França

Sauternes Grand Cru Classé, 375ml
Descrigco 1
O Château Guiraud 2010 tem uma cor intensa ouro e possui um excelente equilíbrio açúcar / álcool / acidez.
Na boca abre sabores de casca de laranja e pêssego caramelizado, nariz aromas complexos de limão, hortelã e flores brancas. Perfeito para acompanhar fois gras ou sobremesas a base de frutas como limão, laranja, grapefruit, manga. Excelente também com roquefort e queijos similares.

Descrigco 2
O Château Guiraud é um grande Sauternes classificado como grand cru em 1855. A história do Château remonta à 1776 quando ele foi comprado por Pierre Guiraud. Em 2006 Guiraud foi comprado por seus atuais proprietários - o industrial Robert Peugeot e 3 viticultores. Em 2013, Guiraud se tornou o primeiro grand cru de Sauternes a obter a certificação de cultura orgânica, mostrando o seu compromisso com a preservação do meio-ambiente.

DADOS BÁSICOS
AOC: Sauternes
Safra: 2010
Castas: Semillon 65%, Sauvignon blanc 35%
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 375ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo ouro.
Nariz: aromas complexos de limão, hortelã e flores brancas.
Boca: casca de laranja e pêssego caramelizado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10º - 12º
Harmonização: Foie gras, roquefort e queijos similares, sobremesas a base de frutas como limão, laranja, grapefruit, manga...
Tempo de guarda: até 15 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93
Wine Spectator 94
Jancis Robinson 16,5
James Suckling 96
Vinous 88-91
Wine Enthusiast 93

Avaliagues dos Especialistas
Robert Parker 93
Guiraud 2010 parece um pouco mais aberto no nariz em comparação aos outros, com lanolina e mel seco aromas que se abrem suavemente na taça, antes de revelar seu núcleo mineral - como se estivesse te provocando. O paladar é bem equilibrado com uma linha fina de acidez. Há abundantes frutos botritizados, limpos e puros com um acabamento delicado e linear muito atraente. O carvalho parece ter sido absorvido nos últimos meses, deixando este Guiraud pronto. Beba agora até 2035.

Wine Spectator 94
A thick, unctuous style, with marzipan, dried pineapple, mango and dried guava notes leading to a good bolt of toasted almond and pie crust on the finish. A muscular, well-stuffed version that will need some time to settle in. Best from 2015 through 2030. 6,000 cases made.

Jancis Robinson 16,5
Toasted vanilla spice, thick texture, rather suppressed fruit. Could do with better definition and clarity.

James Suckling 96
Ripe lemon peel and orange. Some honey and vanilla with loads of new wood. Dense and very sweet on the palate with nice pure fruit and firm tannins from the oak that still needs time to soften. This Sauternes shows a wonderful fruit and excellent potential, but needs time. Try in 2018.

Vinous 88-91
Yellow-gold. Initially inexpressive nose opens slowly with air to hint at peach nectar and pear, along with hints of guava, mango and caramel. Bright, dense and juicy, with strongly oak-influenced flavors similar to the aromas. Finishes pure and long, with bright pepper and honey nuances. The harvest began on September 20 and ran through November 2; the third and fourth tries out of six were the main ones. The high presence of sauvignon is typical of Guiraud, as 35% of its vineyard is planted with this variety; the average in Sauternes is closer to 15%.

Wine Enthusiast 93
There is a wonderful balance to this wine. It has ripe tropical fruit flavors that are spiced with ginger and lemon zest. At the same time, there is a fine structure with a botrytis core and freshness from pineapple acidity. Drink from 2017.

  • RP 93
  • WS 94
  • JR 16,5
  • JS 96
  • VN 88-91
  • WE 93
  • 1  |  R$ 475,00 /gf
  • 6  |  R$ 475,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 475,00 Garrafa(s)

  • R$ 475,00 Garrafa(s)

R$ 475,00

Saint-Julien, Grand Cru Classé
Descrição 1
Ano após ano o Château Branaire Ducru mantêm a mesma qualidade que lhe consagrou um Grand Cru, na Classificação de Bordeaux em 1855. Ícone da vinícola, este vinho seduz pela magnitude de seu conjunto. Nos brinda com aromas de frutas vermelhas doces, dama-da- noite, giz, cedro, anis, defumado e pimenta vermelha. Em boca é potente, com taninos elegantes, acidez marcada e sabor muito frutado. Sem dúvida, um vinho memorável.
Descrição 2
Em 1680, quando Jean Baptiste comprou a propriedade, ainda não havia se dado conta do valor desse magnifico terroir que é o Médoc. O solo composto, substancialmente, por cascalho e situado próximo ao rio Gironde é responsável pela mineralidade, principal diferencial dos vinhos dessa região única. Quase dois séculos depois, o Château Brainare Ducru teve seu prestígio confirmado ao ser reconhecido como Grand Cru (na Classificação de Bordeaux em 1855). Este reconhecimento exige muito trabalho e dedicação para que a qualidade se mantenha independente das mudanças do tempo.

Château Branaire-Ducru está situado no lado oposto da estrada de Château Beychevelle, sul de Saint Julien, margem esquerda de Bordeaux. Patrick Maroteaux é o atual proprietário da vinícola e tem investido consideravelmente em tecnologia de ponta para a produção de seus vinhos. Possui 60 hectares de vinhedos plantados com as castas Cabernet Sauvignon (predominante), Merlot, Cabernet Franc e Petit Verdot.

DADOS BÁSICOS
AOC: Saint-Julien
Safra: 2013
Castas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Petit Verdot
Amadurecimento: 20 meses em barris de carvalho
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho rubi com reflexos violáceos.
Nariz: rico e intenso, nos remete a frutas vermelhas doces, dama-da-noite, pimenta vermelha, tostado, giz e anis.
Boca: encorpado, com taninos finos e acidez vivaz. Perfeitamente equilibrado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 17° - 18° Harmonização: pernil de cordeiro assado com ervas, polenta cremosa com ragu de ossobuco, perdiz recheada, massas recheadas, charcuterie.
Tempo de guarda: 20 anos
Decantar: sim, uma hora antes de servi-lo.

PONTUAÇÃO
Wine Enthusiast 93
James Suckling 91
Wine Spectator 90
Jancis Robinson 16

Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 93
This estate has produced an impressive wine for the vintage. It balances acidity, tarry wood flavors and ripe black-berry fruits. Initially it is still showing its structure more than fruit, although this will even out as it matures. Drink from 2020.

James Suckling 91
Some currant and cooked plum character, underlying dried flowers. Medium to full body, fine tannins and a fresh finish. Balanced and pretty. Drink now.

Wine Spectator 90
This offers perfumed blackberry and black currant fruit, lined with licorice root and fruitcake notes that give way to a grippy, brambly finish. Just a touch chewy at the very end, but this should soften soon enough. Stylish overall. Best from 2017 through 2023. 12,083 cases made.

Jancis Robinson 16
Tasted blind. Deep garnet. Savoury on the nose with a touch of char and graphite. Dry, refined texture, fine tannins. Very fresh but balanced.

  • WE 93
  • JS 91
  • WS 90
  • JR 16
  • 1  |  R$ 599,00 /gf
  • 6  |  R$ 599,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 599,00 Garrafa(s)

  • R$ 599,00 Garrafa(s)

R$ 599,00

Haut-Médoc, Grand Cru Classé
Descrição 1
Este é um dos grandes rótulos classificados em 1855 como Grand Cru Classé, na França. Sim, Château La Tour Carnet é, sem dúvida, um vinho excepcional. Além de séculos de história este exemplar nos oferece sensações maravilhosas traduzidas em nuances de canela, amêndoas, amoras e framboesas maduras, grafite e rosas. À boca se mostra fino, harmônico, com taninos redondos e delicioso frescor. Um tinto pronto para ser desfrutado mas capaz de envelhecer com louvor pelos próximos 10 anos.
Descrição 2
Aclamados no mundo, os vinhos franceses são inegavelmente incomparáveis não so pela qualidade, mas também por suas histórias. Château La Tour Carnet é um dos produtores mais antigos de Bordeaux e parte fundamental na trajetória vitivinícola de Médoc. Sua origem data à Idade Média quando ainda era chamado de Château Saint-Laurent. No século 12 serviu de fortaleza à Jean de Foix quando Bordeaux estava sob o domínio inglês. Derrotado, a propriedade voltou ao poder francês e teve, ao longo dos anos, muitos proprietários.
Atualmente pertence a Bernad Magrez – dono de outras notáveis vinícolas como: Pape Clément em Pessac-Léognan e Fombrauge em Saint Émilion um entusiasta do vinho, estudioso incansável e focado na produção de vinhos finos desde 1960. Quando o assunto é vinho francês, o nome Bernad Magrez é sinônimo de respeito e excelência.

DADOS BÁSICOS
AOC: Haut-Médoc
Safra: 2012
Castas: Merlot, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Cabernet franc
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: aroma abundante que remete a canela, amêndoas, amoras e framboesas maduras, grafite e rosas.
Boca: fino, harmônico, com taninos redondos e delicioso frescor.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°
Harmonização: pato confitado, massa recheada com cogumelos, Chateaubriand de mignon com foie gras, bife de chorizo com arroz, bife de tira com cebolas assadas.
Tempo de guarda: 10 anos.

PONTUAÇÃO

Robert Parker 90
Vinous 90
James Suckling 90
Jancis Robinson 15,5
Wine Enthusiast 93

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
Part of the empire of Bernard Magrez, this blend of 61% Merlot, 35% Cabernet Sauvignon and the rest Petit Verdot and Cabernet Franc is a sleeper of the vintage in 2012. Its excellent dense ruby/purple color, sweet cassis, black cherry fruit, supple tannins, medium to full body and attractive, long finish make for an impressive wine that should drink nicely for 10-15 years. It’s already accessible. This is another wine that performed dramatically better from the bottle than from barrel tastings.

Vinous 90
The 2012 La Tour Carnet is gorgeous. Dark red stone fruits, flowers and sweet spices are some of the notes that inform this soft, pliant wine. I expect the 2012 will develop a further range of exotic aromas and flavors as it develops in bottle. This is another overachieving wine from Bernard Magrez and Michel Rolland. Drink it over the next decade. -- Antonio Galloni

James Suckling 90
A soft and silky wine with currant, spice and earth character. Medium to full body, fine tannins and a fresh finish. Very pretty. Drink or hold.

Jancis Robinson 15,5
Meaty, and dark plums, expressive already. Bright, fresh and harmonious. (JH)

Wine Enthusiast 93
Barrel sample. Wood and mint aromas yield a wine that is darkly tannic, with a distinct black-coffee flavor. It's a powerful, concentrated wine with fruit hiding behind the dense structure.

  • RP 90
  • VN 90
  • JS 90
  • JR 15,5
  • WE 93
  • 1  |  R$ 525,00 /gf
  • 6  |  R$ 525,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 525,00 Garrafa(s)

  • R$ 525,00 Garrafa(s)

R$ 525,00

Haut-Médoc, Grand Cru Classé
Descrição 1
Produzido na região em Haut-Médoc, este é um daqueles “Grand Cru Classés” que entregam o melhor do seu terroir de origem. Escuro, concentrado e fino oferece aromas nobres de flores, cardamomo, cranberry, pimenta e fumo de corda. O sabor é marcado pela potência e elegância, com taninos finos e acidez marcada. Certamente evoluirá bastante com o passar dos anos.
Descrição 2
Edificado ainda na Idade Média, o Château Cantemerle foi doado à Abadia de mesmo nome ainda no século 12. No século 15, a propriedade passou a ser da família Caupène, originária da região de Landes, que mais tarde se uniu à família Roque e passou, de fato, a comercializar vinho. Até o século 16 o Médoc era, basicamente, dedicado à produção de cereais, fato que leva a crer que o Château Cantemerle venha a ser pioneiro na vitivinicultura local.

Disposto em torno de um pátio majestoso, sua bela arquitetura neoclássica atesta a magnitude e estima que os sucessivos proprietários de Cantemerle têm tido com o vinho ao longo dos séculos. A propriedade conta com tanques de aço inoxidável com temperatura controlada, barris de carvalho e tanques de concreto para fermentar seus vinhos.

Médoc é, antes de uma AOC, uma península ao norte da cidade de Bordeaux. Localizada na margem esquerda, abriga as denominações de Pauillac, St-Estèphe, St-Julien, Margaux, Pessac-Leognan, Listrac- Meédoc, Moulis e Haut-Médoc. Haut- Médoc AOC tem solo plano com áreas encharcadas, pastagens e solo pesado composto, basicamente, por cascalho uma boa combinação para uvas de maturação tardia como a Cabernet Sauvignon. Seus vinhos tendem a ser terrosos, encorpados e finos.

DADOS BÁSICOS
AOC: Haut-Médoc
Safra: 2011
Casta: Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot e Cabernet Franc
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho muito escuro.
Nariz: aromas de flores, cardamomo, pimentas, cranberry, fumo de corda, mirtilo.
Boca: complexo, intenso e concentrado, com taninos finos e acidez marcada.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°C
Harmonização: Kobe-beef com vegetais assados, costeletas de cordeiro com cebolas e tomates confit, codornas recheadas, barriga suína assada com redução de vinho e purê de mandioquinha, queijos de massa dura, entradas quentes.
Tempo de guarda: 15 anos.
Decantar: Sim, por uma hora antes de servi-lo.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 91
James Suckling 91
Gault & Millau 15,5
Falstaff Magazin 86
Gilbert & Gaillard 89
Jancis Robinson 15
Tim Atkin 88
Guide Hachette des Vins 2015 **

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
An elegant, successful 2011, Cantemerle has produced a finesse-styled wine with a dense ruby/purple color as well as copious notes of flowers, mulberries, raspberries and blueberries. With dramatic quality and purity, this medium-bodied effort possesses sweet tannins and a texture that builds incrementally. A lighter-styled, but beautifully crafted, well done 2011, it can be enjoyed over the next 10-15 years.

James Suckling 91
Aromas of currants and berries with hints of chocolate. Full body with a solid core of fruit and a flavorful finish. Very fine. Cantermerle delivers in 2011. Better in 2016.

Gault & Millau 15,5
Nous écrivions pour les primeurs: Il a tout pour lui : les épices, la réglisse, le cassis dense et la rose, mais cela doit (et va) se fondre dans une belle harmonie prometteuse. Aujourd’hui (janvier 2014), il offre le même profil sans grande évolution. A suivre donc.

Gilbert & Gaillard 89
EN PRIMEUR - Deep garnet-red. Ripe nose of fresh red fruit with delicate balsamic oak. Full, fairly powerful palate with pronounced tannins. Still under the influence of oak and massive in style.

Guide Hachette des Vins 2015 **
Un mariage équilibré du cabernet-sauvignon (47 %) et du merlot, avec un léger appoint de cabernet franc et de petit verdot. À l'égal du terroir, le vin est bien typé ; tant par sa robe, au beau rouge profond et franc, que par son élégant bouquet, mariant les fruits écrasés, les épices douces et le poivre. Après une attaque ronde, le palais déroule jusqu'en finale des tanins denses mais fins laissant une impression d'harmonie et de solidité.

  • RP 91
  • JS 91
  • G&M 15,5
  • JR 15
  • TA 88
  • 1  |  R$ 475,00 /gf
  • 6  |  R$ 475,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 475,00 Garrafa(s)

  • R$ 475,00 Garrafa(s)

R$ 475,00

Descrição 1
Festivo, versátil e elegante. Estes são os adjetivos que melhor define este Champagne. E como pensar em celebração e não imaginar uma taça de espumante? CHAMPAGNE LOUISE BRISON ROSE 2010 é o tipo de vinho perfeito para comemorações por sua pluralidade. Possui cor acobreada, aromas de morango, amoras, cerejas frescas, rosas, hibiscos, torradas e pão. Seu sabor é rico, refrescante e cremoso com uma vivacidade surpreendente. Ideal para toda e qualquer situação e para acompanhar todo tipo de gastronomia.
Descrição 2
Fundada em 1991, a casa de Champagne Louise Brison possui 13 hectares de vinhas plantadas em Côtes des Bar, departamento de Aube, Champagne, lugar onde a Pinot Noir amadurece com perfeição, vigor e muito sabor. Praticam a cultura orgânica desde a fundação e, assim, prezam pela integridade da terra, identidade do terroir e tradição de Champagne.

Champagne está localizada ao norte da França e divide-se em cinco áreas de produção onde se cultiva as castas Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay. O terroir de Champagne é único como o vinho que produz, tem solo predominantemente calcário o que confere aos vinhos mineralidade, frescor e complexidade. O terreno ondulado e moderadamente íngreme cria o ambiente ideal para o cultivo das vinhas combinando boa drenagem e exposição solar. Mesmo que pequena, a variação de solo de cada zona afeta muito a qualidade e identidade das uvas.

A tradição de Champagne manda que os vinhos tranquilos (sem gás carbônico) de diferentes anos sejam misturados. A cada ano parte da colheita é reservada para mesclas dos anos seguintes. É com essa reserva que o enólogo consegue garantir o estilo do seu espumante ano após ano. Sendo assim, não é sempre que uma garrafa de champagne é rotulada com a safra, o feito só é possível em anos de colheita considerados excepcionais.

DADOS BÁSICOS
AOC: Champagne
Safra: 2010
Casta: Pinot Noir
Teor alcoólico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: acobreado com perlage fina e abundante.
Nariz: rico e complexo, revela notas de morango, amoras, cerejas frescas, rosas, hibiscos, torradas e pão.
Boca: refrescante e cremoso com uma vivacidade surpreendente e perlage delicada.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 08º - 10º
Harmonização: versátil, acompanha bem uma infinidade de pratos e situações. Para pratos à base de carne vermelha opte por cortes magros. Frutos do mar, comida oriental apimentada ou não, entradas frias e quentes, carpaccios, peixes e saladas.
Tempo de guarda: 8 anos.

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 365,00 /gf
  • 6  |  R$ 365,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 365,00 Garrafa(s)

  • R$ 365,00 Garrafa(s)

R$ 365,00

Descrição 1
Esse Château Carlmagnus é uma perfeita representação da uva Merlot, que permite produzir vinhos perfumados e frutados.
Descrição 2
O vinhedo do Château de Carlmagnus é exclusivamente composto de Merlot. Arnaud Roux-Oulié, o proprietário, cuida pessoalmente de toda a produção, das vinhas até o engarrafamento.

DADOS BÁSICOS
AOC: Fronsac
Safra: 2014
Teor alcoólico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor : vermelho profundo.
Nariz: aromas típicos do Merlot de frutas pretas maduras e um toque de pão de especiarias.
Boca: temos um Merlot expressivo, redondo e frutado. A presença da madeira é bem equilibrada e o vinho tem uma boa persistência na boca.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16° - 18°
Harmonização: Carne vermelha assada, pernil de javali, escondidinho de pato.
Tempo de guarda: 3 a 5 anos.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90-92
James Suckling 90
Wine Spectator 90
Jeannie Cho Lee 88
Jean-Marc Quarin 88

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90-92
The Château Carlmagnus 2014 definitely has one of the best set of aromatics that I encountered from Fronsac. Tasted alongside La Dauphine there is more freshness and delineation without compensating on fruit intensity. The palate is clean and fresh with great acidity, energetic and citrus fresh with a firm grip on the finish. What a superb wine for the vintage. Chapeau!

James Suckling 90
Vivid and fresh red with plum and currant character. Some spices, too. Medium to full body, firm and silky tannins and a long finish. Pretty tangy acidity undernearth. Drink now.

Wine Spectator 90
This has a ripe, fleshy feel, with warm plum paste and cassis notes gliding along atop juniper and tobacco accents. The solid grip through the finish has a light brambly feel but is easily absorbed by the fruit. Drink now through 2024.

Jeannie Cho Lee 88
This wine combines freshness and attractive aromatics with good mid-palate depth. A well-made Fronsac that is uplifting and delicious. Balanced now but it should improve with several years in bottle.

  • RP 90-92
  • JS 90
  • WS 90
  • 1  |  R$ 230,00 /gf
  • 6  |  R$ 230,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 230,00 Garrafa(s)

  • R$ 230,00 Garrafa(s)

R$ 230,00

Descrição 1
Um vinho do Graves muito concentrado e complexo. Seu corpo médio e aromas torrados de evolução permitem consumir-o agora e já com muito prazer.
Descrição 2
Em 1966, Françoise et Henri Lévêque venderam sua coleção de selos para adquirir alguns hectares de vinhas no Sul da região de Bordeaux. Hoje em dia, são 96 hectares em produção pelo prestigioso Château de Chantegrive.

As vinhas tem uma posição privilegiada com uma exposição Sul e um solo de cascalhos (o famoso Graves) e de areia fina. Este conjunto de fatores permitem obter uvas com um amadurecimento ótimo e vinhos concentrados de grande complexidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Graves
Safra: 2012
Casta: 50% Merlot, 50% Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho muito escuro.
Nariz: aromas de ameixas, frutas pretas bem cozidas, levemente tostado.
Boca: complexo e concentrado, com taninos sedosos e um final rústico marcado pelo café torrado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Tempo de guarda: Até 2021
Harmonização: Alcatra com redução de vinho, pintada assada, molejo ao molho Madère.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 89
James Suckling 90
Wine Enthusiast 92
Jancis Robinson 16
Vinous 88
Wine Spectator 87
Wine & Spirits Magazine 92

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The Leveque family has hit pay dirt again with this 2012 Graves. An inky, bluish/purple color, and an equal part blend of Cabernet Sauvignon and Merlot, the wine shows terrific fruit, great purity, graphite and underlying earthy burning ember notes. It has medium body and loads of fruit, depth and light tannin in the finish, showing this wine can be drunk early, or cellared for up to a decade. A sleeper of the vintage.

James Suckling 90
Aromas of spices, plums and strawberries follow through to a medium to full body, velvety tannins and a bright finish. Hints of vanilla on the finish. Better in 2017.

Wine Spectator 87
This sports a brambly feel, with leather and bay adding some funk to the core of blackberry, plum and black currant preserves. Turns a touch chewy on the finish, revealing a bitter espresso hint. Shows character, though the gamy rusticity isn't for everyone. Drink now through 2018.

Wine Enthusiast 92
One of the top Graves estates has produced this fine, ripe 2012. It is still young, showing its toasty, smoky wood flavors, but has plenty of tannic structure that's firm for aging. The fruit and acidity are all there, promising a balanced wine from 2018. Hubert de Boüard (Château Angelus) is consulting enologist for the Lévèque family owners.

Jancis Robinson 16
Healthy crimson. Quite ‘bloody’ and energetic on the nose. Well put together. Chapeau! Very appetising and it seems much fatter than most 2012s. Stony, fresh finish. Not for the very long term but it does not have obvious flaws.

Vinous 88
The 2012 Chantegrive is a powerful, layered wine with tons of personality. There is excellent underlying material, but the heavily extracted style and copious oak are overpowering. Hopefully consulting winemaker Hubert de Boüard can find a little better balance here. Even with its shortcomings, the Chantegrive is a solid wine, but its potential appears to be far greater than this.

  • WE 92
  • RP 89
  • JS 90
  • JR 16
  • WS 87
  • VN 88
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 294,00

Descrição 1
As vinhas desta cuvée estão localizadas na fronteira com a apelação Fleurie : este terroir dá vinhos do Gamay muito frutados e com bastante personalidade. Juntamos a isto uma safra 2015 excepcional e obtemos este Morgon fora do padrão.

Descrição 2
O Domaine Louis-Claude Desvignes nasceu há 8 gerações na aldeia de Villié-Morgon. A produção e elaboração do vinho continuam tradicionais, respeitando o ensino e o saber-fazer transmitidos ao longo dos anos. Paciência e respeito são as palavras-chave da família.

O foco é produzir vinhos do Beaujolais de guarda, com muita concentração e complexidade para permitir um bom envelhecimento. Assim, o controle dos rendimentos e a extração durante as vinificações são prioridades. Depois da fermentação, o vinho repousa até 16 meses sobre lias para ganhar maturidade e complexidade.

O nome de esta cuvée se refere à casa onde envelhecem as garrafas do Domaine. Ela abriga uma antiga adega de pedras com teto abobadado no porão : a Voûte Saint-Vincent.

DADOS BÁSICOS
AOC: Morgon
Safra: 2015
Castas: Gamay
Cultura "raisonnée"
Teor alcóolico: 13,8%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi profundo
Nariz: Intenso, uma explosão de frutas vermelhas com um toque mineral.
Boca: Um conjunto de elegância, jovialidade e complexidade. O frescor e a acidez são incríveis, e o retrogosto de bagas vermelhas é encantador.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º a 15º
Harmonização: É perfeito para acompanhar embutidos e frios, filé mignon, carne de porco assada, qualquer tipo de ave assada.
Tempo de guarda: Até 2020

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Vinous 91
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2015 Morgon la Voute Saint Vincent was matured in cement vats. It has a generous bouquet of red plum, cranberry and pomegranate with subtle tertiary notes developing in the glass. The palate is medium-bodied with sappy red fruit, nicely structured with a fresh, marine-tinged finish that leaves the tongue tingling after the wine has departed. Maybe a little rustic? But still, this is very charming.
Louis Claude Desvignes is one of my favorite producers in Beaujolais, and I cannot recommend their wines highly enough. Based in the village of Villié-Morgon, the domaine is currently run by the eighth generation of vignerons, Louis-Benoît and Claude-Emmanuelle. There are 13 hectares under vine with an average age of 70 years, including three hectares in Côte du Py. Herbicides have been eschewed since 2004, although the domaine is not certified organic. They adopt what you might call a traditional approach to vinification, using a grill to submerge the cap and enacting a slightly longer fermentation than other growers to attain color and depth. These tend to be sumptuous, tensile and vivacious Beaujolais wines that epitomize everything great about Morgon.

Vinous 91
Brilliant ruby. Pungent red berries, exotic spices and candied lavender on the lively, mineral-accented nose. Sappy raspberry and bitter cherry flavors show very good energy and complementary suggestions of floral pastilles, allspice and licorice. Appealingly sweet and lively, carrying no excess fat; the long, sappy finish shows outstanding clarity and subtle, harmonious tannins.

Jancis Robinson 16,5
Sourced from parcels with an average vine age of 60 years in the climat of Douby – close to Fleurie and with similar sandy soils. Deep crimson – the deepest colour so far of any red in this Berry's spring 2017 line-up! Very juicy and smooth and lively. Fine and fresh. Very correct and racy – even if with Morgon depth. Who wouldn’t like this? Long and admirable, though relatively low in acidity for a Beaujolais.
  • RP 90
  • VN 91
  • JR 16,5
  • 1  |  R$ 190,00 /gf
  • 6  |  R$ 190,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 190,00 Garrafa(s)

  • R$ 190,00 Garrafa(s)

R$ 190,00

Descrição 1
O Mas de l'Ecriture produz vinhos aliando a potencia e a generosidade dos vinhos do Sul da França, e um frescor surpreendente conferido pelo terroir argilo-calcário único de Terrasses-du-Larzac.
Descrição 2
Apaixonado pelo vinho, Pascal Fulla deixou a profissão dele para criar o Mas de l'Ecriture em 1998. Desejando adotar um modo de viticultura respeitoso pela natureza, ele nunca usou produtos químicos nas vinhas. Para concretizar essa filosofia, ele converteu a propriedade a cultura orgânica em 2009.

Há pouco, sua filha Léa se juntou a ele para dar continuidade à produção no futuro.

A colheita é inteiramente manual. Cada parcela de vinhas e cada casta são vinificadas separadamente para guardar a melhor expressão do terroir possível.

A cuvée L'Emotion envelheceu 12 meses em barricas de carvalho francês usadas de 600L e 500L para trazer uma maior complexidade sem desnaturar o vinho.

DADOS BÁSICOS
AOC: Terrasses du Larzac
Safra: 2014
Castas: 35 % Syrah, 30 % Grenache, 22 % Carignan, 13 % Cinsault
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho vivo com reflexos violáceos.
Nariz: aromas intensos e complexos, com notas de cerejas, especiarias como pimento do reino e ervas aromáticas.
Boca: generosa, sabor elegante com muita fruta vermelha e um belo equilíbrio potência e refinamento.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Passar no decanter para aeração 2 horas antes do serviço.
Harmonização: presunto ibérico, bifinho com cogumelos sauté, cozinha mediterrânea.
Tempo de guarda: 5 anos.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90

Avaliações dos Especialistas
Rober Parker 90
Possessing a perfumed bouquet of sweet cherries, strawberries and spice, the 2014 Terrasses du Larzac Emotion (35% Syrah, 30% Grenache and the balance Carignan and Cinsault) is medium-bodied, rounded, expansive and ethereally textured on the palate, and that texture keeps you coming back to the glass. About as drinkable as they come, it's well worth checking out. Drink bottles in their youth.

  • RP 90
  • 1  |  R$ 199,00 /gf
  • 6  |  R$ 199,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 199,00 Garrafa(s)

  • R$ 199,00 Garrafa(s)

R$ 199,00

Descrição 1
Um belo espumante com muita finesse e delicadeza, delicioso hoje e com mais dois anos de plenitude na garrafa. Pouco explorados aqui no Brasil, estes espumantes do Vale do Loire merecem muita atenção, principalmente pela excelente relação preço versus qualidade que oferecem.
Descrição 2
Philippe Brisebarre cultiva seus 25 hectares de vinhas em Vouvray de maneira "raisonnée", ou seja, aplicando tratamentos somente quando estiver realmente necessário para proteger as plantas.

A filosofia dele é : "pensar antes de fazer", para evitar o uso de produtos desnecessários. Assim, ele deixa as uvas e o terroir expressar-se de forma natural, recusando-se a usar leveduras selecionadas em proveito das leveduras naturais das frutas, e limitando ao máximo as doses de sulfites adicionadas.

Este Vouvray sem safra é feito seguindo o método tradicional de produção de espumante: a segunda fermentação se faz lentamente na garrafa, o que confere ao vinho um perlage muito elegante e uma maior complexidade aromática. Os espumante envelhece dois anos sobre borras antes de ser comercializado.
Um belo vinho para se descobrir!

DADOS BÁSICOS
AOC: Vouvray
Casta: Chenin Blanc
Teor alcoólico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: clara com toques amarelados, perlage fina e veloz.
Nariz: boa complexidade aromática com fruta madura, toques de mel e tons minerais.
Boca: seco, mas com uma doçura deliciosa e uma acidez moderada. Seu final é cheio e rico.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 08° - 10°
Harmonização: folhado de queijo Mozzarella, salmão defumado, lagosta grelhada, torta de limão.
Tempo de guarda: até 2019.

PREMIAÇÕES
Wine Spectator 89 (2013)
Wine Enthusiast 88 (2013)
Vinho Magazine (edição de fim do ano 2017): 90
Guide Hachette des Vins 2016: 1 star


Avaliações dos Especialistas
Wine Spectator 89 (2013)
Broad and soft, with creamed pear, fig and powdered ginger notes that glide through the open yet engaging finish. Offers a weighty, rounded feel without becoming overly toasted or heavy. Drink now.

Wine Enthusiast 87 (2013)
Aged two years before release, this pure Chenin Blanc wine is crisp while having the nutty, lightly honeyed character typical of the grape. Apples and spice join the yeasty flavor in this bone-dry, crisp wine. Drink now.

Guide Hachette des Vins: 1 star
L'oeil est attiré par la couleur paille ornée de fines bulles. Malgré les trente-six mois de repos en cave, le vin a gardé sa jeunesse avec son doux parfum de fleurs blanches. Vif à l'attaque, le palais se montre ensuite plus suave et délivre des arômes de coing et de fruits bien mûrs. Un vin d'apéritif ou de dessert.
  • WS 89
  • WE 87
  • 1  |  R$ 164,00 /gf
  • 6  |  R$ 164,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 164,00 Garrafa(s)

  • R$ 164,00 Garrafa(s)

R$ 164,00

Descrigco 1
Um tinto denso e potente, com a força aromática dos vinhos da Provence.

Descrigco 2
Da região de Provence do Sul da França, este tinto orgânico é elaborado pelas mãos femininas de Nathalie Margan, sendo a quinta geração de uma família de viticultores. Esta linda propriedade vitícola, entre Gordes e Bonnieux no coração do Luberon, foi escolhida pelo diretor Ridley Scott (que possui uma casa na mesma região) para o filme "Um bom ano" com Russell Crowe e Marion Cotillard.

DADOS BÁSICOS
AOC: Luberon
Safra: 2015
Castas: 60% Syrah, 30% Grenache, 10% Carignan e Mourvèdre
Cultura orgânica/biodinâmica
Teor alcóolico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Púrpura.
Nariz: Denso, com ervas silvestres frescas, frutos negros e pimenta-do-reino.
Boca: Complexo e rico, com muito volume e boa estrutura, e um fim-de-boca de especiarias.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15º
Abrir 30 minutos antes do serviço.
Harmonização: Qualquer tipo de carne vermelha, legumes à provençal.
Tempo de guarda: até 2023

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 185,00 /gf
  • 6  |  R$ 185,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 185,00 Garrafa(s)

  • R$ 185,00 Garrafa(s)

R$ 185,00

Descrição 1
O vinho Saint Jean é uma bela representação da apelação Terrasses du Larzac: as vinhas estão protegidas do calor do Languedoc pelo planalto do Larzac. Este microclima permite obter tintos com acidez deliciosa, marcados pelos aromas de frutas vermelhas suculentas.
Descrição 2
"Viticultor, é estar em sintonia com o ritmo da vida, deixar um mundo que favorece a velocidade e o efêmero." Tal é a filosofia de Béatrice et Sébastien Fillon, que compraram o Clos du Serres, com 10 hectares de vinhedo em 2006. Eles escolheram esta região pelo microclima particular do planalto do Larzac e pela diversidade geológica dos solos.

O trabalho nas vinhas é rigoroso e orgânico para obter uvas de grande qualidade com uma forte expressão do terroir.

DADOS BÁSICOS
AOC: Terrasses du Larzac
Safra: 2015
Castas: 25% Cinsault, 25% Oeillade, 25% Grenache, 25% Syrah
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Aromas intensos de frutas vermelhas maduras, cassis e alcaçuz.
Boca: Fresco, equilibrado e suculento, com taninos finos.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Queijo de ovelha curado, tortas de legumes, costela assada.
Tempo de guarda: 5 anos.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 88
Jancis Robinson 15,5

Avaliações dos Especialistas
Rober Parker 88
The entry-level cuvee is well worth checking out. Made from Cinsault, Grenache and Syrah, the 2015 Terrasses Du Larzac Saint-Jean is a charming, fresh and forward effort that has good purity of fruit, plenty of southern France character and a good finish. It’s a steal at the price.

Jancis Robinson 15,5
Christmas cake and rosemary with the lightest bit of VA that seems to drift in and out, and then the smell of freshly pressed grapes. Chewy and a little dry, despite good, ripe fruit. Needs food. (TC)

  • RP 88
  • JR 15,5
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
As uvas perfeitamente maduras permitiram obter um vinho muito prazeroso, com uma boca redonda e um sabor marcado pelas frutas pretas. Deixa uma sensação muito fresca por um equilíbrio perfeito.
Descrição 2
O Philippe Modat já nasceu apaixonado pelo mundo dos vinhos e pelo vinhedo familiar no Roussillon. Foi uma evidencia para ele então, quando o pai dele sugeriu voltar à cuidar das vinhas abandonadas e começar a produzir o próprio vinho. Para eles, fazer vinho é transmitir emoção aos outros, é compartilhar momentos únicos da vida. É sinônimo de belos encontros.

DADOS BÁSICOS
AOP: Côtes-Du-Roussillon
Safra: 2015
Castas: 1/3 Carignan, 1/3 Grenache noir, 1/3 Syrah
Cultura orgânica / Biodinâmica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: marcado pelas frutas pretas, toque de pimenta-do-reino.
Boca: acidez deliciosa, redondo e frutado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15° - 16°
Harmonização: aperitivo, carne grelhada, tábua de frios.
Tempo de guarda: 4 anos.

PREMIAÇÕES
Jancis Robinson 17
Robert Parker 88
Gibert&Gaillard 86

Avaliações dos Especialistas
Jancis Robinson 17
Carignan, Grenache, Syrah in equal parts. On gneiss, 400 m above sea level. Organic since 2007, certified since 2014. Biodynamic (uncertified) since 2012. Throat-warming, creamy, coffee-laced red fruit, rich and sinuous with such glorious tangy acidity that it made me think of madeira. The magic of Roussillon!

Robert Parker 88
Brought up all in stainless steel and a blend of equal parts Grenache, Carignan and Syrah, the 2015 Cotes du Roussillon Villages Caramany le Petit Modat Amour offers a juicy, peppery, earthy and darker fruit-driven style as well as a medium-bodied, fresh, clean and crisp style on the palate. It's a forward, yet balanced red to drink over the coming 5-6 years. (TC)

Gilbert&Gaillard 86
Fairly deep colour tinged with crimson. Endearing nose where red and black fruit aromas are augmented by a spice and faint vegetal dimension. Round, polished palate showing more of the same Mediterranean aromatics. Perfumed and likeable.

  • JR 17
  • RP 88
  • G&G 86
  • 1  |  R$ 185,00 /gf
  • 6  |  R$ 185,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 185,00 Garrafa(s)

  • R$ 185,00 Garrafa(s)

R$ 185,00

Descrição 1
Generosidade define este tinto: uma cor intensa, abundância de frutas pretas cozidas e violeta no nariz, redondo e longo na boca. A Syrah e a Grenache na sua mais pura expressão!
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Por que os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrar a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de cuidados.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOC: Côtes-Du-Roussillon Villages
Safra: 2015
Castas: 32% Grenache, 40% Syrah, 28% Mourvèdre
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: : Grená intenso com reflexos violáceos.
Nariz: Complexo, frutas pretas, levemente tostado, alcaçuz, violeta.
Boca: Generoso, muito volume, bom frescor, taninos redondos.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15°-16°
Tempo de guarda: 10 anos
Harmonização: Costela de Angus, paleta de cordeiro, boeuf Bourguignon.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90
Medalha de ouro na International Organic Wine Award 2016

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
Fresh and lively, with beautiful blackberry, black raspberry and mulberry fruits, as well as ample peppery spice, the 2015 Cotes du Roussillon Monte Nero is medium-bodied, supple and textured, with notable purity. It's already hard to resist and will offer tons of pleasure over the coming 3-5 years or more. The blend is 40% Syrah and 30% each of Grenache and Mourvèdre brought up in 10% new barrels.

  • RP 90
  • 1  |  R$ 199,00 /gf
  • 6  |  R$ 199,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 199,00 Garrafa(s)

  • R$ 199,00 Garrafa(s)

R$ 199,00

Descrição 1
As uvas do vinho La Jalousie são as primeiras a ser colhidas no Domaine du Closel, enquanto ainda estão crocantes e amarelo pálido, com uma boa acidez. Com intervenções mínimas da produtora durante a vinificação e um envelhecimento de 9 meses em tanque de aço sobre borras, se procura o lado mais fresco, frutado e jovial da casta Chenin blanc.

Descrição 2
O vinhedo familiar do Domaine Du Closel fica no Château des Vaults em Savennières, um grand Cru da região do Val-de-Loire. Inicialmente família de jardineiros, é com toda lógica que eles escolheram preservar e respeitar a biodiversidade do terroir. Decidiram mostrar, através dos vinhos autênticos e vivos deles, este amor pela terra que transmitem de geração em geração.

Evelyne de Pontbriand, na cabeça da produção desde 2001, decidiu trabalhar com cultura biodinâmica, dando a maior prioridade ao equilíbrio biológico e ao respeito pelo ritmo da natureza. As intervenções humanas são pouquíssimas durante as vinificações: as uvas, de qualidade perfeita, fermentam lentamente com as proprias leveduras da fruta. Cada vinho e cada safra tem a sua própria identidade e complexidade, tornando cada rótulo uma obra única.

DADOS BÁSICOS
AOC: Savennières
Safra: 2015
Castas: 100% Chenin blanc
Cultura orgânica/biodinâmica
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro claro com reflexos verdes.
Nariz: Aromático e sutil, frutas frescas e cítricas, flor de lima, boa mineralidade.
Boca: Expressivo, vivo, floral (toque de jasmim), pêssego, fim-de-boca mineral. Um vinho de extrema elegância.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10 º - 12 º
Harmonização: Aperitivo, frutos do mar, carne branca, peixes grelhados, queijo de cabra fresco.
Tempo de guarda: 6 anos.

PONTUAÇÃO
Wine Spectator 93
Wine & Spirits Magazine 91

Avaliações dos Especialistas
Wine Spectator 93
Green almond and plum notes give this a racy, slightly tangy edge before settling into a creamier back end, with verbena and mirabelle plum accents checking in. The pure, mineral-edged finish completes the picture. Drink now through 2030. 215 cases imported. –JM

  • WS 93
  • W&S 91
  • 1  |  R$ 355,00 /gf
  • 6  |  R$ 355,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 355,00 Garrafa(s)

  • R$ 355,00 Garrafa(s)

R$ 355,00

Descrigco 1
A parcela "Les Quarts" fica na melhor região de Pouilly-Vinzelles e produz vinhos de grande expressão e personalidade. O solo e as vinhas são tratados sem nenhum componente químico e as uvas são colhidas manualmente para preservar a sua qualidade.

Descrigco 2
A AOC Pouilly Vinzelles fica na região do Mâcon, no extremo sul da Borgonha. Por muito tempo negligenciada, os vinhos do Mâcon tiveram um salto de qualidade nos últimos 20 anos graças ao trabalho de uma nova geração de viticultores talentosos, dentre eles os irmãos Bret e o seu Domaine de la Soufrandière, propriedade da família há 3 gerações.

Os irmãos Bret produzem grandes vinhos brancos de Chardonnay, todos orgânicos, em um estilo que privilegia as características do terroir.

DADOS BÁSICOS
AOC: Pouilly-Vinzelles
Safra: 2015
Casta: Chardonnay
Colheita manual
Cultura orgânica / biodinâmica
Teor alcóolico:13%
Tamanho da garrafa:750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro pálido.
Nariz: Marcado pela finesse aromática, exala notas complexas de maçã vermelha, zest de laranja e de jasmim.
Boca: Intenso e rico, com bela estrutura acidez/mineral.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 11º a 13º
Harmonização: Filé de peixe grelhado (robalo, linguado...) ou ao forno (anchova, pargo...) com azeite e legumes, carne branca.
Tempo de guarda: 10 anos

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93
Jancis Robinson 16,5+

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 93
The 2015 Pouilly-Vinzelles les Quarts comes from the top of the slope, the vines between 45 to 80 years old. It has a complex bouquet with fresh red apples rather than green, orange zest, jasmine and broom. I appreciate the way the aromatics gradually spread their wings here. The palate is tensile on the entry with a keen thread of acidity. This is very well balanced, taut and linear but with more depth than some of the other 2015s from the domaine. This comes highly recommended—an intellectual Pouilly-Vinzelles.

Jancis Robinson 16,5+
Cask sample. 40- to 80-year-old vines on pebbles. Much more mainstream than the Longeays. Ticks the boxes in a rather sophisticated way. Chalky finish.

  • RP 93
  • JR 16,5+
  • 1  |  R$ 550,00 /gf
  • 6  |  R$ 550,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 550,00 Garrafa(s)

  • R$ 550,00 Garrafa(s)

R$ 550,00

Descrigco 1

Descrigco 2

DADOS BÁSICOS
AOC: Châteauneuf-du-pape
Safra: 2012
Castas: 60% Grenache, 30% Mourvèdre, 10% Syrah
Teor alcóolico: 14,5 %
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi escuro com reflexo grená.
Nariz: Maduro, expressivo e complexo com aromas de frutas escuras cozidas, notas de especiarias.
Boca: Muito concentrado, maduro, estruturado, final longo “spicy” e concentrado com notas de tamarindo, cacau e café.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Decantar por 1h30 antes de servir.
Harmonização: Cordeiro, porco carne de boi, embutidos, de preferência cozidos ou assados lentamente.
Tempo de guarda: Até 2030.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93
Jancis Robinson 17,5
Vinous 90-92
La Revue des Vins de France 17
Vinum 14
Gilbert & Gaillard 16

Avaliagues dos Especialistas
Rober Parker 93
The 2012 Chateauneuf du Pape la Crau de la Mere is a beauty that shows the more generous, rounded style of the vintage. Offering lots of jammy blackberry, raspberry, spice, licorice and potpourri, this full-bodied, beautifully textured Chateauneuf du Pape has no hard edges, solid concentration and plenty of length. Drink it anytime over the coming decade.

Jancis Robinson 17,5
60% Grenache, 10% Syrah, 30% Mourvèdre. 15-18 months in 100% foudres. Dark crimson. Opulent, ripe nose. Hint of tamarind keeps this vital. Quite an interesting whole. Racy and fun. Complex.

Vinous 90-92
Vivid ruby. Sexy, floral aromas of cherry and black raspberry, with slow-building smokiness. Deep, powerful red fruit compote flavors provide very good palate coverage, with supple tannins providing shape. Gains ripeness with air and finishes smooth and long, with notes of cherry compote and candied plum.

Gilbert & Gaillard 16
Cette excellente cuvée, composée du grenache majoritaire marié au mourvèdre avec un soupçon de syrah, donne une partition toujours axée sur une gourmandise de fruit, mais plus vibrante et structurée par une trame de tannins au grain fin. Cela glisse sur le palais sans la moindre aspérité.

  • RP 93
  • JR 17,5
  • VN 90-92
  • RVF 17
  • G&G 16
  • 1  |  R$ 440,00 /gf
  • 6  |  R$ 440,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 440,00 Garrafa(s)

  • R$ 440,00 Garrafa(s)

R$ 440,00

Descrigco 1

Descrigco 2
DADOS BÁSICOS
AOC: Châteauneuf-du-pape
Safra: 2015
Castas: 70% Grenache, 15% Syrah, 10% Cinsault, 5% Mourvèdre
Teor alcóolico: 14,5 %
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Perfumado, marcado pelas frutas vermelhas (cereja, morango) e alcaçuz.
Boca: Redondo e frutado, taninos polidos, bela expressão de Grenache.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Carpaccio de carne com parmesão, carne grelhada, presunto ibérico.
Tempo de guarda: 7 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Jancis Robinson 17,5
Vinous 88-90
Wine Front 91

Avaliagues dos Especialistas
Rober Parker 94
The largest production cuvée is the 2015 Châteauneuf du Pape Clos Du Calvaire and it’s mostly Grenache with smaller amounts of Syrah, Cinsault and Mourvèdre. Ripe, full-bodied, forward and even sexy, with lots of kirsch, strawberry, dried flowers and garrigue aromas and flavors, it should be a delicious effort to drink over the coming 5-7 years or more.

Jancis Robinson 17,5
Destemmed. Vinified and aged in cement tank. Tasted blind. Pale to mid garnet. Interest and savour on the nose with nothing forced. Floral idiom and lovely balance on the palate. Polished tannins with a really appetising ‘mineral’ note.

Vinous 88-90
Bright ruby. Musky and penetrating on the nose, displaying cherry pit and red currant aromas and a suggestion of garrigue. Chewy and tightly focused on entry, then fleshier in the midpalate, offering red berry and bitter cherry flavors and a touch of peppery spices. Shows good energy and cut on the youthfully tannic, slightly rigid finish, where the peppery note repeats.

Wine Front 91
Grenache, Syrah and Cinsault from vines with an average age of 40 years (much like myself), bottled early for freshness and lively expression of Grenache.

  • RP 94
  • JR 17,5
  • VN 88-90
  • WF 91
  • 1  |  R$ 322,00 /gf
  • 6  |  R$ 322,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 322,00 Garrafa(s)

  • R$ 322,00 Garrafa(s)

R$ 322,00

Descrigco 1
Um champagne artesanal e gastronômico, premiado em vários concursos internacionais: vivo e estruturado, é magnificamente bem equilibrado com suas notas florais e cítricas. O frescor e a elegância dominam esta cuvée.

Descrigco 2
A Maison Louise Brison é um vinhedo familiar de 13 hectares, localizado em Noé-Les-Mallets (uma aldeia no distrito Aube, sul da região Champagne). Este pequeno produtor segue um conceito artesanal chegando a um produto raro: é a única Maison de Champagne que produz exclusivamente champagnes safrados, o que resulta em vinhos extremamente qualitativos, longevos e gastronômicos.
Delphine Brulez, atual enóloga da vinícola (desde 2006), é a bisneta da Louise Brison (que criou a empresa).

O Champagne Brut 2010 é feito de 50% de Chardonnay vinificado e envelhecido em barris de carvalho, e de 50% de Pinot Noir envelhecido em tanques de aço. Ele foi elaborado apenas com a colheita de 2010, safra que oferece um impressionante equilíbrio entre elegância e intensidade.
Depois do corte, o champagne foi envelhecido 6 anos em garrafas, sobre borras, para ganhar em complexidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Champagne
Safra: 2010
Castas: 50% Chardonnay, 50% Pinot Noir
Cultivo orgânico sem certificação
Teor alcoólico: 12,5%
Dosage: 4 g/l
Dégorgement: 15/09/2016
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo ouro brilhante, perlage fina.
Nariz: nuances delicadas e elegantes de frutas e flores brancas.
Boca: mineral, intenso, estruturado, muito floral. Perfeitamente equilibrado e harmonioso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 08º - 10º
Harmonização: aperitivos, peixes nobres, frutos do mar e carnes brancas em molho.
Tempo de guarda: até 16 anos.

PREMIAÇÕES
Wine Enthusiast 91
Prêmio “Plaisir” Bettane&Desseauve 2017: Medalha de Ouro
Espumantes do Mundo 2016: Medalha de Bronze


Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 91
Fermented in oak, this wine with its crisp apple aroma is ripe and spicy. It has great citrus and white fruit plus a dry character that gives it both a tang and a mineral texture. Drink this crisp balanced wine now.

  • WE 91
  • 1  |  R$ 365,00 /gf
  • 6  |  R$ 365,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 365,00 Garrafa(s)

  • R$ 365,00 Garrafa(s)

R$ 365,00

Descrigco 1
Um champagne artesanal, premiado em vários concursos internacionais. Muito equilíbrio e elegância na safra 2008. Sendo 100% Chardonnay vinificado e envelhecido em barris de carvalho usado. Este champagne foi elaborado apenas com a colheita de 2008.

Descrigco 2
A Maison Louise Brison, produz exclusivamente champagnes safrados. É um produtor de boutique que segue um conceito artesanal chegando a um produto único. A safra 2008 considerada por especialistas como uma das melhores deste século, oferece um impressionante equilíbrio entre elegância e intensidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Champagne
Safra: 2008
Castas: 100% Chardonnay
Cultivo com minimização de uso de pesticidas "cultura raisonnée"
Teor alcóolico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo ouro brilhante com reflexos verdes, bolhas finas e persistentes.
Nariz: abrindo com notas de frutas exóticas e cítricas, e evoluindo para aromas mais florais e levemente torrados.
Boca: elegante, equilíbrio perfeito entre a complexidade aromática e o frescor. Estruturado, fim-de-boca muito longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 08º - 10º
Harmonização: aperitivos, terrina de peixe, frutos do mar no geral, carnes brancas grelhadas.
Tempo de guarda: até 15 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 92
Wine Enthusiast 93
Chardonnay du Monde 2016: Medalha de Ouro
Decanter World Wine Awards 2016: Medalha de Prata
Concurso dos melhores vinhos franceses nos EUA (Miami) 2016: Medalha de Ouro

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2008 Blanc de Blancs Brut Tendresse is 100% Chardonnay vinified in oak. The wine opens with a deep, clear and fresh as well as intense and complex bouquet of ripe and stewed apples, cinnamon, chalk, grey bread and toast. Full-bodied yet fine, straight, very dry and fresh on the palate (the wine only partly underwent malolactic fermentation), this is a remarkable, pure and elegant Blanc de Blancs that possesses a slightly oxidative style with a very clear and well-structured finish. This sparkler is a pretty complex aperitif and should go well with seafood and fish. This was disgorged in December 2015 and has a dosage of 4.7 grams per liter.

Wine Enthusiast 93
This blanc de blancs, fermented and aged in wood, is a fine Champagne. Its mineral texture and light oxidative character from the use of wood is contrasted with the tight citrus fruitiness and nervy steely texture. The wine is just mature although still with plenty of fruit. Drink now.

  • RP 92
  • WE 93
  • 1  |  R$ 450,00 /gf
  • 6  |  R$ 450,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 450,00 Garrafa(s)

  • R$ 450,00 Garrafa(s)

R$ 450,00

Descrição 1
Até os menos apaixonados por vinhos brancos irão se surpreender com este Riesling. A safra 2015 trouxe um curioso contraste: concentração e riqueza aromática dado ao clima do ano, e final mineral, com toque de pedra de isqueiro típico do terroir Saering.  Perfeitamente equilibrado, oferece aromas florais delicados, e notas mais doces de mel e laranja cristalizada. É um grande Riesling.

Descrição 2
Domaine Rominger é, certamente, uma das vinícolas mais promissoras da Alsace, França. Fundada em 1970 por Armand Rominger e atualmente comandada por Claudine Rominger, tem arrancado ao longo dos anos suspiros e colecionado elogios dos críticos mais respeitados do planeta. São 12 hectares de vinhedos Grand Crus cultivados de forma biodinâmica - cuja prática preserva a originalidade do terroir – localizados na comuna de Westhalten, Alto-Reno.

A Alsace é dividida em dois departamentos - Baixo-Reno e Alto-Reno – que somam cerca de 15.000 hectares de vinhedos. Os melhores vinhos provém da região central do Alto-Reno (onde os vinhedos da Domaine Rominger são cultivados), onde a altitude das montanhas Vosges protegem as vinhas das tempestades do Atlântico.
O Alto-Reno é uma região de clima muito seco e quanto mais próxima das montanhas Vosges mais íngremes se tornam as encostas e consequentemente os vinhedos. Desta forma, se origina Rieslings complexos, ricos e potentes.

DADOS BÁSICOS
AOP: Alsace
Safra: 2015
Casta: Riesling
Cultura biodinâmica
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo palha.
Nariz: notas de flores (acácia, tulipa, jasmim, narciso), pedra de isqueiro, lima, damasco, maçã e menta.
Boca: untuoso, fresco e complexo, com sabor frutado e equilíbrio perfeito.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°
Tempo de guarda: 15 anos.
Harmonização: joelho de porco com batatas assadas, queijos variados, rabo de lagosta com manteiga de limão siciliano, caldeirada de frutos do mar, barriga suína assada com purê de mandioquinha, legumes na manteiga de ervas.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93+

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 93+
Rominger's Grand Cru 2015 Riesling Saering opens with a deep, rich and intense, but at the same time lovely ,clear, precise and flinty nose with herbal and floral flavors intermixing with ripe white fruit aromas. The southeast-facing vineyard is planted with 7,900 vines per hectare and bears a full-bodied, very elegant, round and harmonious Riesling with great complexity, ripe and aromatic fruit, fine acidity and a lovely mineral structure. The 2015 is rich and powerful but highly elegant, finessed and perfectly balanced between mineral structure and ripe fruit. It is an impressive dry Riesling that can be aged for 10 to 15 years easily, but already drinks beautifully today.

  • RP 93+
  • 1  |  R$ 299,00 /gf
  • 6  |  R$ 299,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 299,00 Garrafa(s)

  • R$ 299,00 Garrafa(s)

R$ 299,00

Descrição 1
O nome "Les Terrasses" se refere ao cultivo tradicional das videiras em sistema de terraços, nas encostas das montanhas. Este branco é uma expressão direta e pura do terroir: o engarrafamento é feito logo após vinificação, para conservar o caráter primário do vinho. Fresco e vivo, ele é harmonioso e remete à frutas cítricas e brancas.
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Porque os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrarem a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de tratamentos.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere e nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOC: Côtes-Du-Roussillon
Safra: 2016
Castas: 50% Grenache Blanc, 50% Maccabeu
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 12,9%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo claro, reflexos verdes.
Nariz: Floral, frutas cítricas.
Boca: Generoso, acidez refrescante, fim-de-boca vivo e longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8°-10°
Tempo de guarda: 6 anos
Harmonização: Aperitivos, saladas, todos os tipos de peixes.

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 166,00 /gf
  • 6  |  R$ 166,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 166,00 Garrafa(s)

  • R$ 166,00 Garrafa(s)

R$ 166,00

Descrição 1
Produzido na região de Haut-Médoc, esse é o segundo vinho do Château Cantemerle, Grand Cru Classé de Bordeaux. Les Allées de Cantemerle é produzido com as uvas das vinhas mais jovens do Château Cantemerle. Resulta em um vinho com a mesma personalidade mas com potencial de guarda menor.
Descrição 2
Edificado ainda na Idade Média, o Château Cantemerle foi doado à Abadia de mesmo nome ainda no século 12. No século 15, a propriedade passou a ser da família Caupène, originária da região de Landes, que mais tarde se uniu à família Roque e passou, de fato, a comercializar vinho. Até o século 16 o Médoc era, basicamente, dedicado à produção de cereais, fato que leva a crer que o Château Cantemerle venha a ser pioneiro na vitivinicultura local.

Disposto em torno de um pátio majestoso, sua bela arquitetura neoclássica atesta a magnitude e estima que os sucessivos proprietários de Cantemerle têm tido com o vinho ao longo dos séculos. A propriedade conta com tanques de aço inoxidável com temperatura controlada, barris de carvalho e tanques de concreto para fermentar seus vinhos.

Médoc é, antes de uma AOC, uma península ao norte da cidade de Bordeaux. Localizada na margem esquerda, abriga as denominações de Pauillac, St-Estèphe, St-Julien, Margaux, Pessac-Leognan, Listrac- Meédoc, Moulis e Haut-Médoc. Haut- Médoc AOC tem solo plano com áreas encharcadas, pastagens e solo pesado composto, basicamente, por cascalho uma boa combinação para uvas de maturação tardia como a Cabernet Sauvignon. Seus vinhos tendem a ser terrosos, encorpados e finos.

DADOS BÁSICOS
AOC: Haut-Médoc
Safra: 2011
Casta: 82% Cabernet Sauvignon, 16% Merlot, 2% Cabernet Franc
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Frutas pretas e vermelhas maduras, louro, ameixa e tabaco.
Boca: Sabor prepotente de frutas vermelhas, boa estrutura com taninos com mostram um bom potencial de guarda, e um fim-de-boca com toque de especiarias.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°C
Harmonização: Barriga suína assada, suflé de queijo, frango assado
Tempo de guarda: Até 2020.
Decantar: Sim, por uma hora antes de servi-lo.

PONTUAÇÃO
James Suckling 88


Avaliações dos Especialistas
James Suckling 88
Good fruit with black currants and berries. Medium to full body, firm tannins and a medium finish. Drink or hold.

  • JS 88
  • 1  |  R$ 280,00 /gf
  • 6  |  R$ 280,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 280,00 Garrafa(s)

  • R$ 280,00 Garrafa(s)

R$ 280,00

Descrição 1
O Norte do Vale do Rhône é incontestavelmente a terra predileta da casta Viognier. As uvas do vinho "Les Lézardes" vêm de Sainte-Agathe, do lado da grande terra Condrieu. 8% da fermentação é feita em barrica de carvalho para conferir uma maior complexidade a este vinho jovem.

Descrição 2
O Domaine René Rostaing é uma referencia do Vale do Rhône. Ele construiu a sua fama pela qualidade dos seus Côte Rotie, extremamente elegantes e pouco marcados por barrica nova.

René possui um vinhedo excepcional que ele adquiriu ao longo dos anos. Com alguns hectares de vinhas de mais de 100 anos nos terroirs de La Landonne e Côte Blonde e um trabalho mais natural possível, os vinhos dele ressaltam pureza e delicadeza.

DADOS BÁSICOS
IGP: Collines Rhodaniennes
Safra: 2016
Casta: Viognier
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo-palha.
Nariz: Agradável buquê de frutas amarelas frescas (damasco, pêssego) e de amêndoas torradas.
Boca: Ampla e redonda, com acidez media e final mineral refrescante.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12°
Harmonização: Atum selado com gergelim, pratos asiáticos com molho agridoce, lagosta, carnes brancas, queijos meia cura.
Tempo de guarda: Até 2020.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 87
Jancis Robinson 15

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 87
The medium-bodied, facile 2016 IGP Collines Rhodaniennes Les Lezardes Viognier comes from vineyards just outside the appellations of Condrieu and Côte-Rôtie. It offers modest flavors of toasted almond, fresh apricots and a dry, spicy finish.

  • RP 87
  • JR 15
  • 1  |  R$ 390,00 /gf
  • 6  |  R$ 390,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 390,00 Garrafa(s)

  • R$ 390,00 Garrafa(s)

R$ 390,00