Tintos

Descrição 1
Quinta de Lemos é uma das casas de vinho mais promissoras do Dão. Pierre de Lemos (proprietário) e Hugo Chaves (enólogo) investem e dedicam-se incansavelmente a produzir o melhor vinho do país e, acredite, esses frutos já estão sendo colhidos. Neste exemplar produzido com a uva Alfrocheiro, nativa do Dão, você reconhecerá aromas de morangos, cerejas e amoras frescas, um toque de terra úmida e flor. O sabor, também frutado, nos oferece vivacidade, elegância e concentração. Raramente você encontrará um Alfrocheiro tão surpreendente quanto este.
Descrição 2
Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo, apesar da grande área, Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema.

O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o terroir do Dão.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2010
Casta: Alfrocheiro
Teor alcoólico: 14,5%
Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: aroma intenso que remete a morangos, cerejas e amoras frescas, terra úmida e flor.
Boca: o sabor também frutado nos oferece, além das frutas, frescor, elegância e concentração. Tudo no mais perfeito equilíbrio.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: risoto de cogumelos, costela suína na brasa com legumes assados, lombo de bacalhau assado, lasanha de berinjela e ravioli de cordeiro com o molho do próprio assado. Queijos e embutidos também acompanham bem este tinto.
Tempo de guarda: até 2025.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Wine Enthusiast 89
Revista dos Vinhos 17
Decanter World Wine Award 2017 86

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2010 Alfrocheiro was aged in French oak for 18 months (only three months new). Not showing quite as much concentration as the Jaen, also reviewed, this adds a silky texture and the same backbone. This didn't show so well at first, as it seemed mute and a touch thin. It fleshed out gradually and came together very well. It developed beautifully, showing refinement and elegance. This is a well-priced group of wines that will be appealing to Burgundy lovers. I used the same descriptors often because there is a similarity in style: they are always elegant and balanced, finishing with flavor and starting with finesse. At these prices, all I can say is....snap them up.

Wine Enthusiast 89
This is an aromatic wine, one of a series of four wines featuring the major red grapes of the Dão. It is ripe, fruity with soft tannins and juicy acidity. Red berry fruit and a balanced structure give a fragrant wine that is ready to drink.

Revista dos Vinhos 17
Aroma mais aberto que o habitual nos vinhos deste produtor, muito floral, violetas, ligeiro químico e nota de amêndoa amarga. Prova de boca intensa, bagas negras, cheio de sabor, muito polida mas com garra. Sedoso até ao final, sempre persistente, um Alfrocheiro moderno e muito apelativo.

  • RP 90
  • WE 89
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 260,00

Descrição 1
Este Touriga Nacional é o melhor exemplo que podemos ter quando tradição e modernidade se fundem. Esta uva, que em outras regiões de Portugal produz em geral vinhos muito potentes, encontra na região do Dão e no talento da equipe da Quinta de Lemos as condições ideais para mostrar o seu lado mais nobre e elegante. Seu aroma é marcado por frutas bem maduras, flores, canela, ervas de cozinha e o sabor memorável que nos surpreende pelo vigor, elegância, taninos macios e pelo seu frescor.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2009
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada intenso.
Nariz: compota de frutas negras, bergamota e pinho.
Boca: encorpado, fresco, com taninos sedosos e longo final sedutor.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: excelente com carnes mais suculentas e pratos à base de molhos substanciosos. Leitão, ragu de cordeiro, codorna recheada e queijos duros casarão perfeitamente com este tinto. Este vinho também acompanhará bem pratos de bacalhau e de salmão.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 92
Jancis Robinson 17,5
Wine Spectator 90
Wine Enthusiast 94
Revista de Vinhos 16
Wine&Spirits Magazine 91
International Wine and Spirit Competition 2015: Medalha de Prata+
International Wine Challenge 2015: Medalha de Prata Prata
Concurso Mundial de Bruxelas 2014: Medalha de Prata
Decanter World Wine Awards 2014: Medalha de Bronze

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2009 Touriga Nacional was aged for 18 months in French oak (70% used, 30% new – if you’ve been following along re: the submissions this issue, the winery evidently has a formula and that is what I was told). It comes in at 14.5% alcohol. This is lovely Touriga, dense and a bit on the muscular side early on, but with fine fragrance, flavor and focus to go with its concentration. Tightening consistently with aeration, it proves to have a fine backbone as well. When it opens with some aeration, it becomes wonderfully expressive and powerfully aromatic. Overall, I’d say this is the best Touriga I’ve had yet from Lemos, even a little bit better than the fine 2007 revisited this issue. There were 8,000 bottles produced. Drink now-2024.

Jancis Robinson 17,5
Deep glowing cherry red. Elegantly fragrant – rich with dark fruit and with hints of violets and bergamot – classic Touriga but not overpoweringly so. There's an attractive smoky savoury character here too – complex and still very young. I'm not generally a big fan of varietal Touriga Nacional but this is delicious – velvet textured, luxurious but not heavy or extreme. Long, fresh, rounded finish.

Wine Spectator 90
A fresh and fruity style, with loads of crushed red plum and dark cherry flavors. Lengthens out, with forest floor elements. Dark currant and spice hints show on the finish, which features some graphite details. Drink now through 2018.

Wine Enthusiast 94
Originally from the Dão region, Portugal's oldest wine area, Touriga Nacional still produces some of its best wines in its home base. This powerful wine is a fine example of what Celso de Lemos set out to do when he set up the 62-acre estate. This wine has black fruits, dark tannins, a light perfumed character and considerable potential. Powered by its structure and acidity it is developing slowly and surely. Drink from 2017.

Revista de Vinhos 16
Bem definido mas austero no aroma, com fruta madura muito bonita, prova de boca vigorosa mas afinada, bastante concentrado mas polido. A harmonia é o grande trunfo deste vinho.

  • RP 92
  • JR 17,5
  • WS 90
  • WE 94
  • 1  |  R$ 285,00 /gf
  • 6  |  R$ 285,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 285,00 Garrafa(s)

  • R$ 285,00 Garrafa(s)

R$ 285,00

Descrição 1
Um vinho do Graves muito concentrado e complexo. Seu corpo médio e aromas torrados de evolução permitem consumir-o agora e já com muito prazer.
Descrição 2
Em 1966, Françoise et Henri Lévêque venderam sua coleção de selos para adquirir alguns hectares de vinhas no Sul da região de Bordeaux. Hoje em dia, são 96 hectares em produção pelo prestigioso Château de Chantegrive.

As vinhas tem uma posição privilegiada com uma exposição Sul e um solo de cascalhos (o famoso Graves) e de areia fina. Este conjunto de fatores permitem obter uvas com um amadurecimento ótimo e vinhos concentrados de grande complexidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Graves
Safra: 2012
Casta: 50% Merlot, 50% Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho muito escuro.
Nariz: aromas de ameixas, frutas pretas bem cozidas, levemente tostado.
Boca: complexo e concentrado, com taninos sedosos e um final rústico marcado pelo café torrado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Tempo de guarda: Até 2021
Harmonização: Alcatra com redução de vinho, pintada assada, molejo ao molho Madère.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 89
James Suckling 90
Wine Enthusiast 92
Jancis Robinson 16
Vinous 88
Wine Spectator 87
Wine & Spirits Magazine 92

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The Leveque family has hit pay dirt again with this 2012 Graves. An inky, bluish/purple color, and an equal part blend of Cabernet Sauvignon and Merlot, the wine shows terrific fruit, great purity, graphite and underlying earthy burning ember notes. It has medium body and loads of fruit, depth and light tannin in the finish, showing this wine can be drunk early, or cellared for up to a decade. A sleeper of the vintage.

James Suckling 90
Aromas of spices, plums and strawberries follow through to a medium to full body, velvety tannins and a bright finish. Hints of vanilla on the finish. Better in 2017.

Wine Spectator 87
This sports a brambly feel, with leather and bay adding some funk to the core of blackberry, plum and black currant preserves. Turns a touch chewy on the finish, revealing a bitter espresso hint. Shows character, though the gamy rusticity isn't for everyone. Drink now through 2018.

Wine Enthusiast 92
One of the top Graves estates has produced this fine, ripe 2012. It is still young, showing its toasty, smoky wood flavors, but has plenty of tannic structure that's firm for aging. The fruit and acidity are all there, promising a balanced wine from 2018. Hubert de Boüard (Château Angelus) is consulting enologist for the Lévèque family owners.

Jancis Robinson 16
Healthy crimson. Quite ‘bloody’ and energetic on the nose. Well put together. Chapeau! Very appetising and it seems much fatter than most 2012s. Stony, fresh finish. Not for the very long term but it does not have obvious flaws.

Vinous 88
The 2012 Chantegrive is a powerful, layered wine with tons of personality. There is excellent underlying material, but the heavily extracted style and copious oak are overpowering. Hopefully consulting winemaker Hubert de Boüard can find a little better balance here. Even with its shortcomings, the Chantegrive is a solid wine, but its potential appears to be far greater than this.

  • WE 92
  • RP 89
  • JS 90
  • JR 16
  • WS 87
  • VN 88
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 294,00

Descrição 1
As vinhas desta cuvée estão localizadas na fronteira com a apelação Fleurie : este terroir dá vinhos do Gamay muito frutados e com bastante personalidade. Juntamos a isto uma safra 2015 excepcional e obtemos este Morgon fora do padrão.

Descrição 2
O Domaine Louis-Claude Desvignes nasceu há 8 gerações na aldeia de Villié-Morgon. A produção e elaboração do vinho continuam tradicionais, respeitando o ensino e o saber-fazer transmitidos ao longo dos anos. Paciência e respeito são as palavras-chave da família.

O foco é produzir vinhos do Beaujolais de guarda, com muita concentração e complexidade para permitir um bom envelhecimento. Assim, o controle dos rendimentos e a extração durante as vinificações são prioridades. Depois da fermentação, o vinho repousa até 16 meses sobre lias para ganhar maturidade e complexidade.

O nome de esta cuvée se refere à casa onde envelhecem as garrafas do Domaine. Ela abriga uma antiga adega de pedras com teto abobadado no porão : a Voûte Saint-Vincent.

DADOS BÁSICOS
AOC: Morgon
Safra: 2015
Castas: Gamay
Cultura "raisonnée"
Teor alcóolico: 13,8%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi profundo
Nariz: Intenso, uma explosão de frutas vermelhas com um toque mineral.
Boca: Um conjunto de elegância, jovialidade e complexidade. O frescor e a acidez são incríveis, e o retrogosto de bagas vermelhas é encantador.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º a 15º
Harmonização: É perfeito para acompanhar embutidos e frios, filé mignon, carne de porco assada, qualquer tipo de ave assada.
Tempo de guarda: Até 2020

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Vinous 91
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2015 Morgon la Voute Saint Vincent was matured in cement vats. It has a generous bouquet of red plum, cranberry and pomegranate with subtle tertiary notes developing in the glass. The palate is medium-bodied with sappy red fruit, nicely structured with a fresh, marine-tinged finish that leaves the tongue tingling after the wine has departed. Maybe a little rustic? But still, this is very charming.
Louis Claude Desvignes is one of my favorite producers in Beaujolais, and I cannot recommend their wines highly enough. Based in the village of Villié-Morgon, the domaine is currently run by the eighth generation of vignerons, Louis-Benoît and Claude-Emmanuelle. There are 13 hectares under vine with an average age of 70 years, including three hectares in Côte du Py. Herbicides have been eschewed since 2004, although the domaine is not certified organic. They adopt what you might call a traditional approach to vinification, using a grill to submerge the cap and enacting a slightly longer fermentation than other growers to attain color and depth. These tend to be sumptuous, tensile and vivacious Beaujolais wines that epitomize everything great about Morgon.

Vinous 91
Brilliant ruby. Pungent red berries, exotic spices and candied lavender on the lively, mineral-accented nose. Sappy raspberry and bitter cherry flavors show very good energy and complementary suggestions of floral pastilles, allspice and licorice. Appealingly sweet and lively, carrying no excess fat; the long, sappy finish shows outstanding clarity and subtle, harmonious tannins.

Jancis Robinson 16,5
Sourced from parcels with an average vine age of 60 years in the climat of Douby – close to Fleurie and with similar sandy soils. Deep crimson – the deepest colour so far of any red in this Berry's spring 2017 line-up! Very juicy and smooth and lively. Fine and fresh. Very correct and racy – even if with Morgon depth. Who wouldn’t like this? Long and admirable, though relatively low in acidity for a Beaujolais.
  • RP 90
  • VN 91
  • JR 16,5
  • 1  |  R$ 190,00 /gf
  • 6  |  R$ 190,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 190,00 Garrafa(s)

  • R$ 190,00 Garrafa(s)

R$ 190,00

Descrição 1
O Mas de l'Ecriture produz vinhos aliando a potencia e a generosidade dos vinhos do Sul da França, e um frescor surpreendente conferido pelo terroir argilo-calcário único de Terrasses-du-Larzac.
Descrição 2
Apaixonado pelo vinho, Pascal Fulla deixou a profissão dele para criar o Mas de l'Ecriture em 1998. Desejando adotar um modo de viticultura respeitoso pela natureza, ele nunca usou produtos químicos nas vinhas. Para concretizar essa filosofia, ele converteu a propriedade a cultura orgânica em 2009.

Há pouco, sua filha Léa se juntou a ele para dar continuidade à produção no futuro.

A colheita é inteiramente manual. Cada parcela de vinhas e cada casta são vinificadas separadamente para guardar a melhor expressão do terroir possível.

A cuvée L'Emotion envelheceu 12 meses em barricas de carvalho francês usadas de 600L e 500L para trazer uma maior complexidade sem desnaturar o vinho.

DADOS BÁSICOS
AOC: Terrasses du Larzac
Safra: 2014
Castas: 35 % Syrah, 30 % Grenache, 22 % Carignan, 13 % Cinsault
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho vivo com reflexos violáceos.
Nariz: aromas intensos e complexos, com notas de cerejas, especiarias como pimento do reino e ervas aromáticas.
Boca: generosa, sabor elegante com muita fruta vermelha e um belo equilíbrio potência e refinamento.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Passar no decanter para aeração 2 horas antes do serviço.
Harmonização: presunto ibérico, bifinho com cogumelos sauté, cozinha mediterrânea.
Tempo de guarda: 5 anos.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90

Avaliações dos Especialistas
Rober Parker 90
Possessing a perfumed bouquet of sweet cherries, strawberries and spice, the 2014 Terrasses du Larzac Emotion (35% Syrah, 30% Grenache and the balance Carignan and Cinsault) is medium-bodied, rounded, expansive and ethereally textured on the palate, and that texture keeps you coming back to the glass. About as drinkable as they come, it's well worth checking out. Drink bottles in their youth.

  • RP 90
  • 1  |  R$ 199,00 /gf
  • 6  |  R$ 199,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 199,00 Garrafa(s)

  • R$ 199,00 Garrafa(s)

R$ 199,00

Descrição 1
Este Touriga Nacional é o melhor exemplo que podemos ter quando tradição e modernidade se fundem. Esta uva, que em outras regiões de Portugal produz em geral vinhos muito potentes, encontra na região do Dão e no talento da equipe da Quinta de Lemos as condições ideais para mostrar o seu lado mais nobre e elegante. Seu aroma é marcado por frutas bem maduras, flores, canela, ervas de cozinha e o sabor memorável que nos surpreende pelo vigor, elegância, taninos macios e pelo seu frescor.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2007
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada intenso.
Nariz: frutas negras maduras, cedro, canela, flores e ervas de cozinha.
Boca: encorpado, fresco, com taninos sedosos e longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Excelente com carnes mais suculentas e pratos à base de molhos substanciosos. Leitão, ragu de cordeiro, codorna recheada e queijos duros casarão perfeitamente com este tinto. Este vinho também acompanhará bem pratos de bacalhau e de salmão.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 92
Revista dos Vinhos 17
Decanter World Wine Award 2014: Medalha de Bronze
International Wine Challenge 2013: Medelha de Bronze
Concurso Mundial de Bruxelas 2010: Medalha de Ouro

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2007 Touriga Nacional is revisited here for a checkup, and boy, is it coming along nicely. Full in the mouth, the fruit is beautifully expressive now. If it lacks the focused intensity of the 2008, also reviewed this issue, it is bursting with flavor, more harmonious and simply delicious. Sexy and lush, it is no slouch in the structure department either. This shows every sign of developing well and continually over the next decade or so.

Revista dos Vinhos 17
Completo, compacto, com morangos, violetas, suave, discreto, com boa complexidade. Na boca está polido, texturado, com boa frescura, equilibrado entre a cremosidade e a rugosidade, com final longo e saboroso com ligeiras nuances amargas.

  • RP 92
  • 1  |  R$ 285,00 /gf
  • 6  |  R$ 285,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 285,00 Garrafa(s)

  • R$ 285,00 Garrafa(s)

R$ 285,00

Descrição 1
A uva Jaen mostra aqui uma face pouco comum, num vinho concentrado, com notas de frutas compotadas, vegetais e especiarias. A frescura da uva está bem patente, o conjunto é complexo e personalizado.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2007
Casta: Jaen
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 15 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada intenso.
Nariz: notas elegantes de fruta vermelha, cerejas e morangos, bem conjugadas com a madeira que lhe acrescenta um toque de especiaria.
Boca: fresco, afinado e de profundo sabor. Um vinho moderno, versátil, com taninos de grande delicadeza.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Strogonoff, garoupa assada com presunto e ervas.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 89
Wine Enthusiast 92
Revista de Vinhos 16,5
International Wine Challenge 2014: Medalha de Bronze

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The 2007 JAEN is, of course, all Jaen. As with the Alfrocheiro this issue, it is a grape that is typically found in this region that usually fills out some blends. Other producers make a monovarietal from it, but this is a pretty nice effort from relatively young vines. Deep, full bodied and with a lot of power, this does have a bit of an oak overlay, but the acidity and fine fruit flavor cut through it well. The real question with this wine is its astringency. It gets rather more powerful with aeration, although it never destroys the wine. Like a lot of the winery’s efforts, it is not entirely clear if the balance will ever be perfect, but it certainly seems like it could use another few years in the cellar. This runs around 16 euros in Portugal. This is a very nice effort for this monovarietal, with a bright, juicy finish.

Wine Enthusiast 92
Known in Spain as Mencia and found in Galicia, here in Portugal it forms a part of the mix in the mountainous Dão. It is red fruit flavors that are sustained by tannins. Despite its nine years of age, it is still firmly structured, still packed with fine fruit. It is only just now ready to drink.

Revista de Vinhos 16,5
A mal amada Jaen mostra aqui uma face pouco comum, num vinho concentrado, com notas de frutos pretos, vegetais e especiarias. A frescura da uva está bem patente, o conjunto é complexo e personalizado.

  • RP 89
  • WE 92
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 260,00

Descrição 1
Este tinto da linha Contraste da Rita Marques é um encanto, cheio de frutas maduras suculentas. Versátil e elegante, é perfeito para todas as ocasiões e agrada todos os paladares com aromas intensos, boca rica e boa persistência.

Descrição 2
A Rita Marques faz parte destes enólogos jovens gênios, cheios de talentos. A historia dela começou com a vontade de fugir do caminho padrão da família, a engenharia. Ela resolveu estudar enologia e se revelou através de estágios em vinícolas portuguesas e do resto do mundo. Assim, ela se fascinou pela visão ambiciosa dos produtores de Bordeaux, se apaixonou pelos brancos explosivos da Nova-Zelândia e amou a concentração dos vinhos da África do Sul.

Enriquecida com todas essas experiências e influencias mundiais, ela criou a Conceito Vinhos a partir de um pequeno vinhedo que pertencia à sua família há 40 anos e desenvolveu a produção. A filosofia dela é expressar a diversidade das castas e mostrar a força da influencia do terroir. 90% dos vinhos Conceito são produzidos em Cedovim, no Douro, mas também aluga vinícolas na Nova-Zelândia e na África do Sul para explorar ainda mais o que o resto do mundo tem de oferecer.

A Rita desenvolveu duas linhas de vinhos: a linha Conceito, que da vinhos de guarda concentrados e com maior influencia de carvalho novo, e a linha Contraste, com vinhos mais acessíveis já na juventude, sem incluir carvalho novo na produção.

DADOS BÁSICOS
DOC: Douro
Safra: 2013
Casta: Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Teor alcoólico: 13,8%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: bouquet intenso mas equilibrado de cassis, menta e tabaco.
Boca: na boca surpreende pela agradável frescura, sugerindo um final longo.


CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: q
ualquer tipo de carne suculenta grelhada, churrasco, macarrão ao molho bolonhesa.
Tempo de guarda: até 2020


PREMIAÇÕES
Robert Parker 91
Jancis Robinson 16,5
Revista de Vinhos 16,5
Wine Spectator 88
Wine Enthusiast 87


Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
The 2013 Contraste Tinto is an old vines (40-years-old) field blend aged for 20 months in stainless steel tanks (30%), and used French oak barrels (70%). The Contraste, the winery's second red, is an increasingly nice bargain. This may lack some of the lift of the 2012, but if anything, it seems to have more depth and power, granting that Contraste is not always about either. This is a pretty serious Contraste, with an intense finish and the ability to age a reasonable time, probably more than last year's version. Underneath, there is the typically tasty fruit. Give this a couple of years to settle down if you can. When I came back to it some 90 minutes later, it seemed even better. When it does settle down, I suspect it will overtake the 2012, but it will also be drinkable on the younger side when it calms down.

Jancis Robinson 16,5
Deep cherry red. Dark and spicy but it's all fruit not oak spice, or so it seems. On the palate, deliciously chewy red-cherry fruit, but then with the Douro's dry finesse on the finish. (JH)

Wine Spectator 88
Dried blueberry and raspberry flavors dominate this firm, fleshy red. Black chocolate details and chewy tannins show on the finish. Drink now through 2019.

Wine Enthusiast 87
This wine is full of the ripe fruit as well as the mineral tannins typical of the Douro. It is a blend of typical grapes with a dominance of Touriga Franca. The wood aging has given the ripe black currant flavors a smooth, rounded character as well as adding spice. Drink this wine now.

  • RP 91
  • JR 16,5
  • WS 88
  • WE 87
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
Um vinho do Douro concentrado, cheio de alma e caráter com os fumados da barrica envolvendo a fruta suculenta e apontamentos de especiarias.
Descrição 2
A Rita Marques faz parte destes enólogos jovens gênios, cheios de talentos. A historia dela começou com a vontade de fugir do caminho padrão da família, a engenharia. Ela resolveu estudar enologia e se revelou através de estágios em vinícolas portuguesas e do resto do mundo. Assim, ela se fascinou pela visão ambiciosa dos produtores de Bordeaux, se apaixonou pelos brancos explosivos da Nova-Zelândia e amou a concentração dos vinhos da África do Sul.

Enriquecida com todas essas experiências e influencias mundiais, ela criou a Conceito Vinhos a partir de um pequeno vinhedo que pertencia à família dela há 40 anos e desenvolveu a produção. A filosofia dela é expressar a diversidade das castas e mostrar a potencia da influencia do terroir. 90% dos vinhos Conceito são produzidos em Cedovim, no Douro, mas também aluga vinícolas na Nova-Zelândia e na África do Sul para explorar ainda mais o que o resto do mundo tem a oferecer.

A Rita desenvolveu duas linhas de vinhos: a linha Conceito, que da vinhos de guarda concentrados e com maior influencia de carvalho novo, e a linha Contraste, com vinhos mais acessíveis já na juventude, sem incluir carvalho novo na produção.

DADOS BÁSICOS
DOC: Douro
Safra: 2013
Casta: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e Rufete
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: cereja escura.
Nariz: frutas negras em abundância no nariz, madeira marcante, tons de baunilha, toques florais e um final de especiarias.
Boca: cremoso, com taninos firmes mas finos e polidos, bastante frescura. Um tinto muito sólido, distinto, sério, com a fruta madura sobressaindo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: qualquer tipo de carne de caça, reduções de vinho do Porto.
Decantar por 1 hora antes de servir o vinho.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Wine Spectator 90
Jancis Robinson 17
Wine Enthusiast 93

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 94
The 2013 Estate Tinto is an old vines (80-years-old at 450 meters) field blend aged for 20 months in French oak barrels (half new, half second use). As often happens, this is rather drenched in new wood just now, but that stage will pass; it always does. Tasting this next to the Contraste is interesting just now because the Contraste projects as much power (or more) and has fewer oak artifacts. That's deceptive actually, because what changes here is the balance and perception. This has more real concentration and more sensual texture. The fruit also absorbs the power more easily. The oak is a bit annoying just now, but when the oak subsides, as it began to do with aeration, this should be another fine success for the winery, fresh as well as structured. It may not quite have the lift of the 2012 version, but it ultimately fleshed out and displayed better concentration (granting that I don't have them side-by-side just now). This has a fine future--it's just a little hard to find at the moment. Be prepared to wait a few years. At the moment, it is mostly about its potential.

Wine Spectator 90
A rich red, with concentrated raspberry and dried plum flavors flanked by intense hot stone an iodine notes. Delivers elegant creaminess midpalate, showing hints of white pepper on the finish. Drink now through 2020.

Jancis Robinson 17
Double decanted to integrate the oak better. Field blend old vines but quite a lot of Touriga Franca and Tinta Roriz – more than 90 years old. 22 months in oak, 30% new. Deep cherry red. Some oak sweetness on the nose married well with the intense, gently floral and expressive dark-red fruit. Firm, compact but very elegant and finely textured, like many layers of paper. Terrific freshness and refinement. More subdued than the Contraste at the moment but with a longer future.

Wine Enthusiast 93
This impressive wine, packed with both fruit and tannins, is just setting out on a long road of aging. It is rich, dense with dry fruit and wood tannins, and buttressed with dark black fruits layered with acidity. The wine, with its ripe fruit and firm structure, needs time. Drink from 2018.

  • RP 94
  • WS 90
  • JR 17
  • WE 93
  • 1  |  R$ 390,00 /gf
  • 6  |  R$ 390,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 390,00 Garrafa(s)

  • R$ 390,00 Garrafa(s)

R$ 390,00

Descrigco 1
Um tinto denso e potente, com a força aromática dos vinhos da Provence.

Descrigco 2
Da região de Provence do Sul da França, este tinto orgânico é elaborado pelas mãos femininas de Nathalie Margan, sendo a quinta geração de uma família de viticultores. Esta linda propriedade vitícola, entre Gordes e Bonnieux no coração do Luberon, foi escolhida pelo diretor Ridley Scott (que possui uma casa na mesma região) para o filme "Um bom ano" com Russell Crowe e Marion Cotillard.

DADOS BÁSICOS
AOC: Luberon
Safra: 2015
Castas: 60% Syrah, 30% Grenache, 10% Carignan e Mourvèdre
Cultura orgânica/biodinâmica
Teor alcóolico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Púrpura.
Nariz: Denso, com ervas silvestres frescas, frutos negros e pimenta-do-reino.
Boca: Complexo e rico, com muito volume e boa estrutura, e um fim-de-boca de especiarias.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15º
Abrir 30 minutos antes do serviço.
Harmonização: Qualquer tipo de carne vermelha, legumes à provençal.
Tempo de guarda: até 2023

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 185,00 /gf
  • 6  |  R$ 185,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 185,00 Garrafa(s)

  • R$ 185,00 Garrafa(s)

R$ 185,00

Descrição 1
O vinho Saint Jean é uma bela representação da apelação Terrasses du Larzac: as vinhas estão protegidas do calor do Languedoc pelo planalto do Larzac. Este microclima permite obter tintos com acidez deliciosa, marcados pelos aromas de frutas vermelhas suculentas.
Descrição 2
"Viticultor, é estar em sintonia com o ritmo da vida, deixar um mundo que favorece a velocidade e o efêmero." Tal é a filosofia de Béatrice et Sébastien Fillon, que compraram o Clos du Serres, com 10 hectares de vinhedo em 2006. Eles escolheram esta região pelo microclima particular do planalto do Larzac e pela diversidade geológica dos solos.

O trabalho nas vinhas é rigoroso e orgânico para obter uvas de grande qualidade com uma forte expressão do terroir.

DADOS BÁSICOS
AOC: Terrasses du Larzac
Safra: 2015
Castas: 25% Cinsault, 25% Oeillade, 25% Grenache, 25% Syrah
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Aromas intensos de frutas vermelhas maduras, cassis e alcaçuz.
Boca: Fresco, equilibrado e suculento, com taninos finos.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Queijo de ovelha curado, tortas de legumes, costela assada.
Tempo de guarda: 5 anos.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 88
Jancis Robinson 15,5

Avaliações dos Especialistas
Rober Parker 88
The entry-level cuvee is well worth checking out. Made from Cinsault, Grenache and Syrah, the 2015 Terrasses Du Larzac Saint-Jean is a charming, fresh and forward effort that has good purity of fruit, plenty of southern France character and a good finish. It’s a steal at the price.

Jancis Robinson 15,5
Christmas cake and rosemary with the lightest bit of VA that seems to drift in and out, and then the smell of freshly pressed grapes. Chewy and a little dry, despite good, ripe fruit. Needs food. (TC)

  • RP 88
  • JR 15,5
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrigco 1

Descrigco 2

DADOS BÁSICOS
AOC: Châteauneuf-du-pape
Safra: 2012
Castas: 60% Grenache, 30% Mourvèdre, 10% Syrah
Teor alcóolico: 14,5 %
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi escuro com reflexo grená.
Nariz: Maduro, expressivo e complexo com aromas de frutas escuras cozidas, notas de especiarias.
Boca: Muito concentrado, maduro, estruturado, final longo “spicy” e concentrado com notas de tamarindo, cacau e café.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Decantar por 1h30 antes de servir.
Harmonização: Cordeiro, porco carne de boi, embutidos, de preferência cozidos ou assados lentamente.
Tempo de guarda: Até 2030.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93
Jancis Robinson 17,5
Vinous 90-92
La Revue des Vins de France 17
Vinum 14
Gilbert & Gaillard 16

Avaliagues dos Especialistas
Rober Parker 93
The 2012 Chateauneuf du Pape la Crau de la Mere is a beauty that shows the more generous, rounded style of the vintage. Offering lots of jammy blackberry, raspberry, spice, licorice and potpourri, this full-bodied, beautifully textured Chateauneuf du Pape has no hard edges, solid concentration and plenty of length. Drink it anytime over the coming decade.

Jancis Robinson 17,5
60% Grenache, 10% Syrah, 30% Mourvèdre. 15-18 months in 100% foudres. Dark crimson. Opulent, ripe nose. Hint of tamarind keeps this vital. Quite an interesting whole. Racy and fun. Complex.

Vinous 90-92
Vivid ruby. Sexy, floral aromas of cherry and black raspberry, with slow-building smokiness. Deep, powerful red fruit compote flavors provide very good palate coverage, with supple tannins providing shape. Gains ripeness with air and finishes smooth and long, with notes of cherry compote and candied plum.

Gilbert & Gaillard 16
Cette excellente cuvée, composée du grenache majoritaire marié au mourvèdre avec un soupçon de syrah, donne une partition toujours axée sur une gourmandise de fruit, mais plus vibrante et structurée par une trame de tannins au grain fin. Cela glisse sur le palais sans la moindre aspérité.

  • RP 93
  • JR 17,5
  • VN 90-92
  • RVF 17
  • G&G 16
  • 1  |  R$ 440,00 /gf
  • 6  |  R$ 440,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 440,00 Garrafa(s)

  • R$ 440,00 Garrafa(s)

R$ 440,00

Descrigco 1

Descrigco 2
DADOS BÁSICOS
AOC: Châteauneuf-du-pape
Safra: 2015
Castas: 70% Grenache, 15% Syrah, 10% Cinsault, 5% Mourvèdre
Teor alcóolico: 14,5 %
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Perfumado, marcado pelas frutas vermelhas (cereja, morango) e alcaçuz.
Boca: Redondo e frutado, taninos polidos, bela expressão de Grenache.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Carpaccio de carne com parmesão, carne grelhada, presunto ibérico.
Tempo de guarda: 7 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Jancis Robinson 17,5
Vinous 88-90
Wine Front 91

Avaliagues dos Especialistas
Rober Parker 94
The largest production cuvée is the 2015 Châteauneuf du Pape Clos Du Calvaire and it’s mostly Grenache with smaller amounts of Syrah, Cinsault and Mourvèdre. Ripe, full-bodied, forward and even sexy, with lots of kirsch, strawberry, dried flowers and garrigue aromas and flavors, it should be a delicious effort to drink over the coming 5-7 years or more.

Jancis Robinson 17,5
Destemmed. Vinified and aged in cement tank. Tasted blind. Pale to mid garnet. Interest and savour on the nose with nothing forced. Floral idiom and lovely balance on the palate. Polished tannins with a really appetising ‘mineral’ note.

Vinous 88-90
Bright ruby. Musky and penetrating on the nose, displaying cherry pit and red currant aromas and a suggestion of garrigue. Chewy and tightly focused on entry, then fleshier in the midpalate, offering red berry and bitter cherry flavors and a touch of peppery spices. Shows good energy and cut on the youthfully tannic, slightly rigid finish, where the peppery note repeats.

Wine Front 91
Grenache, Syrah and Cinsault from vines with an average age of 40 years (much like myself), bottled early for freshness and lively expression of Grenache.

  • RP 94
  • JR 17,5
  • VN 88-90
  • WF 91
  • 1  |  R$ 322,00 /gf
  • 6  |  R$ 322,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 322,00 Garrafa(s)

  • R$ 322,00 Garrafa(s)

R$ 322,00

Descrição 1
A família Ciacci goza de uma excelente reputação entre os produtores de Brunello de Montalcino. Eles criaram este Rosso di Toscana para ter um tinto para o dia-a-dia. Feito com vinhas mais novas de Brunello (Sangiovese Grosso), é um vinho para se tomar jovem e desfrutar dos aromas intensos de frutas vermelhas que o Fabio sabe realçar tão bem.

Descrição 2
Tenuta di Siesta está localizada na parte sul de Montalcino, a 400 metros acima do nível do mar. Nesta zona (entre Sant'Angelo in Colle e Castelnuovo dell'Abate) o solo é mais pesado, e os vinhedos não recebem a brisa gelada do mar originando vinhos mais vigorosos e longevos. Possui 200 hectares de terra, das quais apenas 30 hectares são destinados ao cultivo de uvas.

A propriedade foi construída por volta do século 15 e séculos depois – mais precisamente em 1850 – passou a ser de posse da família Ciacci. O primeiro Brunello da família foi engarrafado em 1966 – antes mesmo que Brunello di Montalcino torna-se DOCG- tornando a Tenuta dei Sesta uma das casas de vinho mais antigas da região.

DADOS BÁSICOS
IGT: Rosso di Toscana
Safra: 2016
Castas: 90% Sangiovese, 10% Colorino
Teor alcóolico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi intenso.
Nariz: Buquê bem aberto de frutas vermelhas, final de especiarias e madeira de sândalo.
Boca: Volume médio, taninos sedosos, intenso como os vinhos de Montalcino.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15 º a 16 º
Harmonização: Carnes vermelhas, antepastos italianos, massas, bruschetta, saladas, peixes, queijos de cabra, legumes assados.
Tempo de guarda: 3 anos

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 119,00 /gf
  • 6  |  R$ 119,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 119,00 Garrafa(s)

  • R$ 119,00 Garrafa(s)

R$ 119,00

Descrição 1

Descrição 2
DADOS BÁSICOS
DOC: Barbera d’Alba
Safra: 2015
Castas: 100% Barbera
Cultura: Raisonnée
Teor alcóolico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho carmim.
Nariz: Dominado pelas frutas pretas e cozidas, amora e um toque de especiarias.
Boca: Textura sedosa, densa, boa persistência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15º a 16º
Harmonização: Carne bovina ou carne de porco assadas, queijos azuis tipo gorgonzola, pizzas, massas com molho de tomate, vegetais cozidos, e frituras à milanesa.
Tempo de guarda: 5 anos.

PREMIAÇÕES
James Suckling 87
Vinous 87

Avaliações dos Especialistas
James Suckling 87
A tarry and fresh red with berry, lemon and nutmeg character. Medium body and a simple finish. Drink now.

Vinous 87
Corino's 2015 Barbera d'Alba is a racy, succulent wine to drink now and over the next few years, while the dark red fruit and spice flavors retain their juiciness. This delicious, everyday wine delivers serious bang for the buck.

  • JS 87
  • VN 87
  • 1  |  R$ 179,00 /gf
  • 6  |  R$ 179,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 179,00 Garrafa(s)

  • R$ 179,00 Garrafa(s)

R$ 179,00

Descrição 1

Descrição 2
DADOS BÁSICOS
DOCG: Barolo
Safra: 2013
Castas: 100% Nebbiolo
Cultura: Raisonnée
Teor alcóolico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi com reflexos laranja.
Nariz: Muito expressivo, cereja doce, toque fresco de menta e final floral (rosa e violeta).
Boca: Vinho sensual e suculento, taninos redondos, muita concentração sem ser pesado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: Ossobuco, carne assada, risoto de funghi, aves de caça.
Tempo de guarda: Até 2025.

PREMIAÇÕES
James Suckling 95
Vinous 92
Jancis Robinson 16,5+

Avaliações dos Especialistas
James Suckling 95
Very intense and focused aromas of crushed ripe strawberries and walnuts. Hints of sweet tobacco. Full body, round and chewy tannins and a flavorful finish. Very structured.

Vinous 92
Corino's 2013 Barolo Giachini is rich, expansive and super-expressive. Sweet red cherry, kirsch, mint, rose petal, spice and violet flesh out. Succulent and polished to the core, the 2013 is incredibly inviting, even at this early stage. The tannins are especially soft, which only adds to the wine's considerable appeal. In 2013 the Giachini offers its typical sensual fruit with an extra kick of brightness from the late-ripening season. Another few years in bottle will only help the wine come together even more.

Jancis Robinson 16,5+
La Morra. Tasted blind. Lacklustre mid ruby with orange tinges. Deep, sweet and brooding nose with a layer of baking spice and fruit cake. New oak? Perhaps a little monolithic in the fruit-cake spectrum, but the tannins are well sculpted and coating. Probably what most people expect from Barolo. Can already be approached. Lots of concentration, yet not heavy. (WS)

  • JS 95
  • VN 92
  • JR 16,5+
  • 1  |  R$ 530,00 /gf
  • 6  |  R$ 530,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 530,00 Garrafa(s)

  • R$ 530,00 Garrafa(s)

R$ 530,00

Descrição 1
Basilisco significa, em grego, pequeno rei. Era o título dado aos governadores da Basilicata durante o domínio bizantino. Um nome adequado para este Aglianico estruturado e potente.
Descrição 2
A vinícola Basilisco foi fundada na década de 90, visando a mais alta qualidade, nos vinhedos e na adega. Tornou-se em alguns anos uma joia no panorama dos vinhos do Sul.
Está localizada em Basilicata, sul da Itália - no “solado da bota”- entre Puglia, Campanha e Calábria. O grande destaque da região é a DOC Aglianico del Vulture, estabelecida na encosta do Monte Vulture – um vulcão extinto, responsável por desenhar a região e pela composição do solo.

A propriedade se beneficia da herança deixada pelo vulcão. Além do distinto terroir, possui 8 cavernas seculares escavadas em meio a lava petrificada que, naturalmente, mantém a temperatura e umidade ideais para o amadurecimento do vinho.
E como vinho é história, vale contar que as cavernas de Basilisco - abertas por refugiados albaneses no XV que fugiam à pressão turca – serviram de locação para o filme "El evangelio según Mateo” de Pier Paolo Pasolini, que retratou essas memórias.

As uvas da cuvée Basilisco vêm de um vinhedo de 4 hectares localizado em Barile. Sua maturação, de 12 a 15 meses em barricas de carvalho francês de primeiro e segundo uso, confere complexidade adicional. O vinho ainda passará mais um mínimo de 12 meses em garrafa antes de sua venda.
O resultado é um tinto elegante e persistente, adequado para assados, como cordeiro e paleta bovina.

DADOS BÁSICOS
DOC: Aglianico del Vulture
Safra: 2010
Casta: Aglianico
Teor alcoólico: 14,5%
Cultura: conversão para orgânica
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho rubi com reflexos violeta.
Nariz: complexo, com toque de balsâmico, frutas negras (ameixa, amora, cereja) e café.
Boca: estruturado, elegante, taninos maduros, final muito persistente e mineral.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-18°.
Harmonização: cordeiro, filet mignon ao molho de pimenta, paleta bovina assada.
Tempo de guarda: 15 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 92
Vinous 91
Wine Enthusiast 91

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
Sporting a round and immediate style, the 2010 Aglianico del Vulture Basilisco is much fuller and rounder compared to its predecessor from the 2009 vintage. An opulent bouquet offers tones of toasted coffee bean, back fruit, crushed mineral, dried cherry, cola and fresh asphalt. This wine is confident and proud with a deep sense of varietal voice. Dusty tannins and firm astringency give the wine an impressive sense of structure and length.

Basilisco is now managed by Campania's Feudi di San Gregorio who is doing much to invest new ideas and marketing power for the promotion of the greater Vulture-Basilicata wine region. One of the most fascinating aspects of this tasting is putting Aglianico del Vulture next to Aglianico from Taurusi made by the same team of winemakers in a comparative tasting. The Vulture expressions are extremely compelling and persuasive. To my palate they offer a degree of fullness and richness found only in Basilicata. My feeling is that there is enormous untapped potential here that has not been fully explored.

Vinous 91
Saturated bright ruby. Aromatically pure nose offers red cherry, blackberry, violet and flint. Deep, concentrated and chewy, with mineral-driven blueberry and dark cherry fruit complemented by strong, high-quality oak. The building tannins are substantial but ripe, with repeating sweet black and red fruit flavors staining the palate on the long aftertaste. A very successful vintage for this wine.

Wine Enthusiast 91
Ripe blackberry, black plum, cracked pepper, tilled soil and licorice all weave together in the glass of this bold and spicy Aglianico. It's still young, with nervous acidity and aggressive tannins, so give it time to fully develop. Drink after 2020.

  • RP 92
  • VN 91
  • WE 91
  • 1  |  R$ 299,00 /gf
  • 6  |  R$ 299,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 299,00 Garrafa(s)

  • R$ 299,00 Garrafa(s)

R$ 299,00

Descrição 1
Sabe aquele vinho que dispensa data e ocasião para ser apreciado? Teodosio 2013 é assim. Um vinho que encanta do início ao fim com um aroma rico de geleia de frutas, pimenta rosa, amêndoas e chocolate. Seu sabor é encorpado, tem textura aveludada e muito frescor. Não é à toa conquistou 91 do crítico Robert Parker.
Descrição 2
A vinícola Basilisco foi fundada na década de 90, visando a mais alta qualidade, nos vinhedos e na adega. Tornou-se em alguns anos uma joia no panorama dos vinhos do Sul.
Está localizada em Basilicata, sul da Itália - no “solado da bota”- entre Puglia, Campanha e Calábria. O grande destaque da região é a DOC Aglianico del Vulture, estabelecida na encosta do Monte Vulture – um vulcão extinto, responsável por desenhar a região e pela composição do solo.

A propriedade se beneficia da herança deixada pelo vulcão. Além do distinto terroir, possui 8 cavernas seculares escavadas em meio a lava petrificada que, naturalmente, mantém a temperatura e umidade ideais para o amadurecimento do vinho.
E como vinho é história, vale contar que as cavernas de Basilisco - abertas por refugiados albaneses no XV que fugiam à pressão turca – serviram de locação para o filme "El evangelio según Mateo” de Pier Paolo Pasolini, que retratou essas memórias.

As uvas da cuvée Teodosio vêm de um vinhedo de 6 hectares localizado em Barile. Sua maturação é de 10 a 12 meses em barricas de carvalho francês de primeiro e segundo uso. O vinho ainda passará mais um mínimo de 12 meses em garrafa antes de sua venda.

DADOS BÁSICOS
DOC: Aglianico del Vulture
Safra: 2013
Casta: Aglianico
Teor alcoólico: 13,5%
Cultura: orgânica
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: vermelho rubi com reflexos violeta.
Nariz: intenso, remete a geleia de frutas, pimenta rosa, chocolate e amêndoas.
Boca: encorpado, com taninos macios e boa acidez.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°-18°.
Harmonização: costela suína assada, polpetone, paleta de cordeiro com purê de mandioquinha, bruschetta de presunto cru com figo, folhado de cogumelos.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 91

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
The very likable and approachable 2013 Aglianico del Vulture Teodosio is a fabulous beginner's wine for those who want to wet their palate with a wine from Basilicata for the first time. The bouquet is beautifully rich and intense with blackberry accents that segue to spice, dark tar, road paving and volcanic mineral. The tannins have been very well integrated and managed and there's a bright point of acidity that serves to remind you how well this wine would pair with succulent roasted lamb or pork.
Basilisco is owned and operated by Campania's Feudi di San Gregorio. That winery is a Southern Italian pioneer thanks to the focused work being done to identify vineyard crus and process those grapes in individual batches. Winemaker Pierpaolo Sirch has followed this project with enormous passion. The results in Campania have had far-reaching consequences and many smaller producers are now following suit. I am happy to see that the same single-vineyard philosophy is being implemented on the Vulture volcano. You'll see three new wines here: Fontanelle, Il Croce and Storico that each correspond to a specific plot of land. This Basilisco tasting was fascinating and helps the taster learn more about the tangible potential of this wine region.

  • RP 91
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
Um Chianti Classico DOCG fiel à expressão do Sangiovese: intenso e perfumado, longo na boca e fácil de harmonizar. Um vinho que pode se tornar do cotidiano!
Descrição 2
Chianti Classico DOCG é o coração dos grandes vinhos de Chianti - Toscana e os melhores exemplares provêm de vinhedos com solo calcário-pedregoso.

Castelli del Grevepesa é uma empresa formada por produtores locais que seguem à risca as regras de Chianti e têm um objetivo em comum: preservar a secular tradição toscana dando vida a vinhos sinceros e de alta qualidade. Atualmente, Castelli del Grevepesa conta com 150 cooperados – muitos deles estão desde 1965, ano de fundação da casa.

As vinhas são cultivadas em diferentes vinhedos e cuidadas por um agrônomo chefe que, cuidadosamente, ao longo do ano, monitora o estado das plantas. Além disso, todo o processo de produção - do vinhedo à seleção de grãos na cantina- é supervisionado por Ugo Pagliai, enólogo da vinícola. Este cuidado é de suma importância para garantir a qualidade e o Catelli del Gravepesa pode se orgulhar deste feito, pois produzem vinhos verdadeiros de tirar o fôlego.

DADOS BÁSICOS
DOCG: Chianti Classico
Safra: 2015
Castas: 100% Sangiovese
Teor alcóolico: 13%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi intenso.
Nariz: Nuanças de violeta e frutas pretas maduras.
Boca: Expressivo, taninos aveludados e redondos, boa persistência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16 º a 18 º
Harmonização: Queijos curados, carne vermelha grelhada, frango assado, costelinhas de porco.
Tempo de guarda: 5 anos.

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 146,00 /gf
  • 6  |  R$ 146,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 146,00 Garrafa(s)

  • R$ 146,00 Garrafa(s)

R$ 146,00

Descrição 1
Este Chianti Classico Riserva alia custo à qualidade como poucos. Frutas maduras, ervas, especiarias, baunilha e tostado são algumas nuances que compõem o aroma deste vinho. Na boca mostra-se vívido e harmônico.
Descrição 2
Chianti Classico DOCG é o coração dos grandes vinhos de Chianti - Toscana e os melhores exemplares provêm de vinhedos com solo calcário-pedregoso, como é o caso do Castelli del Grevepesa Chianti Classico Riserva 2012.

Castelli del Grevepesa é uma empresa formada por produtores locais que seguem à risca as regras de Chianti e têm um objetivo em comum: preservar a secular tradição toscana dando vida a vinhos sinceros e de alta qualidade. Atualmente, Castelli del Grevepesa conta com 150 cooperados – muitos deles estão desde 1965, ano de fundação da casa.

As vinhas são cultivadas em diferentes vinhedos e cuidadas por um agrônomo chefe que, cuidadosamente, ao longo do ano, monitora o estado das plantas. Além disso, todo o processo de produção - do vinhedo à seleção de grãos na cantina- é supervisionado por Ugo Pagliai, enólogo da vinícola. Este cuidado é de suma importância para garantir a qualidade e o Catelli del Gravepesa pode se orgulhar deste feito, pois produzem vinhos verdadeiros de tirar o fôlego. Ótimo para acompanhar comida e ou para ser apreciado sozinho. Certamente um vinho que não pode faltar em sua adega.

DADOS BÁSICOS
DOCG: Chianti Classico
Safra: 2012
Casta: Sangiovese (95%) e Merlot (5%)
Teor Alcoólico: 13,5%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho rubi
Nariz: Buquê elegante de frutas pretas maduras, toque sútil de baunilha.
Boca: Redondo, bem equilibrado, rico, retro gosto persistente.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16 º a 18 º
Harmonização: Polpettas de carne, nhoque à bolonhesa, carnes vermelhas suculentas.
Tempo de guarda: Até 2022.

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 177,00 /gf
  • 6  |  R$ 177,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 177,00 Garrafa(s)

  • R$ 177,00 Garrafa(s)

R$ 177,00

Descrição 1
Este Chianti Gran Selezione é produzido com as uvas da área de Panzano, uma aldeia que goza de excelente reputação pela qualidade da sua Sangiovese. A altitude moderada (300-400 metros), a excepcional exposição ao sol e uma terra rica em rochas de Galestro e Alberese participam à produção de uvas de grande qualidade. O vinho que resulta é intenso e complexo, com muita finesse.
Descrição 2
Castelli del Grevepesa é uma empresa formada por produtores locais que seguem à risca as regras de Chianti e têm um objetivo em comum: preservar a secular tradição toscana dando vida a vinhos sinceros e de alta qualidade. Atualmente, Castelli del Grevepesa conta com 150 cooperados – muitos deles estão desde 1965, ano de fundação da casa.

As vinhas são cultivadas em diferentes vinhedos e cuidadas por um agrônomo chefe que, cuidadosamente, ao longo do ano, monitora o estado das plantas. Além disso, todo o processo de produção - do vinhedo à seleção de grãos na cantina- é supervisionado por Ugo Pagliai, enólogo da vinícola. Este cuidado é de suma importância para garantir a qualidade e o Catelli del Gravepesa pode se orgulhar deste feito, pois produzem vinhos verdadeiros de tirar o fôlego.

DADOS BÁSICOS
DOCG: Chianti Classico
Safra: 2012
Casta: Sangiovese
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi intenso.
Nariz: Notas de cereja madura e violeta, leve toque de especiarias e couro.
Boca: Boa acidez, taninos densos, bela complexidade, notas que lembram alcaçuz, tabaco e pimenta-do-reino.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16 º a 18 º
Passar no decanter 1 hora antes de servir.
Harmonização: Carne de boi suculenta, entrevero, queijos maduros, osso bucco.
Tempo de guarda: Até 2025.

PREMIAÇÕES
Wine Enthusiast 92

Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 92
Made entirely with Sangiovese, this linear red opens with inviting aromas of pressed violet, iris, dark-skinned berry and a whiff of cake spice. The taut elegant palate offers succulent wild cherry, cranberry, white pepper and chopped herb set against firm refined tannins and fresh acidity. Drink 2018–2023.

  • WE 92
  • 1  |  R$ 292,00 /gf
  • 6  |  R$ 292,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 292,00 Garrafa(s)

  • R$ 292,00 Garrafa(s)

R$ 292,00

Descrição 1

Descrição 2
DADOS BÁSICOS
DOCG: Barolo
Safra: 2013
Castas: 100% Nebbiolo
Teor alcóolico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi com reflexos de romã.
Nariz: Complexo e intenso com notas de flores, laranja e amora, toque de couro.
Boca: Taninos maduros, notas elegantes de frutas pretas, muita finesse.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: Cogumelos refogados, carne grelhada, risoto trufado.
Tempo de guarda: Até 2025.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 92
Vinous 92
James Suckling 91

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2013 Barolo is a wine of deep intensity and full-force flavors. In contrast to virtually every other Barolo producer, Parusso's wines strive to downplay the high acidity found in Nebbiolo and accentuate (by a large margin) the grape's noble tannins. This wine sees anywhere from 50% to 70% stem inclusion and the fruit goes through a mild dehydration process before fermentation. The wine's flavor and color profiles have been greatly enhanced as a result. This Barolo from a relatively mild vintage opens to a dark garner color and delivers bold aromas of blackberry preserves, Spanish cedar and spice. The wine makes a bold statement with impenetrable structure (especially now in its youth) and thick density. It needs to age. It is nowhere near approachable now.

Vinous 92
Far from an easygoing entry-level wine, Marco Parusso's 2013 Barolo packs a serious punch. Dark cherry, plum, spice and sweet floral notes flesh out in an ample, enveloping Barolo endowed with serious density. The inclusion of whole clusters adds a level of exoticism and aromatic intrigue that gives the wine much of its unique personality.

James Suckling 91
A soft and velvety young Barolo with light sweet-tobacco, rose-petal and strawberry character. Full to medium body and a fresh finish. Give it three to four years to soften.

  • RP 92
  • VN 92
  • JS 91
  • 1  |  R$ 530,00 /gf
  • 6  |  R$ 530,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 530,00 Garrafa(s)

  • R$ 530,00 Garrafa(s)

R$ 530,00

Barolo DOCG, Piemonte
Descrição 1

Descrição 2

DADOS BÁSICOS
AOC: Barolo
Safra: 2013
Castas: Nebbiolo
Teor alcóolico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi com reflexos granada profundos.
Nariz:: Complexo, notas de rosa, frutas vermelhas, toque balsâmico, amora e framboesa.
Boca: Rico e estruturado com taninos nobres, muita persistência.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 15º a 16º
Passar no decanter para aeração 1 horas antes do serviço.
Harmonização: Carnes assadas, pratos com condimentos de trufa negra, queijos maduros.
Tempo de guarda: 15 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 95
Jancis Robinson 17
James Suckling 97
Wine Enthusiast 91
Vinous 94

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 95
The 2013 Barolo Bussia is my favorite wine among Marco Parusso's new releases. This wine shows an extraordinary level of richness and softness that speaks to the unique winemaking style proposed by this innovative producer. The Bussia cru tends to produce softer and finer fruit characteristics. The bouquet delivers elegant notes of wild berry, forest floor and white truffle with mineral notes such as pencil shaving delicately tucked in at the back. The wine sees up to 60% stem inclusion and maceration times are long. This Barolo is articulate and profoundly expressive.

James Suckling 97

This is one of the greatest wines I have ever had from here. So much ripe cherry, raspberry and floral character. Medium body, super-refined tannins and a long and flavorful finish. So much going on here. Better in 2021.

Vinous 94
Another super-expressive wine, the 2013 Barolo Bussia is full of personality. Like all of these 2013s, the Bussia needs time to shed some baby fat. Today, the interplay of lifted aromatics and textured, layered fruit is compelling. Even with all of its richness, the 2013 stays light on its feet.

Jancis Robinson 17
Monforte d’Alba. Tasted blind. Concentrated ruby. Almost exotic cherry nose that is still a little reductive. Very lifted and bright with notes of oak, cherry and cassis. Unusual and certainly modernist, but it works. Lots of tannins on the finish to chew on. Enormous length. (WS)

Wine Enthusiast 91
Exotic spice, vanilla, dark-skinned fruit and French oak aromas lift out of the glass. The palate shows toasted oak, coconut, espresso raspberry and cherry alongside tight close-grained tannins that grip the austere finish. It's still on its oak so give it time to come around. Drink after 2023.

  • RP 95
  • JR 17
  • JS 97
  • WE 91
  • VN 94
  • 1  |  R$ 1.050,00 /gf
  • 6  |  R$ 1.050,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 1.050,00 Garrafa(s)

  • R$ 1.050,00 Garrafa(s)

R$ 1.050,00

Descrigco 1
Este vinho de Marco Triacca, ainda que com 14,5% de álcool, apresenta insuspeita elegância, sustentada por seu final mineral, que traz delicadeza a um fim de boca encorpado, seco e complexo.
No nariz, encontramos os típicos aromas da casta, com tabaco, alcatrão e rosas pisadas, além de ervas, garrigue e notas balsâmicas.Uma expressão estupenda da Nebbiolo!
Descrigco 2
Marco Triacca iniciou sua cantina em 2009, em Valgella - Tresenda di Teglio, no coração de uma das principais subzonas de Valtellina, na Lombardia.
Sua aventura de vinificação começou com 1,5 hectares de vinha, inteiramente da variedade Nebbiolo. Atualmente são 3,3 hectares de vinhas à disposição. Além da Nebbiolo, incluem também a Pignola Valtellinese, casta autóctone tinta, utilizada na produção de espumantes.

La Perla opera o primeiro vinhedo em Valtellina a adotar o padrão de plantio de girapoggio (em que todas as videiras em cada fileira estão no mesmo nível e as fileiras se encontram paralelas ao topo da colina), que permite a mecanização parcial de várias fases da produção. Permitiu que La Perla desenvolvesse seu próprio sistema de cultivo que proporciona às folhas de cada planta a máxima exposição ao sol e, consequentemente, uma melhoria na qualidade das uvas.

Esse sistema foi desenvolvido por Domenico, pai de Marco, reconhecido em toda a região como pioneiro, e principal referência na compreensão da região e de sua casta emblemática. As uvas para produção do Sforzato di Valtellina devem passar por um período de 3 meses de apassimento, que leva a perda de 30% de sua umidade, concentrando açucares, ácidos e outros componentes. Resulta em um vinho seco, rico e complexo, extremamente arómatico.

DADOS BÁSICOS
DOCG: Sforzato di Valtellina
Safra:
2011
Casta:
Nebbiolo
Teor alcoólico:
14,5 %
Tamanho da garrafa:
750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor:
rubi profundo.
Nariz:
elegante, floral (pétala de rosa), ervas selvagens, notas de balsâmico.
Boca:
seco (contrariamente ao Amarone), estruturado, complexo, lembra cerejas pretas e especiarias (pimenta branca, noz-moscada), tabaco, final mineral.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura:
16º
Harmonização:
massa com molho de funghi, carnes assadas temperadas com ervas de Provence, queijos curados.
Tempo de guarda:
até 2026.

PREMIAÇÕES
Wine Enthusiast 92

Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 92
Lovely scents of tar, rose, cooking spice, Alpine herb and a balsamic note lead the way on this structured red. The chewy full-bodied palate delivers mature black cherry, white pepper, clove, grilled sage and pipe tobacco alongside firm but refined tannins. Fresh acidity and energizing mineral lift the finish. Drink 2018–2026.

  • WE 92
  • 1  |  R$ 475,00 /gf
  • 6  |  R$ 475,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 475,00 Garrafa(s)

  • R$ 475,00 Garrafa(s)

R$ 475,00