Destaques

Descrigco 1
Um champagne artesanal, premiado em vários concursos internacionais. Muito equilíbrio e elegância na safra 2010. Sendo 50% Chardonnay vinificado e envelhecido em barris de carvalho e 50% Pinot Noir envelhecido em tanques. Este champagne foi elaborado apenas com a colheita de 2010.

Descrigco 2
A Maison Louise Brison, produz exclusivamente champagnes safrados. É um produtor de boutique que segue um conceito artesanal chegando a um produto único. A safra 2010 oferece um impressionante equilíbrio entre elegância e intensidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Champagne
Safra: 2010
Castas: 50% Chardonnay, 50% Pinot Noir
Cultivo com minimização de uso de pesticidas "cultura raisonnée"
Teor alcoólico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo ouro brilhante, bolhas finas.
Nariz: nuances delicadas e elegantes de frutas e flores brancas.
Boca: dinâmico, intenso, estruturado, muito floral. Perfeitamente equilibrado e harmonioso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 08º - 10º
Harmonização: aperitivos, peixes nobres, frutos do mar e carnes brancas em molho.
Tempo de guarda: até 16 anos.

PREMIAÇÕES
Wine Enthusiast 91
Prêmio “Plaisir” Bettane&Desseauve 2017: medalha de ouro
Espumantes do Mundo 2016: Medalha de Bronze


Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 91
Fermented in oak, this wine with its crisp apple aroma is ripe and spicy. It has great citrus and white fruit plus a dry character that gives it both a tang and a mineral texture. Drink this crisp balanced wine now.

  • WE 91
  • 1  |  R$ 365,00 /gf
  • 6  |  R$ 365,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 365,00 Garrafa(s)

  • R$ 365,00 Garrafa(s)

R$ 365,00

Descrigco 1
Um champagne artesanal, premiado em vários concursos internacionais. Muito equilíbrio e elegância na safra 2008. Sendo 100% Chardonnay vinificado e envelhecido em barris de carvalho usado. Este champagne foi elaborado apenas com a colheita de 2008.

Descrigco 2
A Maison Louise Brison, produz exclusivamente champagnes safrados. É um produtor de boutique que segue um conceito artesanal chegando a um produto único. A safra 2008 considerada por especialistas como uma das melhores deste século, oferece um impressionante equilíbrio entre elegância e intensidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Champagne
Safra: 2008
Castas: 100% Chardonnay
Cultivo com minimização de uso de pesticidas "cultura raisonnée"
Teor alcóolico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: amarelo ouro brilhante com reflexos verdes, bolhas finas e persistentes.
Nariz: abrindo com notas de frutas exóticas e cítricas, e evoluindo para aromas mais florais e levemente torrados.
Boca: elegante, equilíbrio perfeito entre a complexidade aromática e o frescor. Estruturado, fim-de-boca muito longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 08º - 10º
Harmonização: aperitivos, terrina de peixe, frutos do mar no geral, carnes brancas grelhadas.
Tempo de guarda: até 15 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 92
Wine Enthusiast 93
Chardonnay du Monde 2016: Medalha de Ouro
Decanter World Wine Awards 2016: Medalha de Prata
Concurso dos melhores vinhos franceses nos EUA (Miami) 2016: Medalha de Ouro

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2008 Blanc de Blancs Brut Tendresse is 100% Chardonnay vinified in oak. The wine opens with a deep, clear and fresh as well as intense and complex bouquet of ripe and stewed apples, cinnamon, chalk, grey bread and toast. Full-bodied yet fine, straight, very dry and fresh on the palate (the wine only partly underwent malolactic fermentation), this is a remarkable, pure and elegant Blanc de Blancs that possesses a slightly oxidative style with a very clear and well-structured finish. This sparkler is a pretty complex aperitif and should go well with seafood and fish. This was disgorged in December 2015 and has a dosage of 4.7 grams per liter.

Wine Enthusiast 93
This blanc de blancs, fermented and aged in wood, is a fine Champagne. Its mineral texture and light oxidative character from the use of wood is contrasted with the tight citrus fruitiness and nervy steely texture. The wine is just mature although still with plenty of fruit. Drink now.

  • RP 92
  • WE 93
  • 1  |  R$ 450,00 /gf
  • 6  |  R$ 450,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 450,00 Garrafa(s)

  • R$ 450,00 Garrafa(s)

R$ 450,00

Descrição 1
Chablis é sinônimo de grandes chardonnays. Apesar de ter sido uma safra difícil devido as geadas que destruíram boa parte do vinhedo, o Petit Chablis 2016 do Domaine du Chardonnay continua com a mesma qualidade que sempre define a vinicola: delicado, fresco e com delicioso fim-de-boca mineral.

Descrição 2
Propriedade de 38ha de vinhas, o Domaine du Chardonnay foi criado em 1987 por Etienne Boileau, Christian Simon et William Nahan. Os três produtores decidiram juntar-se para unir e compartilhar seus conhecimentos. Com uma mistura de tradição e de modernismo, eles produzem vinhos brancos de grande qualidade.
O Domaine pratica uma agricultura "raisonnée" (minimização de uso de pesticidas), e os seus vinhos exprimem de forma pura a tipicidade do Chardonnay de Chablis.

A vinificação e o envelhecimento desta cuvée, feitos integralmente em tanques de inox com temperaturas rigorosamente controladas, permitem obter um Petit Chablis com muito frescor aromático.

DADOS BÁSICOS
AOC: Petit Chablis
Safra: 2016
Casta: Chardonnay
Teor alcoólico: 12%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro claro e pálido.
Nariz: Aromas muito agradáveis, intensos, com frutas brancas e cítricas, tons de pêssego e um toque mineral.
Boca: Excelente acidez e mineralidade refrescante, fim de boca com sutil presença de pedra de isqueiro.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10° - 12°
Harmonização: Salada, peixes de carne branca grelhados, espeto de camarão, queijo tipo Brie, ostras, vieiras grelhadas.
Tempo de guarda: 3 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 86
Concurso Burgondia 2018: Medalha de Ouro

Avaliações dos Especialistas
The 2016 Petit Chablis has a commendable, slightly chalky bouquet that feels stern but offers pleasing intensity. The palate is well balanced, with a fine thread of acidity and a subtle flinty note on the finish. This is well made for a Petit Chablis.

  • RP 86
  • 1  |  R$ 178,00 /gf
  • 6  |  R$ 178,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 178,00 Garrafa(s)

  • R$ 178,00 Garrafa(s)

R$ 178,00

Lançamentos

Muscadet-Sèvre-et-Maine Sur Lie
Descrigco 1
O Domaine des Cognettes é um dos grandes produtores da região. O Sélection des Cognettes é feito com as melhores uvas da apelação. O resultado é um Muscadet primoroso.
Descrigco 2
O Domaine des Cognettes é um dos grandes produtores da região, que fica a alguns quilômetros da costa atlântica da França, perto da cidade de Nantes. Desde 2013, o Domaine produz somente vinhos orgânicos.

O "Sélection des Cognettes" é feito com as melhores uvas da apelação. O envelhecimento em contato com as borras ("sur lie", os resíduos das leveduras da fermentação) conferem complexidade ao vinho, que desenvolve notas de frutas brancas (pera, pêssego) e de frutas cítricas (grapefruit, limão).

Os aromas discretos e a boca com bastante frescor e boa dose de acidez fazem deste vinho a companhia ideal para as ostras frescas e, em especial, para sushis e sashimis - é um dos raros vinhos a apresentar uma perfeita harmonização com esses pratos.

DADOS BÁSICOS

Safra: 2016
Castas: 100% Melon de Bourgogne
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 12,7%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO

Cor: Ouro claro e pálido.
Nariz: Discreto, com notas minerais e de frutas brancas e cítricas.
Boca: Frescor e volume, sustentados por agradável acidez e um leve toque salino.

CONSELHOS PARA SERVIR

Temperatura: 8º a 10º
Harmonização: Sushi, sashimi, peixes grelhados, ostras e crustáceos, peixes com molho.
Tempo de guarda: Até 2024.

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 140,00 /gf
  • 6  |  R$ 140,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 140,00 Garrafa(s)

  • R$ 140,00 Garrafa(s)

R$ 140,00

Descrição 1
Um Châteauneuf-du-Pape branco que foge dos padrões da região: esse vinho é um exemplo de delicadeza, com aromas predominantes de flores brancas realçados por um toque de frutas exóticas frescas.

Descrição 2
Vignobles Mayard é um vinhedo familiar de 43 hectares localizado no coração da prestigiosa aldeia Châteauneuf-du-Pape. Françoise Roumieux, atual enóloga da vinicola, é a quinta geração da família a tomar conta da produção.

Além da grande paixão que ela consagra ao trabalho dela, ela está extremamente empenhada no desenvolvimento da apelação e do trabalho das mulheres viticultoras num mundo tradicionalmente masculino. Ela assumiu a presidência da associação Femmes Vignes Rhône, que junta as profissionais da viticultura na Vallée du Rhône.

DADOS BÁSICOS
AOC: Châteauneuf-du-Pape
Safra: 2016
Castas: 40% Grenache blanc, 30% Clairette, 20% Roussanne, 10% Bourboulenc
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo claro, reflexos dourados
Nariz: Intenso, com frutas exóticas frescas, raspa de limão e um toque floral.
Boca: Pureza e vivacidade, excelente acidez. Um exemplo de elegância.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12°
Harmonização: Peixe grelhado, carnes brancas, vieiras ao molho de creme, queijo de cabra fresco.
Tempo de guarda: Até 2022.

PREMIAÇÕES
Jancis Robinson 17

Avaliagues dos Especialistas
Jancis Robinson 17
40% Grenache Blanc, 30% Clairette, 20% Roussanne, 10% Bourboulenc. Very stylised nose with strong phenolic, skin-contact aromas giving powerful citrus peel aromas and grape-skin aromas too. Strong floral essence. Loads of flavour and intensity, the drawback being an overwhelming winemaking influence on the palate – or so it seems to me. But at least it has plenty of flavour! (RH)

  • JR 17
  • 1  |  R$ 376,00 /gf
  • 6  |  R$ 376,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 376,00 Garrafa(s)

  • R$ 376,00 Garrafa(s)

R$ 376,00

Descrição 1
Até os menos apaixonados por vinhos brancos irão se surpreender com este Riesling. A safra 2015 trouxe um curioso contraste: concentração e riqueza aromática dado ao clima do ano, e final mineral, com toque de pedra de isqueiro típico do terroir Saering.  Perfeitamente equilibrado, oferece aromas florais delicados, e notas mais doces de mel e laranja cristalizada. É um grande Riesling.

Descrição 2
Domaine Rominger é, certamente, uma das vinícolas mais promissoras da Alsace, França. Fundada em 1970 por Armand Rominger e atualmente comandada por Claudine Rominger, tem arrancado ao longo dos anos suspiros e colecionado elogios dos críticos mais respeitados do planeta. São 12 hectares de vinhedos Grand Crus cultivados de forma biodinâmica - cuja prática preserva a originalidade do terroir – localizados na comuna de Westhalten, Alto-Reno. A Alsace é dividida em dois departamentos - Baixo-Reno e Alto-Reno – que somam cerca de 15.000 hectares de vinhedos. Os melhores vinhos provém da região central do Alto-Reno (onde os vinhedos da Domaine Rominger são cultivados), onde a altitude das montanhas Vosges protegem as vinhas das tempestades do Atlântico. O Alto-Reno é uma região de clima muito seco e quanto mais próxima das montanhas Vosges mais íngremes se tornam as encostas e consequentemente os vinhedos. Desta forma, se origina Rieslings complexos, ricos e potentes.

DADOS BÁSICOS
AOC: Alsace
Safra: 2015
Casta: Riesling
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml
Cultura biodinâmica

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo palha.
Nariz: Notas de flores (acácia, tulipa, jasmim, narciso), pedra de isqueiro, lima, damasco, maçã e menta.
Boca: Untuoso, fresco e complexo, com sabor frutado e equilíbrio perfeito.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°
Tempo de guarda: 15 anos.
Harmonização: Joelho de porco com batatas assadas, queijos variados, rabo de lagosta com manteiga de limão siciliano, caldeirada de frutos do mar, barriga suína assada com purê de mandioquinha, legumes na manteiga de ervas.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93+

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 93+
Rominger's Grand Cru 2015 Riesling Saering opens with a deep, rich and intense, but at the same time lovely ,clear, precise and flinty nose with herbal and floral flavors intermixing with ripe white fruit aromas. The southeast-facing vineyard is planted with 7,900 vines per hectare and bears a full-bodied, very elegant, round and harmonious Riesling with great complexity, ripe and aromatic fruit, fine acidity and a lovely mineral structure. The 2015 is rich and powerful but highly elegant, finessed and perfectly balanced between mineral structure and ripe fruit. It is an impressive dry Riesling that can be aged for 10 to 15 years easily, but already drinks beautifully today.

  • RP 93+
  • 1  |  R$ 280,00 /gf
  • 6  |  R$ 280,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 280,00 Garrafa(s)

  • R$ 280,00 Garrafa(s)

R$ 280,00

Descrição 1


Descrição 2
Domaine Rominger é, certamente, uma das vinícolas mais promissoras da Alsace, França. Fundada em 1970 por Armand Rominger e atualmente comandada por Claudine Rominger, tem arrancado ao longo dos anos suspiros e colecionado elogios dos críticos mais respeitados do planeta. São 12 hectares de vinhedos Grand Crus cultivados de forma biodinâmica - cuja prática preserva a originalidade do terroir – localizados na comuna de Westhalten, Alto-Reno. A Alsace é dividida em dois departamentos - Baixo-Reno e Alto-Reno – que somam cerca de 15.000 hectares de vinhedos. Os melhores vinhos provém da região central do Alto-Reno (onde os vinhedos da Domaine Rominger são cultivados), onde a altitude das montanhas Vosges protegem as vinhas das tempestades do Atlântico. O Alto-Reno é uma região de clima muito seco e quanto mais próxima das montanhas Vosges mais íngremes se tornam as encostas e consequentemente os vinhedos. Desta forma, se origina Rieslings complexos, ricos e potentes.

DADOS BÁSICOS
AOC: Alsace
Safra: 2016
Casta: Riesling
Teor alcoólico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml
Cultura biodinâmica

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo claro, reflexos verdes.
Nariz: Buquê delicado, com toque floral e mineral.
Boca: Seco, excelente acidez, muito elegante e delicado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8° - 10°
Tempo de guarda: 6 anos.
Harmonização: Peixe no papelote, frutos do mar, carpaccio de peixe branco.

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 183,00 /gf
  • 6  |  R$ 183,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 183,00 Garrafa(s)

  • R$ 183,00 Garrafa(s)

R$ 183,00

Descrição 1
O nome "Les Terrasses" se refere ao cultivo tradicional das videiras em sistema de terraços, nas encostas das montanhas. Este branco é uma expressão direta e pura do terroir: o engarrafamento é feito logo após vinificação, para conservar o caráter primário do vinho. Fresco e vivo, ele é harmonioso e remete à frutas cítricas e brancas.
Descrição 2
Os vinhos do Domaine Boucabeille são produzidos na colina da Forca Real (altitude de 505 metros), 15 quilômetros ao norte de Perpignan. No cume, dá para enxergar toda a planície do Roussillon e o mar. Por este motivo, a Forca Real sempre serviu de covil para os pescadores da região.

A colina é composta de xistos (rocha metamórfica) com ardósia de 450 milhões de anos de idade! Este tipo de terroir favorece a produção de vinhos redondos, longos na boca, complexos e elegantes. Por que? Porque os xistos permitem às raízes das vinhas se afundarem profundamente para encontrarem a agua e minerais que precisam. E com o sol do sudeste, o vento do noroeste e o ar fresco da altitude, o vinhedo quase não precisa de tratamentos.

Jean Boucabeille soube perfeitamente como tirar proveito deste terroir abençoado: ele não interfere e nem perturba a natureza, mas sim acompanha ela ao ritmo das temporadas. Ele garante a qualidade dos vinhos dele pela qualidade da matéria prima: uvas perfeitamente sãs.

DADOS BÁSICOS
AOC: Côtes-Du-Roussillon
Safra: 2016
Castas: 50% Grenache Blanc, 50% Maccabeu
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 12,9%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo claro, reflexos verdes.
Nariz: Floral, frutas cítricas.
Boca: Generoso, acidez refrescante, fim-de-boca vivo e longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8°-10°
Tempo de guarda: 6 anos
Harmonização: Aperitivos, saladas, todos os tipos de peixes.

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 166,00 /gf
  • 6  |  R$ 166,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 166,00 Garrafa(s)

  • R$ 166,00 Garrafa(s)

R$ 166,00

Descrição 1
Produzido na região de Haut-Médoc, esse é o segundo vinho do Château Cantemerle, Grand Cru Classé de Bordeaux. Les Allées de Cantemerle é produzido com as uvas das vinhas mais jovens do Château Cantemerle. Resulta em um vinho com a mesma personalidade mas com potencial de guarda menor.
Descrição 2
Edificado ainda na Idade Média, o Château Cantemerle foi doado à Abadia de mesmo nome ainda no século 12. No século 15, a propriedade passou a ser da família Caupène, originária da região de Landes, que mais tarde se uniu à família Roque e passou, de fato, a comercializar vinho. Até o século 16 o Médoc era, basicamente, dedicado à produção de cereais, fato que leva a crer que o Château Cantemerle venha a ser pioneiro na vitivinicultura local.

Disposto em torno de um pátio majestoso, sua bela arquitetura neoclássica atesta a magnitude e estima que os sucessivos proprietários de Cantemerle têm tido com o vinho ao longo dos séculos. A propriedade conta com tanques de aço inoxidável com temperatura controlada, barris de carvalho e tanques de concreto para fermentar seus vinhos.

Médoc é, antes de uma AOC, uma península ao norte da cidade de Bordeaux. Localizada na margem esquerda, abriga as denominações de Pauillac, St-Estèphe, St-Julien, Margaux, Pessac-Leognan, Listrac- Meédoc, Moulis e Haut-Médoc. Haut- Médoc AOC tem solo plano com áreas encharcadas, pastagens e solo pesado composto, basicamente, por cascalho uma boa combinação para uvas de maturação tardia como a Cabernet Sauvignon. Seus vinhos tendem a ser terrosos, encorpados e finos.

DADOS BÁSICOS
AOC: Haut-Médoc
Safra: 2011
Casta: 82% Cabernet Sauvignon, 16% Merlot, 2% Cabernet Franc
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Frutas pretas e vermelhas maduras, louro, ameixa e tabaco.
Boca: Sabor prepotente de frutas vermelhas, boa estrutura com taninos com mostram um bom potencial de guarda, e um fim-de-boca com toque de especiarias.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°C
Harmonização: Barriga suína assada, suflé de queijo, frango assado
Tempo de guarda: Até 2020.
Decantar: Sim, por uma hora antes de servi-lo.

PONTUAÇÃO
James Suckling 88


Avaliações dos Especialistas
James Suckling 88
Good fruit with black currants and berries. Medium to full body, firm tannins and a medium finish. Drink or hold.

  • JS 88
  • 1  |  R$ 263,00 /gf
  • 6  |  R$ 263,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 263,00 Garrafa(s)

  • R$ 263,00 Garrafa(s)

R$ 263,00

Descrição 1
Das mãos da talentosa Coralie Goumarre, surge um Côtes du Rhône surpreendente. Vinho orgânico com forte expressão de terroir é um dos expoentes da denominação. "Paroles de Femme" um vinho de grande equilíbrio, frescor e estrutura.
Descrição 2
Esta propriedade impecavelmente construída, hoje é gerida por Coralie Goumarre (seguindo 9 gerações de produtores de vinho na família e sendo a primeira mulher a assumir o controle da propriedade) abrangendo 5 hectares. Ela produz uma série de Cotes du Rhones de alta qualidade, bem como três Châteauneuf du Pape. Todos os vinhos são orgânicos, as uvas são colhidas e selecionadas manualmente. O envelhecimento se faz em barricas pequenas (pouca proporção de carvalho novo) e em tanques de concreto.

DADOS BÁSICOS
AOC: Côtes-du-Rhône
Safra: 2015
Castas: 60% Grenache, 20% Mourvèdre, 10% Cinsault, 10% Carignan
Cultura orgânica
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Cereja preta.
Nariz: Frutas negras, frutas vermelhas, especiarias, couro e chocolate.
Boca: Persistente e frutado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º a 16º
Harmonização: Perfeito para acompanhar as carnes vermelhas, especialmente o churrasco.
Tempo de guarda: Até 2023.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 87-88

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 87-88
The estate makes two Côtes du Rhône reds, both of which are well worth seeking out. Starting with the 2015 Côtes du Rhône Paroles de Femme, it’s the more forward, sexy and red fruit-driven of the two and has medium to full-bodied richness, impressive purity and a complex, already hard to resist profile.

  • RP 87-88
  • 1  |  R$ 140,00 /gf
  • 6  |  R$ 140,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 140,00 Garrafa(s)

  • R$ 140,00 Garrafa(s)

R$ 140,00

Descrição 1
O ano de 2010 teve condições ótimas para as maturações das diferentes variedades da vinicola. O Jaen foi a casta com menores variações ao longo dos anos devido a sua precocidade e continua mostrando toda a sua personalidade: um vinho doce e concentrado, muito cativante.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2010
Casta: Jaen
Teor alcoólico: 14,3%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada intenso.
Nariz: notas de frutos pretos e vermelhos, vegetais e especiarias, e um toque de especiaria que a madeira acrescenta.
Boca: fresco, concentrado e de profundo sabor, de final longo e cremoso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: Strogonoff, garoupa assada com presunto e ervas.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 92
Wine Enthusiast 93
Revista de Vinhos 16,5
International Wine & Spirit Competition 2016: Medalha de Bronze

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2010 Jaen was aged in French oak for 18 months (only three months new). I have tasted this before, but since this winery's wines hold well and improve, it's worth checking in. This is a Jaen with fine structure to go with its finesse in the mid-palate, but for what the region normally produces with this grape, the concentration is perhaps the most impressive part. Then, it ends with power and grip, lingering beautifully. Underneath is ripe fruit, strawberries laced with herbs. This remains pretty special. This grape is not the best ager, but this will age better than most. It is doing well now, though. Don't hesitate to dive in.

Wine Enthusiast 93
One of a series of four wines featuring the major red grapes of the Dão, this wine concentrates on the least familiar. The Jaen gives a tight, structured wine that is still firm after six years. Blackberry fruits and spice fill out the dry core and leave an impressive wine that is likely to live long. Drink now.

  • RP 92
  • WE 93
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 260,00

Descrição 1
Quinta de Lemos é uma das casas de vinho mais promissoras do Dão. Pierre de Lemos (proprietário) e Hugo Chaves (enólogo) investem e dedicam-se incansavelmente a produzir o melhor vinho do país e, acredite, esses frutos já estão sendo colhidos. O Alfrocheiro 2011 é um exemplo do que se faz de mais elegante e sedutor no Dão: floral e delicado, com uma textura sedosa realçada pelo sabor intenso de frutas vermelhas frescas. Surpreendente e delicioso!
Descrição 2
Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo, apesar da grande área, Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema.

O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o terroir do Dão.

DADOS BÁSICOS
DOC: Dão
Safra: 2011
Casta: Alfrocheiro
Teor alcoólico: 14,7%
Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: aroma floral e delicado de flor de jasmim e camomila.
Boca: o sabor nos oferece, além das frutas, frescor, elegância e concentração. Textura sedosa no paladar. Tudo no mais perfeito equilíbrio.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: risoto de cogumelos, costela suína na brasa com legumes assados, lombo de bacalhau assado, lasanha de berinjela e ravioli de cordeiro com o molho do próprio assado. Queijos e embutidos também acompanham bem este tinto.
Tempo de guarda: até 2030.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 92
Revista de Vinhos 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2011 Alfrocheiro was aged in 30% new French oak (apparently, the winery mostly treats its reds with a formula) for 18 months. It comes in at 14.5% alcohol. This might be my favorite in the brand to date. Showing perfect finesse in the mid-palate and the underlying flavor for which this grape is known, this adds a serious backbone. Then, it closes down a bit. It is still a bit tight, despite the late release, but the tannins are balanced by the mid-palate and this should be expressive very soon. This may age well, in the context of this grape, but let's be a bit conservative just now. It is fair to say it is not yet at peak.

  • RP 92
  • 1  |  R$ 260,00 /gf
  • 6  |  R$ 260,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 260,00 Garrafa(s)

  • R$ 260,00 Garrafa(s)

R$ 260,00

Descrição 1
Este Touriga Nacional é o melhor exemplo que podemos ter quando tradição e modernidade se fundem. Esta uva, que em outras regiões de Portugal produz em geral vinhos muito potentes, encontra na região do Dão e no talento da equipe da Quinta de Lemos as condições ideais para mostrar o seu lado mais nobre e elegante. Seu aroma é marcado por frutas bem maduras, flores, canela, ervas de cozinha e o sabor memorável que nos surpreende pelo vigor, elegância, taninos macios e pelo seu frescor.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2010
Teor alcoólico: 14,4%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: violeta intenso.
Nariz: frutas negras maduras, notas balsâmicas e especiarias trazidas pelo carvalho, ervas de cozinha.
Boca: textura densa, encorpado, fresco, com taninos sedosos e longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: excelente com carnes mais suculentas e pratos à base de molhos substanciosos. Leitão, ragu de cordeiro, codorna recheada e queijos duros casarão perfeitamente com este tinto. Este vinho também acompanhará bem pratos de bacalhau e de salmão.
Tempo de guarda: até 2025

PONTUAÇÃO
Robert Parker 92
Wine Enthusiast 92
Revista de Vinhos 17,5
Concurso Mundial de Bruxelas 2016: Medalha de Prata
International Wine Challenge 2015: Medalha de Bronze
International Wine & Spirit Competition 2016: Medalha de Bronze

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2010 Touriga Nacional was aged in French oak for 18 months (only three months new). It comes in at 14.5% alcohol. This easily adds another layer or two of depth to the fresher wines like the Dona Santana, but it remains surprisingly approachable and very well put together. Graceful, but ripe and very tasty, this finishes with flavor and some silkiness, another nod to Burgundy. It is a wine that is never obvious, but one that you begin liking more and more as it sits in the glass. Sit with this for an evening; you'll realize how much you liked it. The price is right, too. It's a nice value.

Wine Enthusiast 92
Young vines give a fruity style of wine with attractive violet aromas and black-fruit flavors. The wine has powerful dense tannins, spice from the wood aging and a cooler, mineral texture at the end. It is a rich wine, just now ready to drink.

  • RP 92
  • WE 92
  • 1  |  R$ 285,00 /gf
  • 6  |  R$ 285,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 285,00 Garrafa(s)

  • R$ 285,00 Garrafa(s)

R$ 285,00

Descrição 1
Este tinto da linha Contraste da Rita Marques é um encanto, cheio de frutas maduras suculentas. Versátil e elegante, é perfeito para todas as ocasiões e agrada todos os paladares com aromas intensos, boca rica e boa persistência.

Descrição 2
A Rita Marques faz parte destes enólogos jovens gênios, cheios de talentos. A historia dela começou com a vontade de fugir do caminho padrão da família, a engenharia. Ela resolveu estudar enologia e se revelou através de estágios em vinícolas portuguesas e do resto do mundo. Assim, ela se fascinou pela visão ambiciosa dos produtores de Bordeaux, se apaixonou pelos brancos explosivos da Nova-Zelândia e amou a concentração dos vinhos da África do Sul.

Enriquecida com todas essas experiências e influencias mundiais, ela criou a Conceito Vinhos a partir de um pequeno vinhedo que pertencia à sua família há 40 anos e desenvolveu a produção. A filosofia dela é expressar a diversidade das castas e mostrar a força da influencia do terroir. 90% dos vinhos Conceito são produzidos em Cedovim, no Douro, mas também aluga vinícolas na Nova-Zelândia e na África do Sul para explorar ainda mais o que o resto do mundo tem de oferecer.

A Rita desenvolveu duas linhas de vinhos: a linha Conceito, que da vinhos de guarda concentrados e com maior influencia de carvalho novo, e a linha Contraste, com vinhos mais acessíveis já na juventude, sem incluir carvalho novo na produção.

DADOS BÁSICOS
DOC: Douro
Safra: 2014
Casta: Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Teor alcoólico: 13,8%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: rubi.
Nariz: bouquet intenso mas equilibrado de cassis, menta e tabaco.
Boca: na boca surpreende pela agradável frescura, sugerindo um final longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: q
ualquer tipo de carne suculenta grelhada, churrasco, macarrão ao molho bolonhesa.
Tempo de guarda: até 2022


PREMIAÇÕES
Robert Parker 89
Jancis Robinson 16,5
Wine Spectator 84
Wine Enthusiast 87


Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The 2014 Contraste Tinto is mostly a field blend from 40-year-old vines, with some separated grapes, aged for 18 months in French oak (third and fourth use). Over the years, this second label has become increasingly interesting on its own. This is a rather respectable performance at this price level in a very shaky vintage. It is actually impressive in structure, showing fine grip on the finish and a bright feel. The mid-palate has respectable depth, too. What it seems to lack, at least now, is the typical flavor and vivid fruit that the bottling often has. Perhaps it will open more. I doubt it will ever be the best of the brand, but you can't really go wrong at this price for a serious house pour. It will be a fine food wine.

Jancis Robinson 16,5
Wet year with mild summer and cool nights. Schist soils. Mostly Tinta Roriz, Touriga Franca and Touriga Nacional. Made with grapes from 40-year-old vines from Quinta do Cabido, and Quinta Chão do Pereiro. Grapes picked by hand. Destemming, followed by crushing and pumping to stainless-steel tank. Fermentation with controlled temperature, gentle pumping-over, final maceration for one week. Malolactic fermentation in tank.18 months’ ageing, 70% in used French oak barrels and 30% in stainless steel tank. TA 5.2 g/l, pH 3.6. Deep purple-cherry. Pretty floral scent is a top note to dark, dusty/rocky fruit. Delicious dark savoury character on the palate, finely dry texture and long, restrained finish. Fruity and still elegant thanks to the finesse of the tannins and that rocky Douro character. Pure in its dark restraint. (JH)

Wine Spectator 84
This charry red shows underlying meaty flavors to the grilled plum, dried herb and red berry fruit, edged with peppercorn and licorice accents. Smoke and citrus details drive the firm finish. Drink now. 6,500 cases made. –GS

Wine Enthusiast 87
Red-berry fruits dominate this still-young wine that has dark tannins and concentration. Spice and wood-aging flavors still show strongly. Drink from 2019.

  • RP 89
  • JR 16,5
  • WS 84
  • WE 87
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
Um vinho do Douro concentrado, cheio de alma e caráter com os fumados da barrica envolvendo a fruta suculenta e apontamentos de especiarias.
Descrição 2
A Rita Marques faz parte destes enólogos jovens gênios, cheios de talentos. A historia dela começou com a vontade de fugir do caminho padrão da família, a engenharia. Ela resolveu estudar enologia e se revelou através de estágios em vinícolas portuguesas e do resto do mundo. Assim, ela se fascinou pela visão ambiciosa dos produtores de Bordeaux, se apaixonou pelos brancos explosivos da Nova-Zelândia e amou a concentração dos vinhos da África do Sul.

Enriquecida com todas essas experiências e influencias mundiais, ela criou a Conceito Vinhos a partir de um pequeno vinhedo que pertencia à família dela há 40 anos e desenvolveu a produção. A filosofia dela é expressar a diversidade das castas e mostrar a potencia da influencia do terroir. 90% dos vinhos Conceito são produzidos em Cedovim, no Douro, mas também aluga vinícolas na Nova-Zelândia e na África do Sul para explorar ainda mais o que o resto do mundo tem a oferecer.

A Rita desenvolveu duas linhas de vinhos: a linha Conceito, que da vinhos de guarda concentrados e com maior influencia de carvalho novo, e a linha Contraste, com vinhos mais acessíveis já na juventude, sem incluir carvalho novo na produção.

DADOS BÁSICOS
DOC: Douro
Safra: 2014
Casta: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e Rufete
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: púrpura escuro.
Nariz: frutas negras em abundância no nariz, madeira marcante, tons de baunilha, toques florais e um final de especiarias.
Boca: estruturado, textura aveludada, com taninos firmes mas finos e polidos, bastante frescura. Um tinto muito sólido, distinto, sério, com a fruta madura sobressaindo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: qualquer tipo de carne de caça, reduções de vinho do Porto.
Decantar por 2 horas antes de servir o vinho.
Tempo de guarda: até 2030.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 91
Wine Spectator 91
Jancis Robinson 17+
Wine Enthusiast 92

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
The 2014 Estate Tinto is a field blend from old vines (around 80 years old), aged for 22 months in French oak (half new, half used). This is a very respectable and sometimes impressive performance given the difficult vintage. It is beautifully focused, has fine structure, velvety texture and excellent depth for the vintage, although I suspect it seems fuller in the mouth on first taste just now than it actually is. (Time will tell the story there.) However, there isn't a lot of lift to the fruit; it is very dry and a bit dull at times, lacking the personality this bottling typically has once past the tannins. That may change, as it is certainly a bit backward--which is not unusual--but I suspect the fruit will never show much in the way of bright flavor, relative to other years. Still, this is pretty nice and rather serious. About two hours of air allowed it to open more and drink better. It should be relatively early maturing, but it certainly needs a few years in the cellar for better results. Let's be conservative for the moment and see if this can demonstrate further capacity for improvement, apart from softening the tannins.

Wine Spectator 91
Concentrated but sleek, with black cherry, raspberry coulis and licorice snap notes, edged with black chocolate, slate and violet details. Juicy acidity lends freshness through the long, moderately tannic finish, showing Earl Grey tea and plum elements. Drink now through 2022. 1,600 cases made. –GS

Jancis Robinson 17+
Mixture of traditional Douro grape varieties (more than 20) including Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela and Rufete, grown on schist. Made with grapes of old vines (80 years old) from Quinta do Cabido, an inhospitable ‘hook’ formed by the Teja River, in the commune of Numão. There, an unusual mass of schist causes the water to change course before it flows down towards the Douro River, and the riverbank in that place forms a perfect natural amphitheatre facing south. Grapes picked by hand in small boxes. Partial destemming, followed by crushing and pumping to stainless-steel tank. Fermentation at controlled temperature, gentle pumping-over, final maceration for one week. Malolactic fermentation in tank. 20 months in French oak barrels (50% new). TA 5.5 g/l, pH 3.58.

Dark purple colour. Dark fruited but with more immediate sweetness than in the aroma of the Contraste, definitely oak as well as fruit sweetness. On the palate, sweet oak spice dominates at the moment along with mostly red fruit flavours. Super-smooth and supple texture but deep and long, filled with fresh fruit and then just slightly chewy on the finish. Even with the obvious oak, it is very nicely balanced between fruit and structure. Powerful but pulled back from too much fruit/oak sweetness by the savoury notes that are pure Douro. Needs time. (JH)

Wine Enthusiast 92
From vines close to the medieval castle of Numão in the Douro Superior, this wine represents the top of the range for this family-owned estate. Layers of new wood vie with the ripe fruit of this wine that offers spice as well as black-plum fruits and acidity. It is developing well, giving a rich wine that will be ready to drink from 2019.

  • RP 91
  • WS 91
  • JR 17+
  • WE 92
  • 1  |  R$ 390,00 /gf
  • 6  |  R$ 390,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 390,00 Garrafa(s)

  • R$ 390,00 Garrafa(s)

R$ 390,00

Descrição 1
O Dona Santana mostra um equilíbrio perfeito entre a estrutura da Touriga Nacional, a estrutura e doçura da Tinta Roriz e a complexidade aromatica da casta Jaen.

Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo. Apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano, as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão
Safra: 2009
Casta: 60% Touriga Nacional, 20% Tinta Roriz, 10% Jaen, 10% and Alfrocheiro
Teor alcoólico: 14,3%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: granada.
Nariz: muito perfumado, com fruta doce e madura sobressaindo,
Boca: bom volume, taninos redondos, fim-de-boca com especiarias doces. Um vinho ganancioso e sedutor!

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°
Harmonização: queijos fortes, risoto de cogumelos, costela suína na brasa, lombo de bacalhau assado, massas em geral.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90
Wine Enthusiast 91
Wine Spectator 91
Wine & Spirits Magazine 92
Decanter World Wine Awards 2015: Medalha de Bronze
Concurso Mundial de Bruxelas 2014: Medalha de Ouro
International Wine Challenge 2015: Medalha de Prata

Avaliações dos Especialistas
Wine Spectator 91
Focused and pure-tasting, offering powerfully crisp flavors of dark currant, cherry and crushed red plum, accented by slate and white pepper notes. Medium-grained tannins show on the spicy finish. Touriga Nacional, Tinta Roriz, Jaen and Alfrocheiro. Drink now through 2019. 112 cases imported. –KM

Robert Parker 90
The 2009 Dona Santana was aged for 18 months in French oak (70% used, 30% new). Coming in at 14.3% alcohol, it is a blend of 60% Touriga Nacional, 20% Tinta Roriz, 10% Jaen and 10% Alfrocheiro. Quite charming, this is a lovely and fresh wine with reasonable concentration, good balance and finesse. It is rounder, more accessible and not as tannic as some the winery has produced, but it is no wimp and it has structure. Its juicy and delicious finish will win it some fans who might like it as well as, or better than, some of the bigger boys. Drinking nicely now, it may exceed expectations in the short to mid-term, but it may not have quite the potential for improvement of some of the upper-level wines. Yet, as it sat and aired, its structure seemed fine. It is easily the best value point in the lineup, a can’t-miss buy here. It is completely charming, tastes great and doesn’t have a hair out of place, seeming serious, yet bursting with flavor. I liked this when I saw it in Portugal, but retasting it at home proved how fine its balance and structure is. There were 43,154 bottles produced. Drink now-2022.

Wine Enthusiast 91
All four of Dâo's indigenous red grapes—Touriga Nacional, Tinta Roriz, Jaen and Alfrocheiro—are in this blend. It is rich and fruity wine, showing a lightly perfumed character against ripe black fruit tones. Drink now.

  • RP 90
  • WS 91
  • WE 91
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
O Norte do Vale do Rhône é incontestavelmente a terra predileta da casta Viognier. As uvas do vinho "Les Lézardes" vêm de Sainte-Agathe, do lado da grande terra Condrieu. 8% da fermentação é feita em barrica de carvalho para conferir uma maior complexidade a este vinho jovem.

Descrição 2
O Domaine René Rostaing é uma referencia do Vale do Rhône. Ele construiu a sua fama pela qualidade dos seus Côte Rotie, extremamente elegantes e pouco marcados por barrica nova.

René possui um vinhedo excepcional que ele adquiriu ao longo dos anos. Com alguns hectares de vinhas de mais de 100 anos nos terroirs de La Landonne e Côte Blonde e um trabalho mais natural possível, os vinhos dele ressaltam pureza e delicadeza.

DADOS BÁSICOS
IGP: Collines Rhodaniennes
Safra: 2016
Casta: Viognier
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo-palha.
Nariz: Agradável buquê de frutas amarelas frescas (damasco, pêssego) e de amêndoas torradas.
Boca: Ampla e redonda, com acidez media e final mineral refrescante.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12°
Harmonização: Atum selado com gergelim, pratos asiáticos com molho agridoce, lagosta, carnes brancas, queijos meia cura.
Tempo de guarda: Até 2020.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 87
Jancis Robinson 15

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 87
The medium-bodied, facile 2016 IGP Collines Rhodaniennes Les Lezardes Viognier comes from vineyards just outside the appellations of Condrieu and Côte-Rôtie. It offers modest flavors of toasted almond, fresh apricots and a dry, spicy finish.

  • RP 87
  • JR 15
  • 1  |  R$ 390,00 /gf
  • 6  |  R$ 390,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 390,00 Garrafa(s)

  • R$ 390,00 Garrafa(s)

R$ 390,00

Descrição 1
Um belo Cabernet Sauvignon, sem artifício, para se deliciar sem moderação.
Descrição 2
O Vignobles De Mour desenvolveu a linha de vinhos Voilà para mostrar a mais pura expressão de 3 uvas ícones do vinhedo de Bordeaux. Descubra esses 3 tintos jovens, suculentos e originais:

-Voilà 100% Cabernet Sauvignon
-Voilà 100% Merlot
-Voilà 100% Petit Verdot

DADOS BÁSICOS
AOC: Bordeaux
Safra: 2014
Casta: Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho granada.
Nariz: Aromas de húmus, frutas pretas, toque de alcaçuz e de pimenta-do-reino.
Boca: Bom volume, muito equilibrado e harmonioso. Um Cabernet Sauvignon autentico.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º - 18º
Harmonização: todos tipos de carne vermelha, lasanha, churrasco.
Tempo de guarda: 8 anos.

Avaliagues dos Especialistas
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
O Merlot típico: suculento e perfumado.

Descrição 2
O Vignobles De Mour desenvolveu a linha de vinhos Voilà para mostrar a mais pura expressão de 3 uvas ícones do vinhedo de Bordeaux. Descubra esses 3 tintos jovens, suculentos e originais:

-Voilà 100% Cabernet Sauvignon
-Voilà 100% Merlot
-Voilà 100% Petit Verdot

DADOS BÁSICOS
AOC: Bordeaux
Safra: 2015
Casta: Merlot
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho granada vivo.
Nariz: Marmelada de frutas pretas (cassis), toque defumado e de alcaçuz.
Boca: Generosa e densa, com muita concentração e fruta madura.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: Churrasco, prato de frios.
Tempo de guarda: Até 2019.

PREMIAÇÕES
Gilbert & Gaillard 2017: Medalha de Ouro

Avaliações dos Especialistas
Gilbert & Gaillard Medalha de Ouro
Deep garnet colour. Nose, in an evolution phase, of undergrowth, red and black jammy fruits, smoke, liquorice. Clean, concentrated palate, coated by good tannins. Generous aromatic presence. A full and complex style.
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 0,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 0,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
Um Petit Verdot surpreendente: perfeitamente equilibrado, com uma fruta rica realçada por taninos macios. Um tinto muito harmonioso e prazeroso!

Descrição 2
O Vignobles De Mour desenvolveu a linha de vinhos Voilà para mostrar a mais pura expressão de 3 uvas ícones do vinhedo de Bordeaux. Descubra esses 3 tintos jovens, suculentos e originais:

-Voilà 100% Cabernet Sauvignon
-Voilà 100% Merlot
-Voilà 100% Petit Verdot

DADOS BÁSICOS
AOC: Bordeaux
Safra: 2015
Casta: Petit Verdot
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Púrpura.
Nariz: Buquê de frutas selvagens, tons de chocolate amargo.
Boca: Equilibrada, densa. Lembra as frutas do nariz, com taninos macios que trazem uma estrutura sólida.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: morcela com maçã caramelizada, ave assada, carne vermelha grelhada.
Tempo de guarda: Até 2019.

PREMIAÇÕES
Gilbert & Gaillard 2017: Medalha de Ouro

Avaliações dos Especialistas
Gilbert & Gaillard Medalha de Ouro
Deep purple colour. Nose of ripe wild berries with a spicy and chocolaty background. Balanced, dense, full palate that extends the fruit with success. Good sharp tannins. Full, generous and structured style. A typical Bordeaux style for grilled red meats.
  • 1  |  R$ 153,00 /gf
  • 6  |  R$ 153,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 153,00 Garrafa(s)

  • R$ 153,00 Garrafa(s)

R$ 153,00

Descrição 1
O Norte do Vale do Rhone é mundialmente reconhecido pela sua Syrah excepcional, produzindo grandes vinhos como o famoso Cote-Rotie.
As uvas do tinto Ampodium vêm de 13 parcelas diferentes e somente 10 a 15% do vinho é envelhecido em barricas de carvalho novo.  Jovem, ele é a mais pura expressão da Syrah: explosão de aromas de frutas e volume. Depois de uns anos de guarda, desenvolve notas mais animais e terciárias, conservando a finesse, estrutura e frescor típicos dos vinhos da AOC Cote Rotie.

Descrição 2
O Domaine René Rostaing é uma referencia do Vale do Rhône. Ele construiu a sua fama pela qualidade dos seus Cote-Rotie únicos, extremamente elegantes e pouco marcados por barrica nova.

René possui um vinhedo excepcional que ele adquiriu ao longo dos anos. Com alguns hectares de vinhas de mais de 100 anos nos terroirs de La Landonne e Côte Blonde e um trabalho mais natural possível, os vinhos dele ressaltam pureza e delicadeza.

Para ele, tudo tem de ser feito na medida certa: os vinhos precisam de estrutura, mas não de gosto de madeira sobressaindo e nem de extração exagerada na vinificação. Ele prioriza a boa maturação e não a sobre-maturação das uvas. Na produção, os técnicos modernos e tradicionais devem se juntar sabiamente para obter vinhos puros e fieis às suas origens.

DADOS BÁSICOS
AOC: Cote-Rotie
Safra: 2015
Casta: Syrah
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Púrpura escuro.
Nariz: Buquê complexo e rico, com frutas pretas e vermelhas dominando, alcaçuz, pimenta branca e especiarias doces.
Boca: Acidez deliciosa, rico no paladar com muita fruta suculenta, especiarias e um final levemente mineral. Os taninos firmes demonstram uma excelente aptidão para o envelhecimento.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°
Harmonização: Presunto Pata Negra, costela de cordeiro assada, contrafilé grelhado.
Tempo de guarda: Até 2028.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Jancis Robinson 16,5
Vinous 91-93
Wine Spectator 93
Jeb Dunnuck 92

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 94
Bottled in July, the 2015 Cote Rotie Ampodium is fairly full-bodied and quite rich. The black olive and raspberry notes verge on being jammy but are balanced by peppery spice and firm, savory tannins. Give it 5 years in the cellar to settle down, and drink it over the next decade and a half or more. For an entry-level wine, it's remarkable. (JC)

Jancis Robinson 16,5
Dark purple. Nervy and savoury with lots of high-toned tension. Lovely round, relaxed palate. Great balance and almost approachable. Bone-dry, fermented treacle toffee.

Vinous 91-93
Youthful violet. Sexy, mineral-driven aromas of ripe red and dark berries, candied flowers and Indian spices show excellent clarity and lift. Sweet and expansive on the palate, offering juicy, nicely concentrated black raspberry and cherry flavors and a hint of allspice. A subtle olive nuance arrives with air and carries through a long, youthfully tannic finish. (JR)

Wine Spectator 93
A bright flash of white pepper gives way to bay leaf, crushed bitter plum and raspberry coulis flavors, with a sleek iron edge. Racy and youthfully taut, but shows ample stuffing for cellaring. (JM)

Jeb Dunnuck 92
Moving to the 2015s, all of which were tasted out of bottle, the 2015 Côte Rôtie Ampodium is well worth your time and money. Dark fruits, peppery, licorice, and ground herb characteristics flow to a full-bodied, impressively endowed, ripe, balanced 2015 that will drink nicely for 10-15 years. The son of René, Pierre Rostaing, is now taking a more leading role in this terrific estate. The 2015s are beautiful wines, but don’t discount the 2016s, which are almost as impressive.

  • RP 94
  • JR 16,5
  • WS 93
  • JD 92 93
  • VN 91-93
  • 1  |  R$ 750,00 /gf
  • 6  |  R$ 750,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 750,00 Garrafa(s)

  • R$ 750,00 Garrafa(s)

R$ 750,00

Descrição 1
Pomerol... a terra do Merlot. E Le Carillon de Rouget não decepciona. Segundo vinho do legendário Château Rouget, ele é digno de um grande Pomerol, com o seu buquê extremamente aberto e perfumado e a sua textura sedosa e delicada na boca.

Descrição 2
A história do Château Rouget tem raízes há séculos. Ele aparece a partir de 1700 nos arquivos e cadastro, e é considerado um dos vinhos oficiais mais antigos da Pomerol.

No final do século XIX, um ranking dos vinhos de Pomerol colocou Rouget entre os cinco melhores vinhos da denominação. Este julgamento é, sem dúvida, o resultado desta consistência notável por parte dos sucessivos donos da propriedade, que sempre trabalharam com o único propósito de produzir vinhos excepcionais. A família Labruyère, proprietária de Château Rouget desde 1992, juntou-se à tradição daqueles que, nos últimos dois séculos, moldaram Rouget. Por mais de 20 anos, ela se concentrou em colocar esta propriedade entre os líderes da Margem Direita. A propriedade é composta por 17 hectares e agora é considerada por críticos e amadores, vintage após vintage, como uma das progressões mais constantes da denominação.

DADOS BÁSICOS
AOC: Pomerol
Safra: 2011
Casta: Merlot 85%, Cabernet Sauvignon 15% 
Teor alcoólico: 14%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Púrpura.
Nariz: Sedutor, intenso e frutado com notas de ameixa madura.
Boca: Muito delicado e bem aberto, toque de cerejas maduras e acidez perfeitamente equilibrada. O fim-de-boca é persistente e os taninos suaves e refrescantes.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 18°
Harmonização: Risoto de cogumelos, tornedo de vitela ao molho de vinho tinto, queijo tipo brie, peru assado.
Tempo de guarda: Até 2021.

PREMIAÇÕES
Wine Spectator 87

Avaliações dos Especialistas
wine Spectator 87
Direct, with a Black Forest cake frame around the fig and blackberry fruit flavors, finishing with slightly grippy singed mesquite and ganache notes. Best from 2015 through 2018. 2,500 cases made. –JM

  • WS 87
  • 1  |  R$ 365,00 /gf
  • 6  |  R$ 365,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 365,00 Garrafa(s)

  • R$ 365,00 Garrafa(s)

R$ 365,00

Descrição 1
O Château Tayet goza de um terroir excepcional, no sul da AOC Margaux, conhecida pelos seus vinhos elegantes. Este tinto, que já tem belas notas de evolução, representa a combinação perfeita entre Merlot e o Cabernet Sauvignon: o buquê sedutor do primeiro, e a estrutura sólida trazida pelo segundo.

Descrição 2
O Château Tayet pertence à família belga De Mour (proprietária de vários Châteaux em diferentes AOC de Bordeaux). O vinhedo de 10 hectares fica em Macau, na fronteira com o vinhedo de Margaux.

As vinhas crescem em solo argilo-limoso na beira do rio Garonne. Resultam vinhos finos, e elegantes, mas com boa complexidade e sempre muito frescor aromático.

DADOS BÁSICOS
AOC: Bordeaux Supérieur
Safra: 2011
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor : Vermelho brilhante
Nariz: Leves tons de baunilha e tabaco, concentração de frutas pretas e vermelhas.
Boca: Muito elegante com boa vivacidade, taninos redondos. Belo equilíbrio entre a fruta do Merlot e a estrutura do Cabernet Sauvignon.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16° - 18°
Harmonização: Acém grelhado, cordeiro, steak tartare, ensopado de lentilhas com linguiça, queijos de massa mole (brie, camembert...).
Tempo de guarda: Até 2020.

PONTUAÇÃO
Jancis Robinson 16
Gilbert & Gaillard 86
Le Guide Hachette des Vins *
Decanter World Wine Awards 2014: Medalha de Bronze
Los Angeles International Wine Competition 2015: Medalha de Prata

Avaliações dos Especialistas
Jancis Robinson 16
A Private Cellar Selection, says a special label, of this blend of 60% Merlot and 40% Cabernet from Macau. They also have the 2010 in magnums. The owners also own the orange box next to Tertre Roteboeuf. Winemaker is Jean-Michael Garcion.
Vibrant crimson. Very confident, concentrated, well-balanced blend. So appetising and ready. Merlot much in evidence. GV

Gilbert & Gaillard 86
Belle robe concentrée, encore jeune. Nez boisé grillé fumé dominant, jolis arômes de fruits rouges et noirs mûrs en retrait. La bouche séduit par son équilibre bois fruit. Les tanins sont fondus, la fraîcheur s'associe à la souplesse. Un élevage réussi.

Guide Hachette des Vins *
Des mêmes propriétaires que le Château Haut Breton Larigaudière (margaux), ce cru est implanté à Macau, à quelques kilomètres en amont : les vignes poussent sur des sols argilo-limoneux dans la zone de palus anciens bordant la Garonne. La cuvée Prestige comprend dans son assemblage, outre le merlot et le cabernet-sauvignon, 10 % de petit verdot. Fin et complexe au nez, ce 2011 mêle un léger boisé vanillé et toasté à des notes de petits fruits compotés. Conjuguant suavité et vivacité, la bouche montre une grande fraîcheur aromatique et des tanins fondus. Ce vin typique, déjà agréable, sera pleinement épanoui dans trois ou quatre ans.

  • JR 16
  • G&G 86
  • 1  |  R$ 192,00 /gf
  • 6  |  R$ 192,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 192,00 Garrafa(s)

  • R$ 192,00 Garrafa(s)

R$ 192,00

Descrição 1
Este é o tipo de vinho que você quer abrir petiscando com bons amigos. Ele seduz com seu buquê intenso de frutas vermelhas e sua acidez que o deixa tão fácil de tomar.

Descrição 2
Jean-Christophe Perraud realizou um sonho de criança em 2005 com a criação da propriedade a partir das poucas vinhas que a família começou a transmitir 4 gerações atrás.

Beneficiando de uma situação geográfica privilegiada a proximidade das famosas rochas do Solutré e Vergisson, ele produz vinhos sedutores que reflitam a mais pura expressão da fruta. Ele intervém o menos possível na produção, principalmente no momento da vinificação, para não desnaturar o vinho. O objetivo dele é orientar-se daqui a pouco para uma cultura orgânica.

DADOS BÁSICOS
AOC: Bourgogne rouge
Safra: 2016
Castas: 100% Pinot Noir
Cultura: Raisonnée
Teor alcóolico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Delicado, com aromas de morangos e framboesas, levemente floral.
Boca: Um vinho suculento e fresco, que se toma jovem para apreciar sua vivacidade marcada e seu caráter frutado intenso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º - 15º
Harmonização: fondue de carne, wok de frango, carnes vermelhas macias e suculentas, frios.
Tempo de guarda: até 2021.

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 170,00 /gf
  • 6  |  R$ 170,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 170,00 Garrafa(s)

  • R$ 170,00 Garrafa(s)

R$ 170,00

Descrigco 1
Les Pierrelles é um vinho de prazer: concentrado, equilibrado, com aromas intensos de frutas e especiarias, e um toque mineral que traz frescor, ele promete belos momentos de partilha e convivência.

Descrigco 2
O Domaine Belle fica na aldeia de Larnage, na parte norte do Vale do Rhone, e carrega mais de 5 séculos de historia. Naquela época, as vinhas pertenciam ao Lorde de Larnage, que tirava todo o proveito das uvas.

Em 1769, uma lei foi votada para que cada família da aldeia receba uma parcela pequena de vinhas para consumo pessoal. É a partir desta época que nasceu o vinhedo do atual Domaine Belle.

A partir de 1930, Louis Belle começou a ficar mais ativo na produção e intensificou os cuidados do vinhedo, comprando mais hectares para o patrimônio familiar aos poucos.

Mas foi com a impulsão do Albert e Philippe, respectivamente filho e neto do Louis, que o Domaine Belle fez um passo pela frente: construiram uma vinicola adequada para a produção e começaram a se interessar à valorização do terroir. Hoje em dia, são 25 hectares cultivados com uma paixão que se reflete nos vinhos, amplos e generosos.

DADOS BÁSICOS

AOC: Crozes-Hermitage
Safra: 2015
Casta: Syrah
Teor alcoólico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho profundo com reflexos roxos.
Nariz: Aromas gananciosos de frutas pretas e licor de framboesa, com um toque animal que traz complexidade. Após aeração, desenvolve notas de canela e pimenta branca.
Boca: Textura voluptuosa, bom volume aromático e taninos sedosos. É um vinho jovem muito versátil e harmonioso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: Todos os tipos de carnes vermelhas assadas ou grelhadas, cozinha mediterrânea.
Tempo de guarda: 7 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 91

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
Belle's 2015 Crozes Hermitage les Pierrelles is an awfully good entry-level Crozes. It's atypically concentrated and intense, but that's the vintage speaking, providing leather and dried fruit notes and rich tannins. I don't know whether it will age well, but it makes for fine drinking now and over the next few years.

  • RP 91
  • 1  |  R$ 228,00 /gf
  • 6  |  R$ 228,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 228,00 Garrafa(s)

  • R$ 228,00 Garrafa(s)

R$ 228,00

Descrigco 1
A cuvée Louis Belle é uma homenagem ao avô do Philippe Belle, atual enólogo do Domaine. E este é um tinto com temperamento! O nariz é complexo: a notas de frutas, balsâmicas e torradas se juntam no mais perfeito equilíbrio. A boca, rica e elegante, lembra o nariz e o final fresco traz elegância.

Descrigco 2
O Domaine Belle fica na aldeia de Larnage, na parte norte do Vale do Rhone, e carrega mais de 5 séculos de historia. Naquela época, as vinhas pertenciam ao Lorde de Larnage, que tirava todo o proveito das uvas.

Em 1769, uma lei foi votada para que cada família da aldeia receba uma parcela pequena de vinhas para consumo pessoal. É a partir desta época que nasceu o vinhedo do atual Domaine Belle.

A partir de 1930, Louis Belle começou a ficar mais ativo na produção e intensificou os cuidados do vinhedo, comprando mais hectares para o patrimônio familiar aos poucos.

Mas foi com a impulsão do Albert e Philippe, respectivamente filho e neto do Louis, que o Domaine Belle fez um passo pela frente: construiram uma vinicola adequada para a produção e começaram a se interessar à valorização do terroir. Hoje em dia, são 25 hectares cultivados com uma paixão que se reflete nos vinhos, amplos e generosos.

DADOS BÁSICOS

AOC: Crozes-Hermitage
Safra: 2014
Casta: Syrah
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi.
Nariz: Buquê muito aberto e complexo, com aromas de cacao amargo, frutas pretas, especiarias doces. Após aeração, desenvolve notas de grão de café torrado, de baunilha e de tabaco.
Boca: Rico, suculento, taninos jovens mas sedosos. É um tinto carnudo e saboroso, com notas de geleia de frutas pretas e um sutil defumado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: Estufado de vitela com azeitonas, peru recheado, risoto de trufas negras, carne de boi macia grelhada.
Tempo de guarda: Até 2024.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 89
Vinous 90
Decanter World Wine Awards 2017: Medalha de Bronze
Revue du Vin de France 2014 15,5
Bettane & Desseauve 15,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
There are two Crozes Hermitage releases in 2014. Spice-driven, with lots of cedar, white pepper, black raspberry and mulberry aromas and flavors, the 2014 Crozes Hermitage Cuvee Louis Belle is medium-bodied, fresh, focused and lively, with slightly more mid-palate depth than the Les Pierrelles release. Aged 18 months in barrels, drink this fresh, balanced 2014 over the coming 7-8 years.

Vinous 90
Opaque ruby. Smoke-accented blackberry, cherry and violet scents, backed by olive and espresso nuances. Nicely concentrated dark fruit and spicecake flavors pick up a peppery element as the wine opens up. A core of juicy acidity sharpens the fruit and drives a long, youthfully tannic finish that repeats the smoky note.

Decanter World Wine Awards 86
Smoky oak, spices and dark fruit aromatics. Full bodied yet elegant and rich fruity palate.

  • RP 89
  • VN 90
  • 1  |  R$ 282,00 /gf
  • 6  |  R$ 282,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 282,00 Garrafa(s)

  • R$ 282,00 Garrafa(s)

R$ 282,00

Descrigco 1
Feito de Garnacha branca vindo de 2 terroirs diferentes, e de vinhas velhas de Macabeu, é um branco que se toma depois dos tintos... complexo, profundo, muito persistente. Um vinho que fica ainda melhor ao longo dos anos.
Descrigco 2


DADOS BÁSICOS

DOC: Priorat
Safra: 2013
Casta: 50% Garnacha branca, 50% Viura (Macabeu)
Teor alcoólico: 15 %
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo claro, reflexos verdes.
Nariz: Sutil, elegante, complexo, com notas de erva-doce.
Boca: Seco, equilíbrio entre maciez e frescor, boa acidez e toque de frutas brancas.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12º
Pode ser decantado por 30 minutos antes do serviço.
Harmonização: lagosta, pratos com camarões, peixe branco grelhado, frango assado, torta de queijos.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94/100

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 94
The top white is the 2013 Coma Blanca, which is a blend of grapes from four different plots planted with Macabeo and Garnacha Blanca from diverse soils (their property has incredibly varied soils, quite unusual for Priorat). It might be a tad lighter and less concentrated, with more acidity and freshness, but it's not a shy or wimpy white -- it packs 15% alcohol. It contains approximately half of each variety and it matured for six months in 500-liter French and Austrian oak barrels. The nose is subtle, with elegance and incipient complexity, even though it still feels very young. With time and air it starts showing some notes of fennel, more insinuating compared with the Coma Alta, which is more obvious. This has a superb balance and it should age nicely in bottle. It ends dry and with strong minerality. Again, this is (one of) the best vintage(s) for this wine. 2,761 bottles were produced and bottled in May 2014.

  • RP 94
  • 1  |  R$ 615,00 /gf
  • 6  |  R$ 615,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 615,00 Garrafa(s)

  • R$ 615,00 Garrafa(s)

R$ 615,00

Descrigco 1

Descrigco 2


DADOS BÁSICOS

DOC: Priorat
Safra: 2014
Casta: 70% Grenache, 20% Carignan, 10% Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi brilhante.
Nariz: Floral, toque mineral e elegante.
Boca: Seco, potente, jovem, notas florais e frutas negras e vermelhas. Final longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º
Harmonização: Um tinto para acompanhar qualquer momento e aperitivo, carne de boi macia grelhada.
Tempo de guarda: 10 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 92/100
Wine Enthusiast 86/100

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The red 2014 Bellmunt was already up for tasting as it had been bottled in May 2015. This is their younger and fresher red, a blend of Garnacha with some 20% Cariñena and 10% Cabernet Sauvignon matured in different sized oak containers for some ten months. The color is quite light, a bright ruby. The nose is floral and elegant, and the palate shows a similar profile, approachable and highly drinkable but not banal. A great Priorat for restaurants. Some 25,000 bottles were produced.

Wine Enthusiast 86
Raspberry aromas are mild on the nose. This hails from Bellmunt, a warm, lower-lying section of the Priorat. In the mouth, it's rough and gritty, with narrow plum and cherry flavors.

  • RP 92
  • WE 86
  • 1  |  R$ 243,00 /gf
  • 6  |  R$ 243,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 243,00 Garrafa(s)

  • R$ 243,00 Garrafa(s)

R$ 243,00

Descrigco 1

Descrigco 2


DADOS BÁSICOS

DOC: Priorat
Safra: 2012
Casta: 70% Grenache, 20% Carignan, 10% Syrah
Teor alcoólico: 15%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho granada profundo..
Nariz: Intenso, aromas que lembram húmus, frutas pretas maduras, ameixa.
Boca: Potente, com mineralidade característica dos vinhos Mas d’en Gil, textura sedosa.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º
Harmonização: Cordeiro grelhado com ervas de Provence, porco ibérico grelhado, peixes gordurosos como atum grelhado, paella de carne.
Tempo de guarda: 12 anos.

PREMIAÇÕES
Guia Peñin 2017 93/100
Guia Repsol 93/100

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 378,00 /gf
  • 6  |  R$ 378,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 378,00 Garrafa(s)

  • R$ 378,00 Garrafa(s)

R$ 378,00