Destaques

Descrição 1
Das mãos da talentosa Coralie Goumarre, surge um Côtes du Rhône surpreendente. Vinho orgânico com forte expressão de terroir é um dos expoentes da denominação. "Paroles de Femme" um vinho de grande equilíbrio, frescor e estrutura.
Descrição 2
Esta propriedade impecavelmente construída, hoje é gerida por Coralie Goumarre (seguindo 9 gerações de produtores de vinho na família e sendo a primeira mulher a assumir o controle da propriedade) abrangendo 5 hectares. Ela produz uma série de Cotes du Rhones de alta qualidade, bem como três Châteauneuf du Pape. Todos os vinhos são orgânicos, as uvas são colhidas e selecionadas manualmente. O envelhecimento se faz em barricas pequenas (pouca proporção de carvalho novo) e em tanques de concreto.

DADOS BÁSICOS
AOC: Vale du Rhône
Safra: 2014
Castas: 60% Grenache, 20% Mourvèdre, 10% Cinsault, 10% Carignan
Cultura orgânica
Teor alcóolico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Cereja Preta
Nariz: Frutas negras, frutas vermelhas, especiarias, couro e chocolate
Boca: Persistente e frutado

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º a 16º
Harmonização: Perfeito para acompanhar as carnes vermelhas, especialmente o churrasco.
Tempo de guarda: até 6 anos

PREMIAÇÕES
Robert Parker 89

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker
A terrific Côtes du Rhône, the 2014 Côtes du Rhône Paroles de Femme is comprised of 60% Grenache, 20% Mourvédre, 10% Cinsault and 10% very old vine Carignan. Vinified and aged all in concrete tanks, it possesses loads of plum, licorice and roasted Provençal herbs characteristics in its medium to full-bodied, plump, mouth-filling style. It’s rock solid and should be a great value.

This impeccably run estate is managed by Coralie Goumarre (who is a 9th generation winemaker and the first woman to take control of the estate) and covers a tiny 5 acres, most of which are in the Coudoulet lieu-dit in the cool, northeastern corner of the appellation. She makes a number of quality Cotes du Rhones, as well as three Châteauneuf du Papes; a traditional red and white, and a special cuvee called St. George. While the wines are all destemmed and aging occurs in small barrels (also in some concrete), they have a traditional vibe and certainly hold on to their southern Rhone roots.

  • RP 89
  • 1  |  R$ 125,00 /gf
  • 6  |  R$ 118,75 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 125,00 Garrafa(s)

  • R$ 118,75 Garrafa(s)

R$ 125,00

Descrição 1
A uva Jaen mostra aqui uma face pouco comum, num vinho concentrado, com notas de frutas compotadas, vegetais e especiarias. A frescura da uva está bem patente, o conjunto é complexo e personalizado.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo, apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Silgueiros, Dão
Safra: 2007
Casta: Jaen
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 15 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Granada intenso
Nariz: Notas elegantes de fruta vermelha, cerejas e morangos, bem conjugadas com a madeira que lhe acrescenta um toque de especiaria.
Boca: Fresco, afinado e de profundo sabor. Um vinho moderno, versátil, com taninos de grande delicadeza.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: Strogonoff, garoupa assada com presunto e ervas.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 89
Wine Enthusiast 92
Revista de Vinhos 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The 2007 JAEN is, of course, all Jaen. As with the Alfrocheiro this issue, it is a grape that is typically found in this region that usually fills out some blends. Other producers make a monovarietal from it, but this is a pretty nice effort from relatively young vines. Deep, full bodied and with a lot of power, this does have a bit of an oak overlay, but the acidity and fine fruit flavor cut through it well. The real question with this wine is its astringency. It gets rather more powerful with aeration, although it never destroys the wine. Like a lot of the winery’s efforts, it is not entirely clear if the balance will ever be perfect, but it certainly seems like it could use another few years in the cellar. This runs around 16 euros in Portugal. This is a very nice effort for this monovarietal, with a bright, juicy finish.

Wine Enthusiast 92
Known in Spain as Mencia and found in Galicia, here in Portugal it forms a part of the mix in the mountainous Dão. It is red fruit flavors that are sustained by tannins. Despite its nine years of age, it is still firmly structured, still packed with fine fruit. It is only just now ready to drink.

Revista de Vinhos 16,5
A mal amada Jaen mostra aqui uma face pouco comum, num vinho concentrado, com notas de frutos pretos, vegetais e especiarias. A frescura da uva está bem patente, o conjunto é complexo e personalizado.

  • RP 89
  • WE 92
  • 1  |  R$ 230,00 /gf
  • 6  |  R$ 218,50 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 230,00 Garrafa(s)

  • R$ 218,50 Garrafa(s)

R$ 230,00

Lussac-Saint-Emilion
Descrição 1
Este vinho, dominado pela potencia aromática do Merlot, é digno de um bom Saint-Emilion Grand Cru. A safra 2010, marcada por um equilíbrio e uma acidez impressionantes, está no seu apogeu.
Descrição 2

Didier Miqueu e Stephan Von Neipperg compraram o Château Croix du Rival em 2007, um vinhedo com um potencial incrível localizado na comuna de Lussac, perto de Saint-Emilion. E não é para menos : neste lugar se encontram os vestígios arqueológicos da Vila Lucciacus, onde já se fazia vinho na época galo-romana.

O Château possui vinhas de mais de 50 anos de idade num terroir argilo-calcário igual ao de Saint-Emilion, onde nasceram muitos Premiers Grands Crus Classés. Chegando na propriedade, pode ver a Croix du Rival nas vinhas, aquela mesma que está desenhada na etiqueta do vinho: antigamente, essas cruzes indicavam o caminho para Saint-Jacques de Compostelle.

DADOS BÁSICOS
AOC: Lussac-Saint-Émilion
Safra: 2010
Castas: 80% Merlot, 10% Cabernet Franc, 10% Cabernet Sauvignon
Teor Alcoolico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho cereja
Nariz: Vinho dominado pelas frutas vermelhas maduras, com aromas de evolução e notas de madeira defumada.
Boca: O buquê de frutas se confirma na boca, acompanhado de uma boa acidez e de taninos sedosos.

CONSELHO PARA SERVIR
Temperatura: 15º a 17º
Harmonização: Pato grelhado com molho de ameixas, coelho ao molho Marengo, risoto de pancetta, bife Bourguignon.
Tempo de guarda: A safra 2010 está ótima para se tomar agora, e pode ser guardada até 2020.

PREMIAÇÕES
Wine Spectator 89

Avaliagues dos Especialistas
Wine Spectator 89
A plush and smoky style, with a bacon edge to the core of roasted apple wood, steeped plum and pastis-soaked blackberry fruit. Delivers a fleshy feel through the finish as the roasted wood accent lingers. Drink now through 2015.
  • WS 89
  • 1  |  R$ 237,00 /gf
  • 6  |  R$ 225,15 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 237,00 Garrafa(s)

  • R$ 225,15 Garrafa(s)

R$ 237,00

Lançamentos

Descrição 1
Um vinho do Douro concentrado, cheio de alma e caráter com os fumados da barrica envolvendo a fruta suculenta e apontamentos de especiarias.
Descrição 2
A Rita Marques faz parte destes enólogos jovens gênios, cheios de talentos. A historia dela começou com a vontade de fugir do caminho padrão da família, a engenharia. Ela resolveu estudar enologia e se revelou através de estágios em vinícolas portuguesas e do resto do mundo. Assim, ela se fascinou pela visão ambiciosa dos produtores de Burdéus, se apaixonou pelos brancos explosivos da Nova-Zelândia e amou a concentração dos vinhos da África do Sul.

Enriquecida com todas essas experiências e influencias mundiais, ela criou a Conceito Vinhos a partir de um pequeno vinhedo que pertencia à família dela há 40 anos e desenvolveu a produção. A filosofia dela é expressar a diversidade das castas e mostrar a potencia da influencia do terroir. 90% dos vinhos Conceito são produzidos em Cedovim, no Douro, mas também aluga vinícolas na Nova-Zelândia e na África do Sul para explorar ainda mais o que o resto do mundo tem a oferecer.

A Rita desenvolveu duas linhas de vinhos: a linha Conceito, que da vinhos de guarda concentrados e com maior influencia de carvalho novo, e a linha Contraste, com vinhos mais acessíveis já na juventude, sem incluir carvalho novo na produção.

DADOS BÁSICOS
DOC: Douro
Safra: 2013
Casta: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Amarela e Rufete
Teor Alcoólico: 14%
Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Cereja escura
Nariz: Frutas negras em abundância no nariz, madeira marcante, tons de baunilha, toques florais e um final de especiarias.
Boca: Cremoso, com taninos firmes mas finos e polidos, bastante frescura. Um tinto muito sólido, distinto, sério, com a fruta madura sobressaindo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: Qualquer tipo de carne de caça, reduções de vinho do Porto.
Decantar por 1 hora antes de servir o vinho

PREMIAÇÕES
Robert Parker 94
Wine Spectator 90
Jancis Robinson 17
Wine Enthusiast 93

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 94
The 2013 Estate Tinto is an old vines (80-years-old at 450 meters) field blend aged for 20 months in French oak barrels (half new, half second use). As often happens, this is rather drenched in new wood just now, but that stage will pass; it always does. Tasting this next to the Contraste is interesting just now because the Contraste projects as much power (or more) and has fewer oak artifacts. That's deceptive actually, because what changes here is the balance and perception. This has more real concentration and more sensual texture. The fruit also absorbs the power more easily. The oak is a bit annoying just now, but when the oak subsides, as it began to do with aeration, this should be another fine success for the winery, fresh as well as structured. It may not quite have the lift of the 2012 version, but it ultimately fleshed out and displayed better concentration (granting that I don't have them side-by-side just now). This has a fine future--it's just a little hard to find at the moment. Be prepared to wait a few years. At the moment, it is mostly about its potential.

Wine Spectator 90
A rich red, with concentrated raspberry and dried plum flavors flanked by intense hot stone an iodine notes. Delivers elegant creaminess midpalate, showing hints of white pepper on the finish. Drink now through 2020.

Jancis Robinson 17
Double decanted to integrate the oak better. Field blend old vines but quite a lot of Touriga Franca and Tinta Roriz – more than 90 years old. 22 months in oak, 30% new. Deep cherry red. Some oak sweetness on the nose married well with the intense, gently floral and expressive dark-red fruit. Firm, compact but very elegant and finely textured, like many layers of paper. Terrific freshness and refinement. More subdued than the Contraste at the moment but with a longer future.

Wine Enthusiast 93
This impressive wine, packed with both fruit and tannins, is just setting out on a long road of aging. It is rich, dense with dry fruit and wood tannins, and buttressed with dark black fruits layered with acidity. The wine, with its ripe fruit and firm structure, needs time. Drink from 2018.

  • RP 94
  • WS 90
  • JR 17
  • WE 93
  • 1  |  R$ 360,00 /gf
  • 6  |  R$ 342,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 360,00 Garrafa(s)

  • R$ 342,00 Garrafa(s)

R$ 360,00

Moulis-en-Médoc, Cru Bourgeois
Descrição 1
O Château Brillette, localizado em Moulis-en-Médoc, é um Cru Bourgeois elegante que produz vinhos generosos e potentes. A safra 2010 é a perfeita representação dos vinhos do Medoc: uma complexidade aromática impressionante e uma textura sedosa no palato. Majestoso.

Descrição 2
A produção do Chãteau Brillette é animada pelo amor do vinho da família Flageul desde 1975.
A vinícola foi inteiramente renovada em 2000 e os cuidados do vinhedo está no centro da atenção do proprietários para dar continuidade à qualidade dos vinhos que fez a fama do Château desde seu inicio.

DADOS BÁSICOS
AOC: Moulis-en-Médoc
Safra: 2010
Castas: 54% Merlot, 35% Cabernet Sauvignon, 7% Cabernet Franc, 4 % Petit Verdot
Teor alcóolico: 14,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi profundo
Nariz: Potente e complexo, especiarias e frutas escuras, levemente tostado e um toque de resina.
Boca: Densa e suculenta, com retrogosto de chocolate e taninos macios. Ainda possui um bom frescor.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º a 18º
Passar no decanter para aeração 1 hora antes do serviço.
Harmonização: Costelinha de ovelha, carnes de caça assadas, codornizes assadas com redução de figo.
Tempo de guarda: Até 2023

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Wine Spectator 90
James Suckling 90
Jancis Robinson 15,5
Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
Another superb over-achiever from the appellation of Moulis in the Medoc, this wine, a blend of 48% Merlot, 40% Cabernet Sauvignon and the rest Cabernet Franc and Petit Verdot, shows lots of licorice, barbecue smoke, charcuterie, plum and black currants. It hits the palate with a medium to full-bodied opulence. The tannins are sweet and the acidity adequate to provide definition and vibrancy. This is a beauty. An outstanding effort from proprietors, the Flageul family.

Wine Spectator 90
Pure, lush and caressing, with lovely mouthfeel to the layers of dark plum, steeped fig and blackberry coulis fruit, which glide along while hints of singed sandalwood, black tea and black licorice fill in through the finish. Drink now through 2023.

James Suckling 90
Perfumed and fresh with flowers and currants. Full body, with fine tannins and a hazelnut, chocolate and berry aftertaste. Drink or hold.

Jancis Robinson 15,5
Deep crimson. Leafy, graphite and fresh dark fruit. Veering towards herbaceous but attractively so. Firm, dry, young and still moreish. Finely built and lots of promise. Long, too.

  • RP 90
  • WS 90
  • JS 90
  • JR 15,5
  • 1  |  R$ 320,00 /gf
  • 6  |  R$ 304,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 320,00 Garrafa(s)

  • R$ 304,00 Garrafa(s)

R$ 320,00

Descrição 1
Este Touriga Nacional é o melhor exemplo que podemos ter quando tradição e modernidade se fundem. Esta uva, que em outras regiões de Portugal produz em geral vinhos muito potentes, encontra na região do Dão e no talento da equipe da Quinta de Lemos as condições ideais para mostrar o seu lado mais nobre e elegante. Seu aroma é marcado por frutas bem maduras, flores, canela, ervas de cozinha e o sabor memorável que nos surpreende pelo vigor, elegância, taninos macios e pelo seu frescor.
Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo, apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Silgueiros, Dão
Safra: 2007
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Granada intenso
Nariz: Frutas negras maduras, cedro, canela, flores e ervas de cozinha.
Boca: Encorpado, fresco, com taninos sedosos e longo final.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: Excelente com carnes mais suculentas e pratos à base de molhos substanciosos. Leitão, ragu de cordeiro, codorna recheada e queijos duros casarão perfeitamente com este tinto. Este vinho também acompanhará bem pratos de bacalhau e de salmão.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 92
Revista dos Vinhos 17

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 92
The 2007 Touriga Nacional is revisited here for a checkup, and boy, is it coming along nicely. Full in the mouth, the fruit is beautifully expressive now. If it lacks the focused intensity of the 2008, also reviewed this issue, it is bursting with flavor, more harmonious and simply delicious. Sexy and lush, it is no slouch in the structure department either. This shows every sign of developing well and continually over the next decade or so.

Revista dos Vinhos 17
Completo, compacto, com morangos, violetas, suave, discreto, com boa complexidade. Na boca está polido, texturado, com boa frescura, equilibrado entre a cremosidade e a rugosidade, com final longo e saboroso com ligeiras nuances amargas.

  • RP 92
  • 1  |  R$ 250,00 /gf
  • 6  |  R$ 237,50 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 250,00 Garrafa(s)

  • R$ 237,50 Garrafa(s)

R$ 250,00

Descrição 1
Este é o tipo de vinho que você quer abrir petiscando com bons amigos. Ele seduz com seu buquê intenso de frutas vermelhas e sua acidez que o deixa tão fácil de tomar.

Descrição 2
Jean-Christophe Perraud realizou um sonho de criança em 2005 com a criação da propriedade a partir das poucas vinhas que a família começou a transmitir 4 gerações atrás.

Beneficiando de uma situação geográfica privilegiada a proximidade das famosas rochas do Solutré e Vergisson, ele produz vinhos sedutores que reflitam a mais pura expressão da fruta. Ele intervém o menos possível na produção, principalmente no momento da vinificação, para não desnaturar o vinho. O objetivo dele é orientar-se daqui a pouco para uma cultura orgânica.

DADOS BÁSICOS
AOC: Bourgogne rouge
Safra: 2015
Castas: 100% Pinot Noir
Cultura: Raisonnée
Teor alcóolico: 12%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi
Nariz: Delicado, com aromas de morangos e framboesas, levemente floral.
Boca: É um vinho suculento e fresco, que se toma jovem para apreciar sua vivacidade marcada e seu caráter frutado intenso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º a 15º
Harmonização: fondue de carne, wok de frango, carnes vermelhas macias e suculentas.
Tempo de guarda: Até 2019

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 168,00 /gf
  • 6  |  R$ 159,60 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 168,00 Garrafa(s)

  • R$ 159,60 Garrafa(s)

R$ 168,00

Saint-Emilion Grand Cru Classé
Descrição 1
A primeira vista, este Château Larmande 2012 é bem característico da apelação prestigiosa de Saint-Emilion com essa cor púrpura escura igual tinta. O nariz complexo e a boca cheia e estruturada só vêm confirmar esta impressão. Sem duvida, uma bela representação da região.

Descrição 2
O Château, que pertence ao prestigioso grupo Château Soutard, possui 20 hectares de vinhas no norte da cidade de Saint-Emilion. Os vinhos, após colheita manual, são fermentados em tanques de inox, e 50% da safra fica envelhecendo em barrica de carvalho por até 18 meses. O renomado enólogo Michel Rolland assessora e segue a produção da propriedade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Saint-Emilion Grand Cru
Safra: 2012
Castas: 65% Merlot, 30% Cabernet Franc, 5% Cabernet Sauvignon
Teor alcóolico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho-púrpura
Nariz: Complexo, lembra as ginjas e o alcaçuz, com uma trama de café torrado.
Boca: Um vinho de raça suculento, de corpo médio, com muitas frutas do bosque et um fim-de-boca de chocolate amargo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º a 18º
Passar no decanter para aeração 2 hora antes do serviço.
Harmonização: Tournedó Rossini, qualquer tipo de carne bovina grelhada, cogumelos silvestres (canterelos, boletos...) refogados na manteiga, queijos de pasta mole como camembert ou brie.
Tempo de guarda: Até 2025

PREMIAÇÕES
Robert Parker 87
Wine Spectator 86-89
James Suckling 90
Jancis Robinson 15,5
Wine Enthusiast 90-92
Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 87
A blend of 65% Merlot, 30% Cabernet Franc and 5% Cabernet Sauvignon, this is a medium-weight, earthy, terroir-driven style of St.-Emilion that offers notes of spice box, damp earth, black and red currants. A touch of background wood can also be found in this medium-bodied, soft, round wine. It is best drunk in its first 10-12 years of life.

Wine Spectator 86-89
Pomegranate, damson plum and cherry skin notes wrangle in this red, while sweet spice fills in the finish. Displays a dusty, chewy feel in the end.

James Suckling 90
Some black cherries and cassis with cedar notes on the nose. This red is full-bodied with good acidity, firm tannins and a medium finish. Tight and closed at the moment. Better in 2017.

Jancis Robinson 15,5
Very dark inky crimson. Fresh dark fruit, a touch spirity. Lighter on the palate than I expected, tannins are refined but are perhaps a little too prominent for the fruit weight.

Wine Enthusiast 90-92
This is a fresh, juicy wine with intoxicatingly fragrant black currant notes. The palate is ripe with fruit, but balanced with bright acidity and a lingering, juicy aftertaste.

  • RP 87
  • WS 86-89
  • JS 90
  • JR 15,5
  • WE 90-92
  • 1  |  R$ 390,00 /gf
  • 6  |  R$ 370,50 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 390,00 Garrafa(s)

  • R$ 370,50 Garrafa(s)

R$ 390,00

Descrição 1
Um Chablis 1er Cru que combina elegância floral e mineralidade intensa.
Descrição 2
A propriedade Bernard Defaix nasceu em 1959 a partir de 2 ha de vinhas. Hoje em dia, Sylvain e Didier, os filhos do Bernard, estão a frente da produção. Eles escolheram um modo de cultura orgânico para trabalhar com respeito à natureza e produzir vinhos com a maior expressão possível do terroir de Chablis.

Este Chablis 1er Cru é parcialmente fermentado em barrica de carvalho, para dar mais complexidade ao vinho.

DADOS BÁSICOS
AOC: Chablis 1er Cru
Safra: 2014
Casta: 100% Chardonnay
Cultura orgânica
Teor Alcoólico: 12,8%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro pálido
Nariz: Marcado por notas de flores brancas.
Boca: Redondo e persistente com uma boa mineralidade.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 12°C
Harmonização: : Peixe tipo salmão, chucrute de frutos do mar, ostras gratinadas, risoto de cogumelos.
Tempo de Guarda: até 7 anos

PREMIAÇÕES
Robert Parker 93
Burghound 93
La Revue du vin de France 16
Tim Atkin 96

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 93
The 2014 Chablis 1Er Cru Cote de Lechet Reserve, which comes from 35-year-old vines and was matured in 50% used oak barrels for 18 months, has a very composed and pretty bouquet with citrus fruit, honeysuckle and limestone aromas. The palate is very well balanced with crisp acidity, fine tension and a lovely, sensual and lightly spiced finish. This is just superb.

Burghound 93
As is typically the case with this cuvée the wood treatment is a bit more prominent. Slightly riper aromas that consist of orange peel, apricot, white peach and subtle iodine nuances. The rich, even opulent big-bodied flavors also possess fine mid-palate concentration thanks to the copious amount of dry extract that also serves to buffer the moderately firm and overtly citrus-tinged acid spine. This isn’t quite as saline-inflected as the regular cuvée but it’s even longer; either way, both cuvées are remarkably good.

La Revue du Vin de France 16
A great aromatic fineness in this wine, whose saltiness slips on the tongue and refresh a flesh volume well ripe and round.


  • RP 93
  • B 93
  • TA 96
  • 1  |  R$ 370,00 /gf
  • 6  |  R$ 351,50 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 370,00 Garrafa(s)

  • R$ 351,50 Garrafa(s)

R$ 370,00

Brunello di Montalcino, Toscana
Descrição 1
Tenuta di Siesta Brunello di Montalcino é um legítimo representante de seu terroir que nos oferece aromas de frutas vermelhas maduras, louro, menta, tomilho, alcaçuz e tabaco. O sabor é frutado com taninos marcados e equilibrados por uma acidez extremamente agradável. Se gosta de harmonizar comida e vinho, este Brunello é uma excelente opção, além de gastronômico tem preço muito convidativo.
Descrição 2
Tenuta di Siesta está localizada na parte sul de Montalcino, a 400 metros acima do nível do mar. Nesta zona (entre Sant'Angelo in Colle e Castelnuovo dell'Abate) o solo é mais pesado, e os vinhedos não recebem a brisa gelada do mar originando vinhos mais vigorosos e longevos. Possui 200 hectares de terra, das quais apenas 30 hectares são destinados ao cultivo de uvas.

A propriedade foi construída por volta do século 15 e séculos depois – mais precisamente em 1850 – passou a ser de posse da família Ciacci. O primeiro Brunello da família foi engarrafado em 1966 – antes mesmo que Brunello di Montalcino torna-se DOCG- tornando a Tenuta dei Sesta uma das casas de vinho mais antigas da região.

DADOS BÁSICOS
DOCG: Brunello di Montalcino, Toscana
Safra: 2012
Teor alcoólico: 14,3%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi
Nariz: O aroma é intenso, logo desperta nuances de alcaçuz, menta e figo que são acompanhadas por geleia de cereja, ervas e tostado.
Boca: O paladar é potente, encorpado, com taninos maciços e acidez deliciosa. Com o passar dos minutos, ele evolui muito na taça e seu sabor permanece na boca por um longo tempo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C a 18°C
Tempo de guarda: 15 anos
Harmonização: Polenta com ragu de ossobuco, paleta de cordeiro assada com risoto, massa com tartufo, aves recheadas, mix de queijos e embutidos.

PONTUAÇÃO
James Suckling 92
Robert Parker 92
Vinous 92
Wine Enthusiast 90
Jancis Robinson 16

Avaliações dos Especialistas
James Suckling 92
A little earth but this show pretty floral and berry character. Hints of walnuts and meat. Full to medium body, a solid depth of fruit and a flavorful finish. Tangy at the end. Drink in 2019.

Rober Parker 92
The Tenuta di Sesta 2012 Brunello di Montalcino presents evolved aromas of dried fruit, leather, spice and pipe tobacco. The wine opens to a dark garnet color with reddish colors that resemble brick or terra-cotta. These characteristics give the wine a savory and rugged quality that will appeal to those who love the tastes and flavors of aged Sangiovese. Despite the wine's untamed personality, it does offer subdued finesse in the mouth. This wine gives you the typicity of Sangiovese as well as the elegance of an aged Italian classic.

Vinous 92
Good deep red. Captivating, nuanced nose offers red cherry, blood orange, roast coffee, underbrush, and licorice. Sweet and subtle, with wonderful inner-mouth perfume to the slightly balsamic flavors of menthol, dried herbs and spices. Showcases noteworthy lift and length on the refined finish.

Wine Enthusiast 90
This opens with tobacco, dark spice, forest floor and leather aromas. The palate offers dried black cherry, licorice and clove flavors, set against tightly wound, taut tannins. It still needs a few years to come together. Drink 2019–2025.

Jancis Robinson 16
Tasted blind. Lustrous mid ruby. A little earthy and sweet on the nose. Notes of dried fruit on the palate, but there is depth too. Ready now.(WS)

  • JS 92
  • RP 92
  • V 92
  • WE 90
  • JR 16
  • 1  |  R$ 315,00 /gf
  • 6  |  R$ 299,25 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 315,00 Garrafa(s)

  • R$ 299,25 Garrafa(s)

R$ 315,00

Descrição 1
A Quinta de Lemos demonstra mais uma vez toda sua dedicação e seu talento para produzir grandes vinhos. O Dona Georgina é uma mistura de concentração e de elegância: um nariz muito complexo de pão de especiarias e de ervas selvagens mas conservando um frescor e um equilíbrio incríveis que definem os vinhos da vinícola.

Descrição 2
A Quinta de Lemos é um projeto de Pierre de Lemos, cuja família possui um grupo têxtil (Celso de Lemos), e que decidiu investir na produção de vinhos de alta qualidade. Para tanto, não poupou esforços e trouxe para a equipe o renomado enólogo Hugo Chaves, e juntos produzem vinhos elegantes e que exprimem maravilhosamente o “terroir” do Dão.

Localizada em Silgueiros, Dão, a vinícola tem arquitetura moderna e possui 25 hectares de vinhedos contudo, apesar da grande área Chaves vinifica apenas 100 mil garrafas por ano as quais são distribuídas mundo a fora. Aqui, videiras e oliveiras dividem espaço com colmeias promovendo o equilíbrio do ecossistema. O solo granítico e arenoso é abraçado por montanhas protegendo os vinhedos do severo clima continental e da umidade. As uvas são colhidas manualmente e selecionadas ainda no vinhedo garantindo a qualidade máxima dos vinhos.

DADOS BÁSICOS
Região: Dão, Silgueiros
Safra: 2009
Casta: 80% Touriga Nacional e 20% Tinta Roriz
Teor alcoólico: 14,5%
Amadurecimento: 18 meses em carvalho francês
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Granada
Nariz: Mineral, complexo com ameixas maduras, laranja açucarada e resina de madeira.
Boca: Intenso, final longo e concentrado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: Comida com sabor marcado, carne tipo Wellington, empanadas argentinas, tajine de cordeiro com frutos secos.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 93
Wine Enthusiast 94
Wine&Spirits Magazine 93

Avaliações dos Especialistas
Wine Enthusiast 94
A blend of Touriga Nacional and Tinta Roriz, both originally from the Dão region, this sophisticated, rich wine is firmly structured. The granite soils bring out a strong mineral texture that is balanced by opulent black fruits. This is a powerful wine, dense and still developing. Drink from 2016.

Robert Parker 93
The 2009 Dona Georgina is revisited for a checkup and it is nice to say it keeps improving. Big, full and fleshier than its 2008 predecessor reviewed in the past--both creatures of their vintages--this is one of the lusher and richer wines the winery has produced at its young age. Sexy but well balanced, this is the crowd-pleaser, but there is also good structure. It is aging well and should continue to do so for the next decade or more.

Wine&Spirits 92
Known in Spain as Mencia and found in Galicia, here in Portugal it forms a part of the mix in the mountainous Dão. It is red fruit flavors that are sustained by tannins. Despite its nine years of age, it is still firmly structured, still packed with fine fruit. It is only just now ready to drink.

  • RP 93
  • WE 94
  • 1  |  R$ 365,00 /gf
  • 6  |  R$ 346,75 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 365,00 Garrafa(s)

  • R$ 346,75 Garrafa(s)

R$ 365,00

Descrição 1
Um vinho do Graves muito concentrado e complexo. Seu corpo médio e aromas torrados de evolução permitem consumir-o agora e já com muito prazer.
Descrição 2
Em 1966, Françoise et Henri Lévêque venderam sua coleção de selos para adquirir alguns hectares de vinhas no Sul da região de Bordeaux. Hoje em dia, são 96ha em produção pelo prestigioso Château de Chantegrive.

As vinhas tem uma posição privilegiada com uma exposição Sul e um solo cascalhoso, o famoso Graves, e de areia fina. Este conjunto de fatores permitem obter uvas com um amadurecimento ótimo e vinhos concentrados de grande complexidade.

DADOS BÁSICOS
AOC: Graves
Safra: 2012
Casta: 50% Merlot, 50% Cabernet Sauvignon
Teor alcoólico: 13%
Tamanho da garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho muito escuro
Nariz: Aromas de ameixas, frutas pretas bem cozidas, levemente tostado.
Boca: Complexo e concentrado, com taninos sedosos e um final rústico marcado pelo café torrado.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Tempo de Guarda: Até 2021
Harmonização: Alcatra com redução de vinho, pintada assada, molejo ao molho Madère.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 89
James Suckling 90
Wine Enthusiast 92
Jancis Robinson 16
Vinous 88
Wine Spectator 87
Wine & Spirits Magazine 92

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 89
The Leveque family has hit pay dirt again with this 2012 Graves. An inky, bluish/purple color, and an equal part blend of Cabernet Sauvignon and Merlot, the wine shows terrific fruit, great purity, graphite and underlying earthy burning ember notes. It has medium body and loads of fruit, depth and light tannin in the finish, showing this wine can be drunk early, or cellared for up to a decade. A sleeper of the vintage.

Wine Spectator 87
This sports a brambly feel, with leather and bay adding some funk to the core of blackberry, plum and black currant preserves. Turns a touch chewy on the finish, revealing a bitter espresso hint. Shows character, though the gamy rusticity isn't for everyone. Drink now through 2018.

Wine Enthusiast 92
One of the top Graves estates has produced this fine, ripe 2012. It is still young, showing its toasty, smoky wood flavors, but has plenty of tannic structure that's firm for aging. The fruit and acidity are all there, promising a balanced wine from 2018. Hubert de Boüard (Château Angelus) is consulting enologist for the Lévèque family owners.

Vinous 88
The 2012 Chantegrive is a powerful, layered wine with tons of personality. There is excellent underlying material, but the heavily extracted style and copious oak are overpowering. Hopefully consulting winemaker Hubert de Boüard can find a little better balance here. Even with its shortcomings, the Chantegrive is a solid wine, but its potential appears to be far greater than this.

  • WE 92
  • RP 89
  • JS 90
  • JR 16
  • WS 87
  • VN 88
  • 1  |  R$ 244,00 /gf
  • 6  |  R$ 231,80 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 244,00 Garrafa(s)

  • R$ 231,80 Garrafa(s)

R$ 244,00

Descrição 1
As vinhas desta cuvée estão localizadas na fronteira com a apelação Fleurie : este terroir dá vinhos do Gamay muito frutados e com bastante personalidade. Juntamos a isto uma safra 2015 excepcional e obtemos este Morgon fora do padrão.

Descrição 2
O Domaine Louis-Claude Desvignes nasceu há 8 gerações na aldeia de Villié-Morgon. A produção e elaboração do vinho continuam tradicionais, respeitando o ensino e o saber-fazer transmitidos ao longo dos anos. Paciência e respeito são as palavras-chave da família.

O foco é produzir vinhos do Beaujolais de guarda, com muita concentração e complexidade para permitir um bom envelhecimento. Assim, o controle dos rendimentos e a extração durante as vinificações são prioridades. Depois da fermentação, o vinho repousa até 16 meses sobre lias para ganhar maturidade e complexidade.

O nome de esta cuvée se refere à casa onde envelhecem as garrafas do Domaine. Ela abriga uma antiga adega de pedras com teto abobadado no porão : a Voûte Saint-Vincent.

DADOS BÁSICOS
AOC: Morgon
Safra: 2015
Castas: Gamay
Cultura "raisonnée"
Teor alcóolico: 13,8%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi profundo
Nariz: Intenso, uma explosão de frutas vermelhas com um toque mineral.
Boca: Um conjunto de elegância, jovialidade e complexidade. O frescor e a acidez são incríveis, e o retrogosto de bagas vermelhas é encantador.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 14º a 15º
Harmonização: É perfeito para acompanhar embutidos e frios, filé mignon, carne de porco assada, qualquer tipo de ave assada.
Tempo de guarda: Até 2020

PREMIAÇÕES
Robert Parker 90
Vinous 91
Jancis Robinson 16,5

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90
The 2015 Morgon la Voute Saint Vincent was matured in cement vats. It has a generous bouquet of red plum, cranberry and pomegranate with subtle tertiary notes developing in the glass. The palate is medium-bodied with sappy red fruit, nicely structured with a fresh, marine-tinged finish that leaves the tongue tingling after the wine has departed. Maybe a little rustic? But still, this is very charming.
Louis Claude Desvignes is one of my favorite producers in Beaujolais, and I cannot recommend their wines highly enough. Based in the village of Villié-Morgon, the domaine is currently run by the eighth generation of vignerons, Louis-Benoît and Claude-Emmanuelle. There are 13 hectares under vine with an average age of 70 years, including three hectares in Côte du Py. Herbicides have been eschewed since 2004, although the domaine is not certified organic. They adopt what you might call a traditional approach to vinification, using a grill to submerge the cap and enacting a slightly longer fermentation than other growers to attain color and depth. These tend to be sumptuous, tensile and vivacious Beaujolais wines that epitomize everything great about Morgon.

Vinous 91
Brilliant ruby. Pungent red berries, exotic spices and candied lavender on the lively, mineral-accented nose. Sappy raspberry and bitter cherry flavors show very good energy and complementary suggestions of floral pastilles, allspice and licorice. Appealingly sweet and lively, carrying no excess fat; the long, sappy finish shows outstanding clarity and subtle, harmonious tannins.

Jancis Robinson 16,5
Sourced from parcels with an average vine age of 60 years in the climat of Douby – close to Fleurie and with similar sandy soils. Deep crimson – the deepest colour so far of any red in this Berry's spring 2017 line-up! Very juicy and smooth and lively. Fine and fresh. Very correct and racy – even if with Morgon depth. Who wouldn’t like this? Long and admirable, though relatively low in acidity for a Beaujolais.
  • RP 90
  • VN 91
  • JR 16,5
  • 1  |  R$ 180,00 /gf
  • 6  |  R$ 171,00 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 180,00 Garrafa(s)

  • R$ 171,00 Garrafa(s)

R$ 180,00

Descrição 1
Camille é o nome da filha de 8 anos da Axelle e do Pierre Courdurié, os proprietários do Château Croix de Labrie. O rótulo foi desenhado pela própria Camille.

Através deste vinho, a família desejava compartilhar o amor e a filosofia do trabalho deles.

Descrição 2
O Château Croix de Labrie faz parte do movimento de "vinhos de garagem", pequenos produtores produzindo grandes vinhos em pequenos volumes. A Axelle Coudurié cuida dos vinhedos de 2,5ha da poda até a colheita e vinifica com assessoria da equipa do Michel Rolland.

A cuvée Camille de Labrie é um Bordeaux elegante e frutado, com boa estrutura conferida pela estadia de 10 meses em barrica de carvalho francês.

DADOS BÁSICOS
AOC: Bordeaux
Safra: 2014
Castas: 80% Merlot, 20% Cabernet Sauvignon
Cultura "raisonnée"
Teor alcóolico: 12,5%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi
Nariz: Aromas de flores, framboesa e cassis.
Boca: Elegante, com uma boa estrutura e taninos delicados.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16º
Harmonização: Costeleta de vitela, espeto de cordeiro.
Tempo de guarda: 10 anos

Avaliações dos Especialistas
  • 1  |  R$ 145,00 /gf
  • 6  |  R$ 137,75 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 145,00 Garrafa(s)

  • R$ 137,75 Garrafa(s)

R$ 145,00

Descrição 1
Esse Château Carlmagnus é uma perfeita representação da uva Merlot, que permite produzir vinhos perfumados e frutados.
Descrição 2
O vinhedo do Château de Carlmagnus é exclusivamente composto de Merlot. Arnaud Roux-Oulié, o proprietário, cuida pessoalmente de toda a produção, das vinhas até o engarrafamento.

DADOS BÁSICOS
AOC: Fronsac
Safra: 2014
Teor alcoólico: 14,5%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor : Vermelho profundo
Nariz: Aromas típicos do Merlot de frutas pretas maduras e um toque de pão de especiarias.
Boca: Temos um Merlot expressivo, redondo e frutado. A presença da madeira é bem equilibrada e o vinho tem uma boa persistência na boca.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C a 18°C
Tempo de Guarda: 3 a 5 anos
Harmonização: Carne vermelha assada, pernil de javali, escondidinho de pato.

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90-92
James Suckling 90
Wine Spectator 90
Jeannie Cho Lee 88
Jean-Marc Quarin 88

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 90-92
The Château Carlmagnus 2014 definitely has one of the best set of aromatics that I encountered from Fronsac. Tasted alongside La Dauphine there is more freshness and delineation without compensating on fruit intensity. The palate is clean and fresh with great acidity, energetic and citrus fresh with a firm grip on the finish. What a superb wine for the vintage. Chapeau!

James Suckling 90
Vivid and fresh red with plum and currant character. Some spices, too. Medium to full body, firm and silky tannins and a long finish. Pretty tangy acidity undernearth. Drink now.

Wine Spectator 90
This has a ripe, fleshy feel, with warm plum paste and cassis notes gliding along atop juniper and tobacco accents. The solid grip through the finish has a light brambly feel but is easily absorbed by the fruit. Drink now through 2024.

Jeannie Cho Lee 88
This wine combines freshness and attractive aromatics with good mid-palate depth. A well-made Fronsac that is uplifting and delicious. Balanced now but it should improve with several years in bottle.

  • RP 90-92
  • JS 90
  • WS 90
  • 1  |  R$ 221,00 /gf
  • 6  |  R$ 209,95 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 221,00 Garrafa(s)

  • R$ 209,95 Garrafa(s)

R$ 221,00

Descrição 1
O Mas de l'Ecriture produz vinhos aliando a potencia e a generosidade dos vinhos do Sul da França, e um frescor surpreendente conferido pelo terroir argilo-calcário único das Terrasses du Larzac.
Descrição 2
Apaixonado pelo vinho, Pascal Fulla deixou a profissão dele para criar o Mas de l'Ecriture em 1998. Desejando adotar um modo de viticultura respeitoso pela natureza, ele nunca usou produtos químicos nas vinhas. Para concretizar essa filosofia, ele converteu a propriedade a cultura orgânica em 2009.

Há pouco, sua filha Léa se juntou a ele para dar continuidade a produção no futuro.

A colheita é inteiramente manual. Cada parcela de vinhas e cada casta são vinificadas separadamente para guardar a melhor expressão do terroir possível.

A cuvée L'Emotion envelheceu 12 meses em barricas de carvalho francês usadas de 600L e 500L para trazer uma maior complexidade sem desnaturar o vinho.

DADOS BÁSICOS
DOC: Terrasses du Larzac
Safra: 2014
Castas: 35 % Syrah, 30 % Grenache, 22 % Carignan, 13 % Cinsault
Teor Alcoólico: 13,5%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Vermelho vivo com reflexos violáceos
Nariz: Aromas intensos e complexos, com notas de cerejas, especiarias como pimento do reino e ervas aromáticas.
Boca: Generosa, sabor elegante com muita fruta vermelha e um belo equilíbrio potência e refinamento.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Passar no decanter para aeração 2 horas antes do serviço
Tempo de guarda: 5 anos
Harmonização: presunto ibérico, bifinho com cogumelos sauté, cozinha mediterrânea

PONTUAÇÃO
Robert Parker 90

Avaliações dos Especialistas
Rober Parker 90
Possessing a perfumed bouquet of sweet cherries, strawberries and spice, the 2014 Terrasses du Larzac Emotion (35% Syrah, 30% Grenache and the balance Carignan and Cinsault) is medium-bodied, rounded, expansive and ethereally textured on the palate, and that texture keeps you coming back to the glass. About as drinkable as they come, it's well worth checking out. Drink bottles in their youth.

  • RP 90
  • 1  |  R$ 187,00 /gf
  • 6  |  R$ 177,65 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 187,00 Garrafa(s)

  • R$ 177,65 Garrafa(s)

R$ 187,00

Muscadet-Sèvre-et-Maine Sur Lie, Loire
Descrigco 1
O Domaine des Cognettes é um dos grandes produtores da região. O Selection des Cognettes é feito com as melhores uvas da apelação. O resultado é um Muscadet primoroso.
Descrigco 2
O Domaine des Cognettes é um dos grandes produtores da região, que fica a alguns km da costa atlântica da França, perto da cidade de Nantes. Desde 2013, o Domaine produz somente vinhos orgânicos.

O "Selection des Cognettes" é feito com as melhores uvas da apelação. O envelhecimento em contato com as borras ("sur lie", os resíduos das leveduras da fermentação) conferem complexidade ao vinho, que desenvolve notas de frutas brancas (pera, pêssego) e de frutas cítricas (grapefruit, limão).

Os aromas discretos e a boca com bastante frescor e boa dose de acidez fazem deste vinho a companhia ideal para as ostras frecas e, em especial, para sushis e sashimis - é um dos raros vinhos a apresentar uma perfeita harmonizazação com esses pratos.

DADOS BÁSICOS

Safra: 2015
Castas: 100% Melon de Bourgogne
Cultura orgânica
Teor alcóolico: 12%
Tamanho da garrafa: 750ml

DEGUSTAÇÃO

Cor: Ouro claro e pálido
Nariz: Discreto, com notas minerais e de frutas brancas.
Boca: Frescor e volume, sustentados por bela acidez.

CONSELHOS PARA SERVIR

Temperatura: 8º a 10º
Harmonização: Sushi, sashimi, peixes grelhados, ostras e frutos do mar em geral.
Tempo de guarda: Até 2020

PREMIAÇÕES
Wine Enthusiast 90

Avaliagues dos Especialistas
Wine Enthusiast 90
This wine is ripe and full of attractive fruit. With a light touch of pepper as well as rich apples, it is shot through with acidity. Full in the mouth, it finishes with taut minerality.

  • WE 90
  • 1  |  R$ 129,00 /gf
  • 6  |  R$ 122,55 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 129,00 Garrafa(s)

  • R$ 122,55 Garrafa(s)

R$ 129,00

Descrição 1
Um belo espumante com muita finesse e delicadeza, delicioso hoje e com mais 2 anos de plenitude na garrafa. Pouco explorados aqui no Brasil estes espumantes do Val-de-Loire merecem muita atenção, principalmente pela excelente relação preço versus qualidade que oferecem.
Descrição 2
Philippe Brisebarre cultiva seus 25ha de vinhas em Vouvray de maneira "raisonnée". A filosofia dele é : pensar antes de fazer, para evitar o uso de tratamentos e produtos desnecessários. Assim, ele deixa as uvas e o terroir expressar-se de forma natural, recusando-se a usar leveduras selecionadas em proveito das leveduras naturais das frutas e limitando ao máximo as doses de sulfites adicionadas.

Este Vouvray sem safra é feito seguindo o método tradicional de produção de espumante: a segunda fermentação se faz lentamente na garrafa, o que confere ao vinho um perlage muito elegante e uma maior complexidade aromática.

DADOS BÁSICOS
AOC: Vouvray
Casta: Chenin Blanc
Teor Alcoólico: 12%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Clara com toques amarelados, perlage fina e veloz.
Nariz: Boa complexidade aromática com fruta madura, toques de mel e tons minerais.
Boca: É seco, mas com uma doçura deliciosa e uma acidez moderada. Seu final é cheio e rico.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 8-10°C
Harmonização: Folhado de queijo Mozzarella, salmão defumado, lagosta grelhada, torta de limão.
Tempo de Guarda: Até 2019

PREMIAÇÕES
Wine Spectator 89 (2013)
Wine Enthusiast 88 (2013)
Avaliagues dos Especialistas
Wine Spectator 89 (2013)
Broad and soft, with creamed pear, fig and powdered ginger notes that glide through the open yet engaging finish. Offers a weighty, rounded feel without becoming overly toasted or heavy. Drink now.

Wine Enthusiast 88 (2013)
An almond and green apple flavored wine, a touch off dry. The wine has a creamy, full mousse in the mouth that is ready to drink.
  • WS 89
  • WE 88
  • 1  |  R$ 149,00 /gf
  • 6  |  R$ 141,55 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 149,00 Garrafa(s)

  • R$ 141,55 Garrafa(s)

R$ 149,00

Descrição 1
Chablis é sinônimo de grandes chardonnays. A safra 2015 foi excepcional na Borgonha e este Petit Chablis não fugiu à regra : o Chardonnay se expressa com muita delicadeza através notas de frutas frescas e aciduladas.
Descrição 2
Propriedade de 38ha de vinhas, o Domaine du Chardonnay foi criado em 1987 por Etienne Boileau, Christian Simon et William Nahan. Os três produtores decidiram juntar-se para unir e compartilhar seus conhecimentos. Com uma mistura de tradição e de modernismo, eles produzem vinhos brancos de grande qualidade.
O Domaine pratica uma agricultura "raisonnée" (minimização de uso de pesticidas), e os seus vinhos exprimem de forma pura a tipicidade do Chardonnay de Chablis.

A vinificação e o envelhecimento desta cuvée, feitos integralmente em tanques de inox com temperaturas rigorosamente controladas, permitem obter um Petit Chablis com muito frescor aromático.

DADOS BÁSICOS
AOC: Petit Chablis
Safra: 2015
Casta: Chardonnay
Teor Alcoólico: 12,4%
Tamanho da Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Ouro claro e palido.
Nariz: Aromas muito agradáveis com fruta presente, tons de pêssego e maçã seguido de um toque cítrico e um final com especiarias.
Boca: Excelente acidez e mineralidade refrescante.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10°-12°C
Harmonização: Espeto de camarão, queijo tipo Brie, ostras, vieiras grelhadas.
Tempo de guarda: 3 anos.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 87
Gilbert & Gaillard 86
Medalha prata no Burgondia

Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 87
The 2015 Petit Chablis has a well-defined bouquet with light orange blossom and citrus scents. The palate is well balanced with crisp acidity, lively from start to finish, with a tensile finish that lingers in the mouth. This is a well-crafted and quite absorbing Petit Chablis to enjoy over 3-5 years.

Gilbert&Gaillard 86
Brilliant light gold. Pleasurable nose of white-fleshed fruits, citrus and white flowers. Light, lively, fresh and silky palate with intense, zippy aromas. Pleasant fat presence. Salty finish. A seductive Petit Chablis for fish.

  • RP 87
  • 1  |  R$ 165,00 /gf
  • 6  |  R$ 156,75 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 165,00 Garrafa(s)

  • R$ 156,75 Garrafa(s)

R$ 165,00

Descrigco 1
O Carmes de Rieussec é o segundo vinho do Château Rieussec, considerado como um dos melhores vinhos do Sauternes. Ele é caracterisado por sua excelente persistência na boca e seu buquê de frutas açucaradas.

Descrigco 2
Classificado como 1er Grand Cru em 1855, o Château Rieussec faz parte das grandes referencias em Bordeaux.

O Carmes de Rieussec, segundo vinho da propriedade, é elaborado a partir da mesma base que o Château Rieussec. O envelhecimento de 18 em barricas de carvalho permite obter uma maior concentração aromática e uma complexidade incrível. Você pode substituir a sobremesa por uma taça deste néctar...

DADOS BÁSICOS
AOC: Sauternes
Safra: 2014
Castas: 91% Sémillon, 5% Sauvignon, 4% Muscadelle
Teor alcóolico: 14%
Tamanho da garrafa: 375ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Amarelo ouro
Nariz: Denso, com mel e flores brancas, leve toque de madeira.
Boca: Generosa e equilibrada, final licoroso.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 10º a 12º
Harmonização: Foie gras, roquefort e queijos similares, pato ao molho de laranja, salada de frutas, abacaxi flambado.
Tempo de guarda: Até 15 anos

PREMIAÇÕES
Robert Parker 88-90
Wine Spectator 88-91
James Suckling 92-93
Vinous 88-91
Avaliagues dos Especialistas
Robert Parker 88-90
The Carmes de Rieussec 2014 is a blend of 92% Semillon and 4% each of Muscadelle and Sauvignon Blanc. It has a very pure and honeyed bouquet that demonstrates superb intensity. The palate is unctuous on the entry with a touch of ginger, plenty of botrytised fruit but just missing the persistence on the finish that cuts away a little swiftly, just as the wine is getting into its stride. Still, this should be a capable deuxième vin.

Wine Spectator 89
A rounded, slightly soft style, with an almond cream note draping over the marmalade, glazed peach and mango flavors. The almond cream element takes over on the broad finish. Drink now through 2026.

Vinous 91
The 2014 Carmes de Rieussec is a very pretty wine that can be enjoyed now. Candied lemon peel, coconut, pear, chamomile and white flowers meld together nicely in the glass. The Carmes shows the brighter profile that is characteristic of this early-harvested second wine from Rieussec, but with the textural breadth that is typical of the year.

James Suckling 91
The dry pineapple and pear character with hints of honey and cream is impressive. Medium body, medium acidity and a spicy, delicious finish. Drink or hold.
  • RP 88-90
  • WS 89
  • VN 91
  • JS 91
  • 1  |  R$ 215,00 /gf
  • 6  |  R$ 204,25 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 215,00 Garrafa(s)

  • R$ 204,25 Garrafa(s)

R$ 215,00

Descrição 1
Este tinto da linha Contraste da Rita Marques é um encanto, cheio de frutas maduras suculentas. Versátil e elegante, é perfeito para todas as ocasiões e agrada todos os paladares com aromas intensos, boca rica e boa persistência.

Descrição 2
A Rita Marques faz parte destes enólogos jovens gênios, cheios de talentos. A historia dela começou com a vontade de fugir do caminho padrão da família, a engenharia. Ela resolveu estudar enologia e se revelou através de estágios em vinícolas portuguesas e do resto do mundo. Assim, ela se fascinou pela visão ambiciosa dos produtores de Bordeaux, se apaixonou pelos brancos explosivos da Nova Zelândia e amou a concentração dos vinhos da África do Sul.

Enriquecida com todas essas experiências e influencias mundiais, ela criou a Conceito Vinhos a partir de um pequeno vinhedo que pertencia à sua família há 40 anos e desenvolveu a produção. A filosofia dela é expressar a diversidade das castas e mostrar a força da influencia do terroir. 90% dos vinhos Conceito são produzidos em Cedovim, no Douro, mas também aluga vinícolas na Nova-Zelândia e na África do Sul para explorar ainda mais o que o resto do mundo tem de oferecer.

A Rita desenvolveu duas linhas de vinhos: a linha Conceito, que da vinhos de guarda concentrados e com maior influencia de carvalho novo, e a linha Contraste, com vinhos mais acessíveis já na juventude, sem incluir carvalho novo na produção.

DADOS BÁSICOS
DOC: Douro
Safra: 2013
Casta: Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Teor Alcoólico: 13,8%
Garrafa: 750 ml

DEGUSTAÇÃO
Cor: Rubi
Nariz: Bouquet intenso mas equilibrado de cassis, menta e tabaco.
Boca: Na boca surpreende pela agradável frescura, sugerindo um final longo.

CONSELHOS PARA SERVIR
Temperatura: 16°C
Harmonização: Qualquer tipo de carne suculenta grelhada, churrasco, macarrão ao molho bolonhesa.

PREMIAÇÕES
Robert Parker 91
Jancis Robinson 16
Wine Spectator 88
Wine Enthusiast 87


Avaliações dos Especialistas
Robert Parker 91
The 2013 Contraste Tinto is an old vines (40-years-old) field blend aged for 20 months in stainless steel tanks (30%), and used French oak barrels (70%). The Contraste, the winery's second red, is an increasingly nice bargain. This may lack some of the lift of the 2012, but if anything, it seems to have more depth and power, granting that Contraste is not always about either. This is a pretty serious Contraste, with an intense finish and the ability to age a reasonable time, probably more than last year's version. Underneath, there is the typically tasty fruit. Give this a couple of years to settle down if you can. When I came back to it some 90 minutes later, it seemed even better. When it does settle down, I suspect it will overtake the 2012, but it will also be drinkable on the younger side when it calms down.

Jancis Robinson 16
No new oak. Mainly Touriga Nacional, Touriga Franca and Tinta Roriz, including some field blend. 60-year-old vines. Deep crimson. Intense lifted cherry fruit and wild hedgerow berries. Savoury and rocky and dry on the palate – reminds me a bit of Moulin-à-Vent! Perhaps it’s the granite but also the fruit profile and the freshness, though the finish has a sour freshness like elderberry. Dry chalky finish – and needs food or time, or both.

Wine Spectator 88
Dried blueberry and raspberry flavors dominate this firm, fleshy red. Black chocolate details and chewy tannins show on the finish. Drink now through 2019.

Wine Enthusiast 87
This wine is full of the ripe fruit as well as the mineral tannins typical of the Douro. It is a blend of typical grapes with a dominance of Touriga Franca. The wood aging has given the ripe black currant flavors a smooth, rounded character as well as adding spice. Drink this wine now.

  • RP 91
  • JR 16
  • WS 88
  • WE 87
  • 1  |  R$ 145,00 /gf
  • 6  |  R$ 137,75 /gf
X

Adicionar ao carrinho


  • R$ 145,00 Garrafa(s)

  • R$ 137,75 Garrafa(s)

R$ 145,00