancis Robinson 16
Wine Enthusiast 93

Avaliações dos Especialistas
Wine Spectator 88
A focused, dry style, brimming with molasses, tobacco and iodine notes. It's even a bit austere, so enjoy with tapas or cheese. Drink now. 1,750 cases made.

Jancis Robinson 16
Tangy, saline and full but not overweight. Dry, modest finish. (RH)

Wine Enthusiast 93
Nutty and intense, like peanut brittle reduced to liquid form—but with less than half the corn syrup. It delivers beautiful texture and intensity; it's almost fruity, but then mushroom, almond and macadamia nut take over. With perfect weight and a finish that doesn't quit, this is a great dry Sherry. Imported by Shaw-Ross International Importers.

  • WS 88
  • JR 16
  • WE 93

R$ 208,00 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • Garrafa(s)

R$ 208,00