Dão

Descrição 1
A uva Jaen mostra aqui uma face pouco comum, num vinho concentrado, com notas de frutas compotadas, vegetais e especiarias. A frescura da uva está bem patente, o conjunto é complexo e personalizado.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2007
Casta: Jaen
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 15 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada intenso.
Nariz: notas elegantes de fruta vermelha, cerejas e morangos, bem conjugadas com a madeira que lhe acrescenta um toque de especiaria.
Boca: fresco, afinado e de profundo sabor. Um vinho moderno, versátil, com taninos de grande delicadeza.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Strogonoff, garoupa assada com presunto e ervas.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 89
Wine Enthusiast 92
Revista de Vinhos 16,5
International Wine Challenge 2014: Medalha de Bronze

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The 2007 JAEN is, of course, all Jaen. As with the Alfrocheiro this issue, it is a grape that is typically found in this region that usually fills out some blends. Other producers make a monovarietal from it, but this is a pretty nice effort from relatively young vines. Deep, full bodied and with a lot of power, this does have a bit of an oak overlay, but the acidity and fine fruit flavor cut through it well. The real question with this wine is its astringency. It gets rather more powerful with aeration, although it never destroys the wine. Like a lot of the winery’s efforts, it is not entirely clear if the balance will ever be perfect, but it certainly seems like it could use another few years in the cellar. This runs around 16 euros in Portugal. This is a very nice effort for this monovarietal, with a bright, juicy finish.

Wine Enthusiast 92
Known in Spain as Mencia and found in Galicia, here in Portugal it forms a part of the mix in the mountainous Dão. It is red fruit flavors that are sustained by tannins. Despite its nine years of age, it is still firmly structured, still packed with fine fruit. It is only just now ready to drink.

Revista de Vinhos 16,5
A mal amada Jaen mostra aqui uma face pouco comum, num vinho concentrado, com notas de frutos pretos, vegetais e especiarias. A frescura da uva está bem patente, o conjunto é complexo e personalizado.

  • RP 89
  • WE 92

R$ 277,20 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 308,00 R$ 277,20

Descrição 1
O ano de 2010 teve condições ótimas para as maturações das diferentes variedades da vinicola. O Jaen foi a casta com menores variações ao longo dos anos devido a sua precocidade e continua mostrando toda a sua personalidade: um vinho doce e concentrado, muito cativante.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2010
Casta: Jaen
Teor alcoólico: 14,3%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada intenso.
Nariz: notas de frutos pretos e vermelhos, vegetais e especiarias, e um toque de especiaria que a madeira acrescenta.
Boca: fresco, concentrado e de profundo sabor, de final longo e cremoso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Strogonoff, garoupa assada com presunto e ervas.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 92
Wine Enthusiast 93
Revista de Vinhos 16,5
International Wine & Spirit Competition 2016: Medalha de Bronze

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2010 Jaen was aged in French oak for 18 months (only three months new). I have tasted this before, but since this winery's wines hold well and improve, it's worth checking in. This is a Jaen with fine structure to go with its finesse in the mid-palate, but for what the region normally produces with this grape, the concentration is perhaps the most impressive part. Then, it ends with power and grip, lingering beautifully. Underneath is ripe fruit, strawberries laced with herbs. This remains pretty special. This grape is not the best ager, but this will age better than most. It is doing well now, though. Don't hesitate to dive in.

Wine Enthusiast 93
One of a series of four wines featuring the major red grapes of the Dão, this wine concentrates on the least familiar. The Jaen gives a tight, structured wine that is still firm after six years. Blackberry fruits and spice fill out the dry core and leave an impressive wine that is likely to live long. Drink now.

  • RP 92
  • WE 93

R$ 277,20 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 308,00 R$ 277,20

  Descrição 1
Grande corpo, grande estrutura e acidez no ponto, num equilíbrio perfeito tão característico da região.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2017
Castas: cerca de 15 variedades tradicionais da região (Encruzado, Malvasia-Fina, Bical, Rabo-de-Ovelha, Siria, Fernão Pires...)
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo com reflexos esverdeados.
Nariz:
aromas balsâmicos com notas cítricas, melão, pera e rosas.
Boca:
um branco estruturado, encorpado, com acidez no ponto e equilíbrio perfeito.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°.
Harmonização:
queijo, massas e alguns pratos italianos, assim como peixes gordos (bacalhau, salmão, atum). Também acompanha bem pratos de carnes brancas.
Tempo de guarda:
10 anos.

Avaliações dos Especialistas

R$ 157,41 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 174,90 R$ 157,41

Descrição 1
A excelência da casta Encruzado, a casta branca mais nobre do Dão. Floral e mineral, fresco e estruturado, o equilíbrio sob a forma de vinho.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2016
Castas: Encruzado
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,2%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
amarelo limão.
Nariz:
floral e mineral.
Boca:
a nobre casta Encruzado entrega um vinho fresco e estruturado: o equilíbrio sob a forma de vinho.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°-12°.
Harmonização:
queijo meio curados, lagosta com molho de manteiga, risoto de abóbora.
Tempo de guarda:
10 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 207,90 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 231,00 R$ 207,90

Descrição 1
Uma cor rosa maravilhosamente equilibrada, cheio de aromas frescos de frutas vermelhas, texturas e sabores cerejantes, delineados com acidez fresca, é um belo Rosé gastronômico.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2018
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Jaen, Alfrocheiro, Água-Santa e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
11,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
alaranjado.
Nariz:
intenso, de framboesa, maçã vermelha e morango.
Boca:
fresco e complexo, com final longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
10°.
Harmonização:
sushi, comida japonesa mais condimentada, saladas variadas, churrasco.
Tempo de guarda:
5 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 157,41 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 174,90 R$ 157,41

Descrição 1
Lote de muitas castas provenientes de várias parcelas de vinha com diferentes idades, altitudes e exposições. Aromas de floresta e caruma…um verdadeiro blend do Dão.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2015
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água-Santa, Tinta-Pinheira, Baga.e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso buquê de frutos vermelhos maduros, amora, cassis e cereja.
Boca:
vibrante, com taninos firmes, maduros e um longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°.
Harmonização:
perfeito com carnes grelhadas ou assadas. Também acompanha bem queijos fortes.
Tempo de guarda:
8 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 157,41 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 174,90 R$ 157,41

Descrição 1
A “memória” das memórias. Vinha velha, castas misturadas, espécie de catálogo ampelográfico, a diversidade no seu esplendor. Cerca de 30 variedades co-plantadas e vinificadas em simultâneo. Vinho autêntico, extremamente personalizado e elegante.

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2015
Castas: Touriga-Nacional, Tinta-Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água-Santa, Tinta-Pinheira, Baga e outras castas tipicamente portuguesas
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
14%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso buquê de flores e bosque, com notas de vegetais e tangerina.
Boca:
caráter vivo e fresco, com taninos muito elegantes e de grande complexidade aromática, resultante da presença de várias castas.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
risoto de cogumelos frescos, caça de pena, como faisão.
Tempo de guarda:
15 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 375,21 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 416,90 R$ 375,21

Descrição 1
Elegância, frescura e terroir, características da região, num blend com predominância da mais nobre casta do Dão: a Touriga-Nacional. Complexidade, riqueza aromática e longevidade estão garantidas!

Descrição 2
Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma holística e ecológica há várias gerações.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos e altitudes, num total de 25 hectares de terreno. Vinhas velhas com cerca de 50 anos e vinhas recém-plantadas coabitam com a floresta de pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, numa paisagem marcada por colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito e as altitudes variam entre os 200 e 400 metros.

As castas são exclusivamente portuguesas, com predominância das castas típicas do Dão tais como a Touriga-Nacional, a Tinta-Roriz, o Alfrocheiro, o Jaen, a Água-Santa ou a Baga (nos tintos), o Encruzado, a Malvasia-Fina, o Bical e o Cerceal (nos brancos). Toda esta biodiversidade, assim como o amor do casal António e Sara por este lugar, aparece refletida na personalidade e complexidade dos vinhos da Casa de Mouraz.
Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela ECOCERT desde 1996. Em 2006, começaram a trabalhar com os preparados e as práticas biodinâmicas. Na adega as vinificações são feitas por vinhas, normalmente plantadas com castas misturadas, com o objetivo de procurar a essência de cada terroir. Em 2009 passaram a integrar o prestigiado grupo de produtores biodinâmicos La Renaissance des Appellations.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2014
Castas: 70% de Touriga Nacional e 30% de outras castas misturadas (Jaen, Baga, Água Santa, Alfrocheiro, Trincadeira e outras)
Orgânico / Biodinâmica
Teor alcoólico:
13,5%
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi.
Nariz:
intenso bouquet de frutos vermelhos maduros, geleia e ameixas com notas de especiarias.
Boca:
vivo, com taninos firmes e maduros. Grande complexidade e um longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16°-18°.
Harmonização:
perfeito para acompanhar carnes como o cabrito, assim como vitela estufada ou no forno. Também acompanha queijos com sabor forte.
Tempo de guarda:
15 anos.

Avaliagues dos Especialistas

R$ 311,85 /gf

X

Adicionar ao carrinho

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 346,50 R$ 311,85